20.8 C
New York
junho 19, 2019
Exposição

Abertura da exposição “Ville invisible” do fotógrafo Vincent Catala apresenta 24 imagens de uma imersão na periferia carioca

Vernissage com visita guiada e debate com a pesquisadora e professora de Arquitetura da PUC-Rio, Ana Luiza Nobre, dia 13 de junho, quinta-feira, às 19 horas, na Galeria da Aliança Francesa, em Botafogo

A Galeria Aliança Francesa Botafogo abre na quinta-feira, dia 13 de junho, às 19h, a exposição dofotógrafo Vincent Catala com visita guiada e debate com a pesquisadora e professora de Arquitetura da PUC-Rio, Ana Luiza Nobre, na Aliança Francesa Botafogo, Rua Muniz Barreto, 746, Botafogo, Rio de Janeiro – RJ.

A mostra conta com 24 imagens, que retratam o resultado de uma imersão do fotógrafo na periferia carioca, ao buscar retratar a realidade da Colônia Juliano Moreira, um dos muitos bairros sociais construídos a partir de 2009, para realocar os moradores das favelas. No entanto, esse isolamento e os erros políticos já o transformaram em gueto.

Segundo Catala, nesse território de nossa cidade, a presença de construções fantasmagóricas ou inacabadas, paisagens solitárias, a presença furtiva de transeuntes ou personagens ansiosos, são sinais de uma tensão surda e ameaçadora.

O Fotógrafo autodidata, Vincent Catala mora e trabalha no Brasil desde 2012. Ele se interessa pela abordagem de longo prazo de territórios específicos, definidos e opacos, que nos dão uma visão sobre diferentes representações do mundo e a interação entre noções de universalidade estabelecidas através de encontros e geografias precisas.

A mostra fica aberta até o dia 31 de agosto (sábado) com entrada franca!

Vincent Catala
Vincent Catala vive e trabalha no Brasil desde 2012. Ele está interessado na abordagem de longo prazo para territórios específicos, definidos e opacos, que nos dão uma visão sobre diferentes representações do mundo e a interação entre noções de universalidade estabelecidas através de encontros e geografias.

Vincent regularmente aceita comissões públicas ligadas ao urbanismo e arquitetura (Aéroport de Paris, MC & Saatchi Agency …). Ele também colabora em todo o Brasil com a imprensa internacional (Le Monde e M, Télérama, National Geographic, Revista Sunday Times …).

Seu trabalho foi destaque em várias publicações (Revista Zum, Fisheye …) e exposições em Paris, Amã e Rio de Janeiro. A Galerie VU apresentou uma seleção de fotografias de sua série brasileira no Grand Palais no contexto da Paris Photo (2017).

Ana Luiza Nobre
A pesquisadora e professora de Arquitetura da PUC-Rio, Ana Luiza Nobre a realizar uma visita guiada com debate. Doutora em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2008) com Graduação em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986), Mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1998) e Especialização em Tecnologia, Arquitetura e Cidade em Países em Vias de Desenvolvimento pelo Politecnico di Torino, Itália (1995), Ana Luiza atua na área de História, Teoria e Crítica da Arquitetura e da Cidade, com ênfase na produção moderna e contemporânea.

Aliança Francesa
Com 133 anos de atividades no Brasil, a Aliança Francesa é uma referência no idioma e sem dúvida, a instituição mais respeitada e conhecida do mundo, quando o assunto é a difusão da língua francesa e das culturas francófonas. Possui, atualmente, mais de 830 unidades em 132 países, onde estudam cerca de 500.000 alunos. Na França, ela conta com escolas e centros culturais para estudantes estrangeiros. O Brasil tem a maior rede mundial de Alianças francesas com 37 associações e 68 unidades.

É a única instituição no Brasil autorizada pela Embaixada da França, a aplicar os exames que dão acesso aos diplomas internacionais DELF e DALF, reconhecidos pelo Ministério da Educação Nacional francês. A Aliança Francesa também é centro de exames oficial para aplicação de testes internacionais com validade de dois anos TCF (Teste de Conhecimento do Francês) e TEF Canadense (Teste de Avaliação de Francês) e do teste nacional com validade de um ano Capes (reconhecido pelas agencias CAPES e CNPq do MEC).

A Aliança Francesa no Brasil desenvolve parcerias com inúmeras empresas francesas e brasileiras, além de ser um ator essencial do diálogo cultural franco-brasileiro.

A Aliança Francesa do Rio de Janeiro oferece 25% de desconto em todos os cursos regulares, Ateliês, Seniors, entre outros para os servidores estaduais e municipais do Rio de Janeiro.

Serviço:

Exposição “Ville invisible” do fotógrafo Vincent Catala
Local: Galeria da Aliança Francesa – Rua Muniz Barreto, 746, Botafogo
Vernissage e encontro com a pesquisadora Ana Luiza Nobre: 13 de junho de 2019 (Quinta-feira), às 19h
Encerramento da mostra: 31 de agosto (Sábado)
Horário: De 2ª a 6ª, de 10h às 19h – Sáb, de 08h às 12h
Entrada franca.

https://www.agencevu.com/photographers/photographer.php?id=322

www.rioaliancafrancesa.com.br

https://www.facebook.com/aliancafrancesarj

https://www.youtube.com/user/aliancafrancesarj

https://www.instagram.com/rioaliancafrancesa/

Posts relacionados

Simone Cadinelli Arte Contemporânea inaugura exposição do artista baiano Tiago Sant’Ana

Redação

Museu da República abre exposição “Fora/Dentro”, de Raul Mourão

Redação

“A Pequena África e o MAR de Tia Lúcia” inaugura no Museu de Arte do Rio

Redação

Oi Futuro abre a exposição OLAMAPÁ, de Katie Van Scherpenberg

Redação

A Arte Delas: projeto Marina Monumental celebra a produção das mulheres nas artes plásticas

Redação

“A Arte nos Bastidores” com foco na temporada do musical “Elza” no Teatro Riachuelo

Redação

Deixe um comentário