22.5 C
Rio de Janeiro
novembro 17, 2018
Teatro & Dança

Zigg & Zogg reestreia na Casa de Cultura Laura Alvim

Depois de ser palco em teatros do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina e no exterior; e ser escolhido como teatro referência para crianças pela Secretaria de Educação de São Paulo, o premiado espetáculo ZIGG & ZOGG, da Cia.2 de Teatro, comemora 15 anos em cena, no Teatro da Casa de Cultura Laura Alvim, que é um espaço da Secretaria de Estado de Cultura e FUNARJ.

ZIGG & ZOGG, para o público infantil, criado pela Cia.2 de teatro,  estreou, em 2003, em Santiago do Chile, onde recebeu o prêmio de melhor espetáculo infanto-juvenil no Ëntepola¨, e desde então, vem desenvolvendo uma carreira Internacional com grande êxito por diversos países: Argentina, Peru, México, Tunísia, Turquia, Colômbia e Venezuela, além de festivais pelo Brasil.

Foi palco do Teatro SESI Rio, na Casa de Cultura Laura Alvim, Theatro Net Rio, Teatro Maria Clara Machado e Lonas e Arenas Culturais do Rio.

Quando apresentou na Casa de Cultura Laura Alvim em 2012, foi indicado entre os cinco melhores espetáculos pela Revista Veja Rio e em terceiro pelo Rio no Teatro.
Em outros estados do Brasil, foi apresentado no 11º Fenatib de Blumenau, no 16º Festival Alterosa de Teatro Infantil de Belo Horizonte  e no interior de Minas Gerais.

Foi palco pela Arenas e Lonas Culturais da  Prefeitura do Rio, premiado pelo I PROGRAMA DE FOMENTO À CULTURA em 2014, edital da SMC-Secretaria Municipal de Cultura do Rio.

Em 2016, foi palco pelos SESCs Teresópolis, Campos, Niteroi, Petropolis, Ramos e Nova Friburgo e, pelo segundo ano consecutivo, foi palco pelo PROJETO ARCELOMITAL DE CULTURA, apresentando nas cidades de Juiz de Fora, Belo Horizonte e Sabará.

Em 2019, o espetáculo, será conhecido pelo Ensino básico – do Fundamental I e II, das Escolas Públicas de São Paulo, como teatro referência para crianças, através de livros impressos e digitalizados pela Editora Moderna, que é o único espetáculo do Rio de Janeiro, estabelecido nos livros, que serão distribuídos para os alunos daquele estado, onde será tema de redações.

¨Zigg & Zogg¨ não tem falas. Trata-se de um trabalho gestual que utiliza os recursos da pantomima, do clown, com interferências das artes plásticas, música, dança contemporânea, ilusionismo, animação de objetos, e linguagem do teatro de imagens com gestos típicos dos desenhos animados. ¨É o ideal para DEFICIENTES AUDITIVOS E SURDOS por não ter texto.

Pontuada por uma trilha sonora composta por músicas experimentais e clássicos de Schubert, Bach, Tchaikovsky, entre outros, a peça é encenada seguindo a linguagem dos cartoons e traz referências das antigas comédias do cinema mudo, como  O Gordo e o Magro e Charlie Chaplin.

A peça mostra ao público infantil como dar cor e brilho a um mundo em preto e branco. Os dois personagens confusos e perdidos entre pilhas de jornais velhos, em um ambiente onde não há presença de cores, descobrem através da criatividade e da imaginação, como transformar os jornais em objetos, flores, e brinquedos, e a partir daí, transformam também o ambiente onde vivem trazendo cor e alegria às suas vidas.

O espetáculo, com duração de 50  minutos, não possui uma faixa etária específica: para os pequeninos tem um visual instigante, para os mais “crescidinhos” uma mensagem profunda. De bebês a adultos, todos ficam atentos e se divertem.

Elenco: Gustavo Rizzotti(Zigg) e Bruno Caldeira(Zogg)
Autoria: Gustavo Rizzotti
Maquiagem,figurinos,trilha sonora, iluminação e concepção: Gustavo Rizzotti
Direção: Gustavo Rizzotti
Diretor de produção e divulgação: Frederico Magella

¨ZIGG & ZOGG¨ da Cia.2 de Teatro, com Gustavo Rizzotti(ZIGG) e Bruno Caldeira(ZOGG)- Direção de Gustavo Rizzotti-Casa de Cultura Laura Alvim- Avenida Vieira Souto,176. Ipanema.190 lugares -Classificação indicativa: livre-50 minutos-Telefone 2332-2015- de 10 de novembro a 02 de dezembro às 16 horas. R$40,00

Trata-se de um trabalho gestual que utiliza os recursos da pantomima, do clown, com interferências das artes plásticas, música, dança contemporânea, ilusionismo, animação de objetos, e linguagem do teatro de imagens com gestos típicos dos desenhos animados.

Posts relacionados

Obra de Eduardo Galeano inspira atriz Nena Inoue na peça Para Não Morrer

Redação

“Pança” estreia no Teatro Glauce Rocha

Redação

Isadora Ribeiro volta aos palcos comemorando 30 anos de carreira com o espetáculo “Diário de Bordo”.

Redação

Deixe um comentário