Zezé Motta é a próxima convidada da série “Na batida do samba”

O  Teatro Sesi Centro recebe no próximo dia 17 de maio, terça-feira, às 12h 30,  Zezé Motta. A cantora e atriz vai interpretar alguns de seus maiores sucessos, como “Senhora Liberdade” (Wilson Moreira e Nei Lopes). Ingressos R$ 10,00.

Projeto lançado em 2016, em homenagem ao centenário do mais genuíno gênero musical brasileiro, “Na Batida do Samba” é fruto da parceria do SESI Cultural com o jornalista, escritor e ator Haroldo Costa e os produtores culturais Ciro Pereira e Lene DeVictor.

“Na Batida do Samba” consiste na exibição de vários capítulos da rica história do samba, em suas diversas modalidades, estilos e andamentos: Samba do Estácio, Samba da Lapa, Samba Exaltação, Sambalanço, Samba-Canção, Bossa-Nova, Partido Alto e Samba-Enredo.

ZÉZÉ MOTTA
Maria José Motta nasceu em Campos (RJ), em 1944 e, aos dois anos, transferiu-se com a família para o Rio. Estudou no Tablado e começou sua carreira como atriz em 1967, estrelando a peça “Roda Viva”, de Chico Buarque, sob a direção de José Celso Martinez Corrêa. Atuou, a seguir, em espetáculos como “Fígaro, Fígaro”, “Arena conta Zumbi” e “Orfeu negro”.

A cantora surgiu em 1971, como crooner das casas noturnas Balacobaco e Telecoteco (SP). Produzida por Guilherme Araújo, apresentou-se no Museu de Arte Moderna (MAM-RJ). Lançou LPs como “Zezé Motta” (1978), “Negritude” (1979), Dengo” (1980), “Frágil Força” (1985) e, com Paulo Moura, Djalma Correia e Jorge Degas, “Quarteto Negro” (1987).  Representou o Brasil, a convite do Itamaraty, em shows em Hannover (Alemanha), Carnegie Hall de Nova York (EUA), França, Venezuela, México, Chile, Argentina, Angola e Portugal.

Como atriz, participou de filmes como “A rainha diaba”, “Vai trabalhar vagabundo”, “A força de Xangô” e “Chica da Silva”, que a consagrou internacionalmente e pelo qual recebeu vários prêmios. Em televisão, fez  novelas como “Corpo a corpo”, “Pacto de sangue”, “A próxima vítima” e “Corpo dourado” e as minisséries “Memorial de Maria Moura” e “Chiquinha Gonzaga”, da Rede Globo, e “Mãe-de-santo”, da Rede Manchete.

Data: 17 de maio, terça-feira, às 12h 30
Local: Teatro SESI – Av. Graça Aranha, 1 – Centro  – Telefone: 2563-4163
Lotação: 338 lugares | Metrô: Estação Cinelândia (saída Santa Luzia)
Ingresso: R$ 10,00 | Classificação etária: livre
Idealização, Direção Artística e Apresentação: Haroldo Costa
Coordenação Geral e Produção: Lene DeVictor
Coordenação Musical: Ciro Pereira | Realização: SESI Cultural

DEIXE UM COMENTÁRIO