Viagem pelo interior do Brasil em “Identidades Rurais”

Identidades Rurais traz imagens surpreendentes

Quem mora nos grandes centros urbanos e não conhece o interior do Brasil pode até imaginar como é viver nessas comunidades, mas para descrever essa sensação é preciso ter contato com o dia-a-dia de pessoas que têm uma vida simples e privilegiada ao dividir o cotidiano com a natureza.

Cinco jovens fotógrafos do Rio de janeiro foram em busca de retratar o meio rural. O resultado dessa experiência está no livro Identidades Rurais, trabalho realizado através de uma parceria com o Instituto Souza Cruz e Ímã Produções e Promoções Artísticas. A publicação será lançada no dia 2 de junho, no Museu de Arte do Rio (MAR), com uma exposição de fotos.identidades_rurais

O belíssimo trabalho tem a coordenação do fotógrafo e cientista social Gustavo Stephan. Os profissionais AF Rodrigues, Fábio Teixeira, Fernanda Dias, Ratão Diniz e Valda Nogueira estiveram no interior de nove estados e captaram imagens que mostram a realidade rural.   

Na “Canção do Exílio”, Gonçalves Dias, revela os valores naturais do Brasil. “Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá; As aves, que aqui gorjeiam, Não gorjeiam como lá. Nosso céu tem mais estrelas, 
Nossas várzeas têm mais flores, Nossos bosques têm mais vida, Nossa vida mais amores”. 

O poema foi escrito em 1849 quando Gonçalves Dias cursava a Faculdade de Direito em Coimbra, Portugal. As palavras do autor descrevem o sentimento de quem conhece a vida rural e encontra-se em uma grande cidade.

O livro Identidades Rurais mostra, através das fotografias, momentos de quem mora no interior do imenso Brasil. As cenas captadas ajudam a refletir sobre os costumes daqueles que vivem distante da movimentação das grandes cidades. 

Serviço
Lançamento do livro Identidades Rurais
Data: 02 de junho
Horário: das 10h às 17h
Local: Museu de Arte do Rio (MAR) – Praça Mauá – Zona Portuária do Rio de Janeiro

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui