Abrolhos – visões de um arquipélago oceânico

Abrolhos – visões de um arquipélago oceânico
Bancada formada por estruturas biogênicas do lado “interno” (sudoeste) da Ilha Redonda. O nivelamento das construções recifais marca o nível médio da maré baixa, fazendo com que a bancada fique exposta durante alguns momentos. Fragatas sobrevoam a ilha, que abriga o maior ninhal dessa espécie no arquipélagoMarco Terranova

O premiado fotógrafo Marco Terranova lança o livro Abrolhos – visões de um arquipélago oceânico.  Apaixonado pelo mar, Terranova conhece o litoral brasileiro como poucos. Transformar os registros fotográficos de Abrolhos em livro é um sonho antigo que se concretiza agora. A publicação, resultado de inúmeras viagens do fotógrafo ao arquipélago, tem patrocínio da Companhia de Navegação Norsul e é editada pela Andrea Jakobsson Estúdio. As fotos que compõem as 220 páginas do livro foram produzidas entre 1996 e 2016.

Capa

Booking.com

“A concepção do livro partiu principalmente para comemorar 20 anos de realização desse trabalho fotográfico, mas também acompanhar as mudanças na região”, diz Marco Terranova. O livro, bilíngue (português – inglês) traz textos sobre o arquipélago que situam o leitor no contexto histórico, geológico e ambiental, assinados por nomes de peso como Carlos Roberto Carvalho Daróz, Ian Fortes, José Carlos Sicoli Seoane, Janaína Zito Losada, José Augusto Drummond e Ana Cristina Freitas. Os capítulos abordam a história da batalha de Abrolhos, a geologia da região, a proteção ambiental e o berçário das baleias, e a biodiversidade no Parque Nacional Marinho dos Abrolhos.  

Rogério Reis, companheiro de profissão que assina o prefácio do livro, ressalta as singularidades e os talentos de Terranova: “Os bons fotógrafos de natureza são também ambientalistas dotados de paciência acima da média quando se trata de esperar o animal desejado. Conscientes da ameaça permanente que representa o desequilíbrio ecológico em curso, produzem imagens para fins educativos, científicos, culturais e artísticos. Assim, cachoeiras, trilhas e escaladas fazem parte do dia a dia de Marco Terranova, para que ele se mantenha ativo, perceptivo e, como ele mesmo diz, ‘busque estar no seu devido lugar’”.

Terranova focou suas lentes na biodiversidade do lugar, em sua atmosfera paradisíaca e principalmente na grande estrela do arquipélago: a baleia jubarte. O fotógrafo obteve registros de interações entre mãe e filhote e entre espécimes na época de acasalamento. É nessa ocasião que as jubarte oferecem o grande espetáculos dos saltos em que projetam no ar suas majestosas 40 toneladas. O capítulo introdutório, escrito pelo escritor e pesquisador Carlos Roberto Carvalho Daróz, descreve com maestria os primeiros registros dos navegadores a serviço de Portugal, a primeira referência escrita sobre Abrolhos e a importante batalha luso-espanhola contra os holandeses no século XVI.

A jubarte é a espécie mais acrobática dentre as grandes baleias. Realiza amplos saltos projetando o seu corpo total ou parcialmente para fora d’água Marco Terranova
A jubarte é a espécie mais acrobática dentre as grandes baleias. Realiza amplos saltos projetando o seu corpo total ou parcialmente para fora d’água
Marco Terranova

Os geólogos Ian Fortes e José Carlos Sicoli Seoane fazem um apanhado geológico do arquipélago – suas composições rochosas, a geomorfologia das ilhas e o Complexo Vulcânico do local. Já Janaína Zito Losada e José Augusto Drummond contam como foi criado o Parque Nacional Marinho dos Abrolhos — PNMA, relatando as impressões de cientistas que por lá passaram, como Charles Darwin e Charles Frederick Hartt. Finalizando, a bióloga Ana Cristina Freitas destrincha a biodiversidade marinha do Complexo Recifal dos Abrolhos e a biodiversidade terrestre do arquipélago.

A Editora
Andrea Jakobsson Estúdio dedica-se desde 2001 ao registro da cultura brasileira por meio de livros de arte. Seu diferencial reside na contratação de autores renomados, com notório saber em suas áreas específicas, seleção de imagens nos acervos das instituições nacionais e internacionais mais significativas e insumos e fornecedores de primeira linha, garantindo uma edição bem cuidada e duradoura. São três as principais áreas de atuação: artes plásticas, meio-ambiente e história do Brasil e do Rio de Janeiro. Já recebeu quatro prêmios Jabuti e um Prêmio Livro do Ano 2010 da Academia Brasileira de Letras.

http://jakobssonestudio.com.br/ 

Abrolhos – visões de um arquipélago oceânico
Formato: 23x28cm
Número de páginas: 220
Papel miolo: eurobulk 150 g/m2
Impressão: 4/4 cores
Capa: em papelão 15 revestido de couché 150 impresso a 4/1 cores
Guardas: supremo 180 preto
Tiragem: 3.000 exemplares
Preço de capa: R$ 120,00
ISBN 978-85-88742-81-9

Booking.com