XIII Festival de Teatro da Cidade do Rio de Janeiro homenageia o ciador do projeto, Eduardo Marins

No dia 19 de agosto, começa a festa no teatro carioca: o XIII Festival de Teatro Cidade do Rio de Janeiro chega ao palco do histórico Teatro Princesa Isabel, com doze espetáculos adultos e oito infantis. O evento é patrocinado pelo terceiro ano consecutivo pela Araújo Abreu, empresa que marca presença no cenário artístico brasileiro ao investir e dar oportunidade aos novos talentos. Pela primeira vez, a direção-geral é da Jessica Marins, filha do produtor cultural e criador do projeto, Eduardo Marins.

Prêmio Arlequim
A comissão julgadora desta edição será formada pelo diretor e ator Claudio Handrey e os atores e produtores Juliana Stuart, Claudio MeloDenise ZuzianneBruna Campello José Eudes. O júri elegerá entre os grupos, os ganhadores do Prêmio Arlequim, troféu do festival nas categorias: atores protagonistas e coadjuvantes, diretores, cenógrafos, figurinistas e iluminadores, além dos melhores espetáculos que também ganharão uma temporada com todas as despesas pagas na programação de teatro profissional do Rio de Janeiro. A cerimônia de premiação ocorrerá na semana seguinte ao encerramento da programação e será apresentada pela atriz e jurada do festival, Denise Zuzianne, e o ator Fernando Reski.

Ao longo das edições, o Prêmio Arlequim já foi concedido a inúmeros novos talentos e também a nomes consagrados como Camilla Amado que participou deste festival, assim como Aderbal Freire-Filho, Lázaro Ramos, Luiz Carlos Maciel Lionel Fischer. Entre os espetáculos ganhadores dos últimos anos, nota-se uma grande diversidade, como o vencedor de 2013, “Brainstorming Anônimos”, uma comédia meta-teatral escrita por uma nova dramaturga e voltada ao público jovem; ou o escolhido em 2012, “Uma História Oficial”, pesquisa de um grupo a partir da América Latina e que, após participar do festival, foi indicada ao Prêmio Shell; e ainda uma montagem do clássico brasileiro “Álbum de Família” de Nelson Rodrigues em 2011.

(Clique nas imagens para ampliar)
[justified_image_grid]


Histórico e homenagem a Eduardo Marins
Em 1994, Eduardo Marins criou o Festival de Teatro Cidade do Rio de Janeiro, com um formato diferente do atual, mas sempre prestigiando a descoberta de novos talentos das artes cênicas. O evento permaneceu como ponto alto da programação cultural carioca durante três anos consecutivos e, em 2006, retornou com a edição em homenagem ao centenário de Pascoal Carlos Magno. Desde então, o projeto é reconhecido como o principal festival de teatro da capital, sendo o único a premiar a melhor montagem com uma temporada real em um teatro de prestígio.

Em 2009, chegou a capital paulista o Festival de Teatro Cidade de São Paulo, produzido também pelo Eduardo Marins. O produtor cultural dedicou seus últimos anos a procura de novos talentos, tentando introduzir os artistas no meio profissional desde suas primeiras apresentações nos festivais. Em 2012, tivemos uma edição comemorativa de 10 anos do Festival de Teatro Cidade do Rio de Janeiro, onde o Eduardo criou um novo programa em seu projeto: a Mostra Especial.

Nesse ano, além da tradicional Mostra Competitiva, o Rio recebeu dez companhias de todo o Brasil, com passagem, hospedagem e alimentação custeadas pela produção do evento, para apresentar sua arte no Teatro Princesa Isabel. A Mostra Especial foi uma verdadeira vitória para o Eduardo, que sempre lutou pelo crescimento e visibilidade de seu evento, uma vez que esse seria o primeiro passo para ajudar os artistas participantes.

Em abril de 2015, o Eduardo faleceu subitamente devido à um câncer que desconhecia, deixando o Arlequim após doze edições de sucesso do Festival de Teatro Cidade do Rio de Janeiro. É com grande orgulho e, ao mesmo tempo, pesar, que damos continuidade ao projeto em homenagem ao seu criador, que lutou por isso durante toda a sua vida.

[wpdm_package id=’43856′] [wpdm_package id=’43853′]


Programação da Mostra Adulta

Quartas, quintas e sextas, às 21 horas

19 de agosto: Tieta, Um Musical do Agreste (Zaira Zambelli Produções Artísticas Ltda.)
20 de agosto: Meu Nome É Ernesto! (Primitivos)
21 de agosto: Dois Perdidos Numa Noite Suja (Quebra Perna Produções)
26 de agosto: Solúvel (Cordão Popular Companhia de Teatro)
27 de agosto: Quenga! Quenga! Quenga! (Revoada Cia D’Arte)
28 de agosto: O Que Será De Nós Daqui a 4 Anos? (Grupo de Teatro Os Arteiros)
2 de setembro: As Desgraças de uma Criança (Escolhidos da Ribalta)
3 de setembro: Piratas O Musical – A Última Moeda (Artistando)
4 de setembro: Filhos das Ruas (Cia Duarthe)
9 de setembro: O Rinoceronte (Cia. Camarim de Teatro)
10 de setembro: Nada Me Aflige (Contra Bando de Teatro e Outras Patifarias)
11 de setembro: Cabaret Paradise (Cia. Teatral de Comédia Abreu Monteiro Muniz)

Programação da Mostra Infantil
Sábados e domingos, às 16 horas

22 de agosto: Frozen – Uma Aventura Na Neve (Martins Franco Produções Artísticas)
23 de agosto: Oficina da Criação (Cia. Tudo Encena)
29 de agosto: O Cravo e A Rosa (Cia. Carioca de Teatro)
30 de agosto: Cinderela, Num Sonho de Cristal (Grupo Pipa)
5 de setembro: Chapeuzinho Vermelho em uma Louca Aventura (GTDA)
6 de setembro: Brincando de Brincar (Sousa@Souza Produções)
12 de setembro: Eu Acredito em Contos de Fadas (CBP)
13 de setembro: Princesas e o Mistério de Feiurinha (Cia Teatral Mini Famosinhos)

Premiação
Quarta, às 21 horas
16 de setembro: Solenidade de Premiação, com os três melhores indicados de cada categoria e a entrega do Prêmio Arlequim para os melhores atores, atrizes, cenógrafos, figurinistas, iluminadores, diretores, produtores e espetáculos.

Serviço
XIII Festival de Teatro Cidade do Rio de Janeiro
Datas: De 19 de agosto a 13 de setembro de 2015
Horários: Quartas, quintas e sextas, às 21h (adulto) e sábados e domingos, às 16h (infantil)
Local: Teatro Princesa Isabel

Endereço: Avenida Princesa Isabel, 186 – Copacabana – Rio de Janeiro, RJ

Telefone: (21) 2275-3346

Ingressos (todos os espetáculos): R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia entrada)

Bilheteria aberta de terça a domingo a partir de 15h

Verifique a classificação indicativa de cada espetáculo.
Mais informações no site: www.premioarlequim.com.br

DEIXE UM COMENTÁRIO