‘Aos teus olhos’ terá exibição e debate com sua diretora na SBPRJ em 15/6

Uma acusação sem provas pode resultar em consequências imediatas e catastróficas na era digital. Esse é o enredo do filme nacional “Aos teus olhos”, lançado em abril nos cinemas, em que um professor de natação interpretado por Daniel de Oliveira é acusado de beijar um aluno na boca e se torna alvo de linchamento virtual. O drama, que trata de intolerância nas redes sociais e acusação de pedofilia, será exibido em um encontro especial do projeto Psicanálise & Cinema na Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ), no Humaitá, no dia 15 de junho, às 19h30. Em seguida, haverá debate com participação da diretora do longa, Carolina Jabor, e a psicanalista Maria Noel Sertã, da SBPRJ, coordenado pelo psicanalista Luiz Fernando Gallego, também da SBPRJ.

Baseado na peça teatral espanhola “O Princípio de Arquimedes”, o filme ganhou destaque no Festival do Rio 2017, com os prêmios de Melhor Ator (Daniel de Oliveira), Ator Coadjuvante (Marco Ricca, que vive o pai da suposta vítima) e Roteiro (Lucas Paraizo), além de Melhor Filme pelo voto popular. A história gira em torno do carismático e extrovertido Rubens, que dá aulas de natação para crianças em um clube. Querido por todos devido ao seu jeito brincalhão e parceiro, ele se vê em apuros quando um dos alunos, Alex (Luís Felipe Melo), diz à mãe que o professor lhe deu um beijo na boca dentro do vestiário.

O professor, então, é acusado de pedofilia pelos pais do garoto e sofre uma perseguição virtual, que tem início com mensagens transmitidas via WhatsApp e ganha proporções avassaladoras ao invadir o Facebook. Ao longo do filme, que se passa no período de um dia, o público é desafiado a desvendar se o professor é culpado ou inocente. O elenco conta ainda com Malu Galli (diretora do clube), Stella Rabelo (mãe de Alex), Luisa Arraes (namorada de Rubens) e Gustavo Falcão (professor de natação).

“Aos teus olhos” é o segundo longa de ficção da diretora Carolina Jabor, da produtora Conspiração Filmes – o primeiro foi “Boa Sorte” (2014). O filme tem classificação indicativa para maiores de 16 anos e duração de 1h30. O ingresso custa R$ 10 e deve ser reservado com antecedência por meio dos telefones (21) 2537-1333 e 2537-1115 ou pelo e-mail sbprj@sbprj.org.br. As reservas só serão mantidas até 19h20. A SBPRJ fica na Rua David Campista, 80, Humaitá, Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.