24.6 C
New York
junho 16, 2019
Exposição

Afeto Solar

Oficina alunos - Expo Afeto Solar
Oficina alunos - Expo Afeto Solar

Jovens do Cantagalo e Pavão-Pavãozinho expõem em galeria de arte

Obras foram criadas em oficinas com artistas visuais

Alunos do Solar Meninos de Luz, instituição educativa sem fins lucrativos no Cantagalo, estão vivenciando as etapas da criação de uma obra de arte e da montagem de uma exposição. Em fevereiro, adolescentes de 12 a 19 anos de idade participaram de oficinas com sete artistas cariocas. Desde 14 de março, as obras criadas por eles estão expostas na Galeria de Arte Solar, até 13 de abril. Com nome de Afeto Solar, a mostra é o resultado de uma ação solidária que acontece como desdobramento da exposição Casa de Afeto, que esteve em cartaz no local, de 14 de dezembro de 2018 a 23 de fevereiro de 2019.

Até o dia 13 de abril, 20 alunos do Fundamental II e do Ensino Médio mostrarão seus trabalhos. As obras foram realizadas a partir de quatro oficinas, à escolha do aluno: Dobradura de papel, Fotografia artesanal, Arqueologia de objetos ou Novos brinquedos. Ao todo serão expostos 35 trabalhos entre assemblages, objetos, poesia e esculturas. A exposição foi montada em parceria com os artistas Claudia Malaguti, Gilda Lima, Guta Moraes, Hudson Lima, Júnia Azevedo e Ligia Calheiros, com curadoria de Lia do Rio. A coordenação é de Osvaldo Carvalho, com apoio de Matilde Marie Pereira.

OFICINAS

Dobradura de papel – Coordenação: Hudson Lima.
Crianças e adolescentes foram convidados a descobrir a arte da dobradura de papel, com enfoque no conhecimento de geometria, para a criação de objetos inusitados. 

Fotografia artesanal – Coordenação: Guta Moraes.
Um convite a experimentar um processo de impressão de imagens em papel foto sensibilizado, sem uso de câmera fotográfica, por exposição à luz do sol. A escolha das imagens foi  estimulada pela observação das formas e texturas de objetos e vegetais.  

Arqueologia dos objetos – Coordenação: Ligia Calheiros.
Crianças e adolescentes partiram numa aventura para descobrir o que há por dentro dos objetos. Relógios, travesseiros, caixas de som, objetos velhos e fora de uso foram “descascados” e desmontados, como num trabalho de arqueologia. Desse processo resultou a criação de objetos de arte.

Novos brinquedos – Coordenação: Júnia Azevedo.
A partir da colagem de pedaços de brinquedos e objetos quebrados e em desuso, as crianças foram convidadas a criar novos brinquedos e objetos, usando a sua criatividade em busca de novos significados.

GALERIA DE ARTE SOLAR

A Galeria de Arte Solar é a primeira e única galeria estruturada com curadoria e calendário de mostras anual, situada em uma comunidade no Rio de Janeiro. A sala, inaugurada em 2007, já realizou mais de 40 exposições. Só nos dois últimos anos, recebeu mais de nove mil visitantes. As mostras duram dois meses em média e são intercaladas entre as dos artistas convidados pelo curador e as dos alunos do Solar Meninos de Luz. Todo artista que expõe na Galeria é convidado a ministrar uma oficina aos alunos, com o mesmo tema e técnica da sua própria mostra. Os artistas doam 50% do valor alcançado pelas suas obras para a manutenção da instituição.

SOLAR MENINOS DE LUZ

Instituição educativa sem fins lucrativos que atende crianças e adolescentes do Pavão-Pavãozinho e Cantagalo, em Copacabana. O Solar Meninos de Luz completou 35 anos de assistência a famílias e à comunidade, em 24 de dezembro de 2018, e completou, em 18 de agosto de 2017, 26 anos do Programa de Educação Integral para crianças e jovens. Ex-alunos, atualmente já formados e com bons empregos e alunos do Solar tornaram-se  construtores da paz e modelos de autoestima e autonomia, influenciando no crescimento da comunidade. O Solar já provou que brasileiros antes excluídos, se participarem de bons programas de educação, cultura, esporte, saúde e desenvolvimento de valores ético-morais cristãos, em um clima de extremado amor, conquistarão as melhores oportunidades sociais – e poderão se tornar, um dia, assim, como maravilhosos “Meninos de Luz”!

EXPOSIÇÃO CASA DE AFETO

Em cartaz na Galeria de Arte Solar, a mostra reuniu obras de sete artistas cariocas, entre objetos, assemblages, desenhos, fotografias e esculturas, com curadoria de Lia do Rio. Na coletiva participaram: Claudia Malaguti, Clautenes Aquino, Gilda Lima, Guta Moraes, Hudson Lima, Júnia Azevedo e Ligia Calheiros. Com curadoria de Lia do Rio, a mostra ficou em cartaz de 13 de dezembro de 2018 a 23 de fevereiro de 2019. 

SERVIÇO

Exposição Afeto Solar
Artistas: Alunos do Solar Meninos de Luz
Coordenação: Osvaldo Carvalho
Período expositivo: 14/3 a 13/4
Visitas: de 2ª a 6ª feira, das 9h às 18h, e sábados, das 9h às 13h
Entrada franca
Classificação indicativa: livre
www.solarmeninosdeluz.org.br
Local: Galeria de Arte Solar
Tel: (21) 3202-6900
End.: Solar Meninos de Luz – Rua Saint Roman – 149 – Copacabana | Rio de Janeiro
www.solarmeninosdeluz.org.br

ASSESSORIA DE IMPRENSA 

Júnia Azevedo
21 2122 3029 / 9 9124 6358
junia@escritacomunicacao.com.br
www.escritacomunicacao.com.br



Posts relacionados

Galeria Oriente abre três mostras para festejar o seu segundo aniversário

Redação

Tomaz Viana realiza última visita guiada de sua exposição na Caixa Cultural

Redação

Tomaz Viana lança catálogo da exposição Toz – Cultura Insônia na Caixa Cultural Rio de Janeiro

Redação

Exposição fotográfica ‘Narrativa de uma beleza’ no Forte de Copacabana

Redação

Exposição Memória, de Esther Moreira, mostra instigantes paisagens do nosso inconsciente nos Correios/RJ

Redação

Trança Terapia realiza Mostra ´Pé de Ancestralidade’

Redação

Deixe um comentário