13.1 C
New York
abril 22, 2019
Notícias

Apresentações circenses e atividades culturais gratuitas na Ilha do Governador

Projeto “De Olho no Duto”, investimento social da TRANSPETRO levará a arte do palhaço para os moradores da Praia das Pelônias, com atividades gratuitas nos dia 10/03

O Instituto Cultural Escola Livre de Palhaços – ESLIPA apresentará no dia 10 de março, na Ilha do Governador, o projeto “De Olho no Duto”, que conta com investimento social da Transpetro. A iniciativa tem como foco principal oferecer aos moradores da Praia das Pelônias um dia inteiro de atividades culturais gratuitas, incluindo espetáculo e roda de conversa. A programação começa às 14h e se estende até às 17h.

O evento começará com um cortejo, que abre a programação com a presença de palhaços, malabaristas e pernas-de-pau, tocando seus instrumentos, cantando músicas e convidando o público para participar da programação. Em seguida haverá oficina, com aula de circo para crianças, jovens, adultos e idosos, que poderão vivenciar algumas modalidades circenses – malabares, perna de pau e palhaço.  E logo após, a apresentação do espetáculo “Lá vem o circo” que mostra uma trupe de palhaços chegando numa comunidade e buscando um lugar para montar seu Circo Pinico sem Tampa. “Lá vem o circo” mostra a peculiar relação entre os palhaços, permeada por situações de amizade, conflitos e conquistas. A programação se encerra com a roda de conversa, um bate-papo entre os artistas e moradores, após o término da apresentação, para identificar as manifestações artísticas existentes nas comunidades e fortalecer as iniciativas culturais dos moradores.

 

Os diretores e artistas da ESLIPA, Richard Riguetti e Lilian Moraes, destacam que o objetivo do projeto é promover a cidadania, os direitos humanos, a inclusão social e o respeito à diversidade humana e cultural das comunidades. “Todas as atividades do projeto serão realizadas em espaços públicos abertos, com o compromisso de promover o diálogo permanente entre os artistas e a comunidade, para identificar, potencializar e valorizar as iniciativas artísticas e culturais de cada região”, explicam os artistas.

Para a Transpetro, “O projeto tem premissas básicas de transformação social, calcadas na formação cidadã, no engajamento  das comunidades, na atuação forte da divulgação dos canais de comunicação e ações e informações preventivas, além do desenvolvimento do senso de pertencimento local”.

O projeto “De Olho no Duto” contemplará 39 comunidades do Rio de Janeiro, vizinhas às instalações dos dutos da TRANSPETRO, entre elas: Itaguaí, Mangaratiba, Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Macaé, Quissamã, Magé, Paracambi, Miguel Pereira, Guapimirim, Rio das Ostras, Carapebus, Campos e Casimiro de Abreu, Paracambi. As apresentações acontecerão durante um período de dois anos, envolvendo mais de 600 atividades artísticas, como oficinas, cortejos, espetáculos e rodas de conversas. Ao todo, estima-se que 150 mil pessoas de todas as idades serão favorecidas. 

Serviço

Dia 10/03
Praia das Pelônias –
Avenida Ilha do Fundão- Bancários
A partir das 14h

Posts relacionados

Cantora Reah faz sua estreia no Carnaval do Rio

Redação

São Gonçalo Shopping promove Oficina de Algodão Doce neste domingo

Redação

Badalado traz Réveillon Taikô para agitar Ano Novo no Rio

Redação

Mondial de la Bière Rio chega à sua sexta edição

Redação

Artista holandês Leon Keer pinta novo mural no Porto essa semana

Redação

Feira inédita reúne produtos “Lá da Serra” no Jardim Botânico

Redação

Deixe um comentário