2.1 C
New York
fevereiro 23, 2019
Exposição

“A Arte nos Bastidores” com foco na temporada do musical “Elza” no Teatro Riachuelo

Entre a ideia e os aplausos, um verdadeiro time de artistas, técnicos e profissionais se esforça para criar a magia que encanta e inspira plateias todas as semanas no Teatro Riachuelo Rio, o principal palco das montagens musicais apresentadas na cidade. Prestes a completar dois anos, a casa se estabeleceu como um verdadeiro celeiro criativo deste segmento no país, já considerado o terceiro maior produtor de musicais do mundo, e estreou espetáculos, como “Romeu & Julieta”, “Ayrton Senna, o musical”, “Suassuna – O Auto do Reino do Sol”, “Auê” e “VAMP, o musical”.

Com curadoria da Aventura Teatros, foi lançado o “A Arte nos Bastidores”, uma iniciativa de artes visuais voltada a apresentar os caminhos, intimidades e detalhes da criação teatral ao público.A primeira mostra gratuita da série foi sobre o musical “Romeu & Julieta”, e nesta segunda edição, está sendo inaugurada a mostra com foco no musical “Elza”.

“Quem for ao Teatro Riachuelo Rio para assistir o musical Elza, também poderá ver uma breve exposição, onde estão destacados 12 fatos marcantes na trajetória de Elza Soares. Fatos esses que estão presentes na dramaturgia do texto do espetáculo. O projeto contém também fotos marcantes e históricas da vida dela, cedidas pelo Arquivo Nacional”, diz Vinícius Calderoni, autor do espetáculo.

A mostra apresenta uma breve biografia, com os principais destaques da carreira da cantora Elza Soares, cujo musical vem sendo aclamado pela crítica especializada, e segue em cartaz nesse mesmo teatro, com produção da Sarau Agência, de quinta a domingo. Já a exposição, pode ser visitada de terça a sábado de meio dia às 20h e domingos e feriados de meio-dia às 19h.

A trajetória de Elza Soares é sinônimo de resistência e reinvenção. Quem visitar a exposição  poderá descobrir curiosidades da carreira da cantora, como onde ela nasceu: Vila Vintém, nos anos 30, filha de Avelino e Rosária, e viveu uma infância pobre, mudando-se posteriormente para o bairro de Água Santa, onde o pai passou a trabalhar numa pedreira e a mãe como lavadeira.

Aos 14 anos, já casada e mãe de dois filhos, Elza tentou a sorte no programa de calouros de Ary Barroso, na Rádio Tupi, onde impressionou a todos cantando “Lama” e disse sua frase emblemática ao ser perguntada de onde vinha: “Vim do Planeta Fome”. O Teatro Riachuelo convida a todos para uma viagem pelas múltiplas facetas de Elza Soares, seja visitando a exposição ou assistindo ao musical “Elza”, que retrata a biografia de uma das maiores cantoras do mundo.

Serviço:

A arte nos bastidores- Exposição Elza Soares
Teatro Riachuelo Rio – Rua do Passeio, 40
Aberta para o público
Horário de visitação:
Terça a sábado: 12h às 20h
Domingos e feriados: 12h às 19h
Entrada gratuita
Até 30 de Setembro

Posts relacionados

Museu da República abre exposição “Fora/Dentro”, de Raul Mourão

Redação

Curador realiza visita guiada como encerramento de exposição

Redação

Fim de Semana no MAST com atividades realizadas somente no sábado

Redação

Casa das Caldeiras abre inscrições para Programa de Residência Artística de 2019

Redação

Luciana Caravello Arte Contemporânea abre a primeira exposição do ano com obras de seu acervo

Redação

Exposição Celacanto traz fotos do Rio de Janeiro visto a partir do mar

Redação

Deixe um comentário