A vida dela

Comédia dramática sobre reencontro de irmãos reestreia no Teatro Municipal Café Pequeno, no Leblon

A Vida Dela (foto: Fernanda Tomaz)
A Vida Dela (foto: Fernanda Tomaz)

Após a estreia em Copacabana, em abril deste ano, com ótimo retorno de público e crítica especializada, a comédia dramática ‘A Vida Dela’ volta ao circuito dia 04 de junho, no Teatro Municipal Café Pequeno, no Leblon, cumprindo curta temporada até dia 26 de junho, com sessões aos sábados e domingos às 20h.

Em 2011, a escritora carioca, radicada em São Paulo, Priscila Gontijo escreveu a peça “A Vida Dela”, projeto idealizado pela atriz Isabel Gueron. Dramaturga e roteirista, com textos encenados entre o eixo Rio/São Paulo, Gontijo retrata no texto atual as angústias do reencontro entre três irmãos numa família disfuncional: Izabel, uma professora de artes, especialista em teatro do absurdo, escreve textos teatrais que nunca foram encenados; Jonas, cineasta, sobrevive de filmes publicitários. Um dia, eles recebem um telefonema do pai que os informa que o irmão caçula, Eduardo, engenheiro desempregado, está com um distúrbio mental grave marcado pelo conflito com a realidade e que apenas eles podem ajudá-lo.

Isto faz com que Jonas, Izabel e Eduardo retornem à casa paterna e ao convívio diário, o que não ocorria desde a infância, com o trio tendo que lidar com as excentricidades um do outro. Esse reencontro abre aquele doloroso arquivo afetivo que eles gostariam de manter fechado. Na situação, porém, não há como se esquivar. É essa convivência intricada que a peça aborda. Por mais árduo que seja, há reciprocidade aqui e também afeto. O Pai, escritor, se faz presente apenas pelo som ininterrupto de sua máquina de escrever.

Izabel carrega uma mala cheia de adereços cenográficos, Jonas leva o iPad para editar seu novo filme publicitário, o pai tranca-se no quarto junto de sua antiga Olivetti. Eduardo é o caçula solitário que rompeu com as tradições familiares. Ele só possui um amigo, o eletricista que conserta o fio de alta tensão da rua. Eduardo é o único irmão que não cumpriu a sina artística e que está à margem da família e da própria sociedade.

Nesse reencontro, traumas e ressentimentos vêm à tona e o que parecia ser a crise de apenas um dos irmãos reverbera em todos. A direção é de Delson Antunes.

Priscila Gontijo consegue, com seu texto ácido e bem humorado, expor as agruras do ser humano contemporâneo, equilibrando-se entre seus desejos e cobranças sociais.  O que esperamos da vida? O que esperam de nós?“Essas questões surgem no ambiente familiar, entre irmãos, que se tornam cúmplices, mesmo quando não querem. Certas coisas só um irmão é capaz de entender. O Texto é sobre isso também”, conclui Priscila.

A Vida Dela (foto: Fernanda Tomaz)
A Vida Dela (foto: Fernanda Tomaz)

SINOPSE

A Vida Dela é uma comédia dramática sobre o reencontro de três irmãos. Jonas, Izabel e Eduardo retornam à casa paterna e ao convívio diário, o que não ocorria desde a infância, com o trio tendo que lidar com as excentricidades um do outro. Esse reencontro abre aquele doloroso arquivo afetivo que eles gostariam de manter fechado. Na situação, porém, não há como se esquivar. É essa convivência intricada que a peça aborda.  Por mais árduo que seja, há reciprocidade aqui e também afeto. O Pai, escritor, se faz presente apenas pelo som ininterrupto de sua máquina de escrever.

SERVIÇO

Local: Teatro Municipal Café Pequeno
Endereço: Av. Ataulfo de Paiva, 269 – Leblon
Telefone: 21 2294 4480
Dias: 04 a 26 de junho (sábados e domingos)
Horário: 20h
Classificação: 14 anos 
Ingresso: R$ 40 inteira /R$ 20 meia
Bilheteria: quarta a domingo a partir de 16h 
Capacidade: 80 lugares
Duração: 70 minutos
Nº de apresentações: oito

Ficha técnica: 

Texto: Priscila Gontijo
Gênero: Comédia Dramática
Direção: Delson Antunes
Assistente de direção: Renata Caldas 
Consultoria: Walter Lima Jr. 

Elenco:
Isabel Gueron  (Izabel)
Rodolfo Mesquita (Eduardo)
Vandré Silveira (Jonas)

Trilha Sonora: Rodrigo Maranhão
Iluminação: Fernanda Mantovani e Tiago Mantovani
Cenário: José Dias
Figurino: Luisa Marcier
Direção de movimento: Ana Bevilacqua
Programação Visual: Gio Vaz 
Fotos: Fernanda Tomaz 
Produção: Pagu Produções Culturais 

DEIXE UM COMENTÁRIO