Valéria Martins estreia “Redoma” no Sesc Copacabana 

Performance dirigida pela artista cria narrativa através de objetos cotidianos

Redoma (foto: Cabbet Araújo)
Redoma (foto: Cabbet Araújo)

De 19 a 23 de agosto o Espaço Sesc Copacabana recebe o espetáculo Redoma. Com concepção e direção de Valéria Martins, a montagem cria em sua narrativa cênica a partir de objetos, deslocando-os do seu uso cotidiano, limites e contornos. Com caráter de performance, cada sessão apresenta um resultado diferente da outra, construindo Imagens e materialidades que fogem do comum.

Um performer com um banco de madeira e elásticos extensores elabora um jogo pleno de fragmentos coreográficos. Sem ter controle de como os elementos se comportarão, o performer se prende, retesa, transcende gêneros, incorpora animais.

Redoma 42 (Cabbet Araújo)
Redoma 42 (Cabbet Araújo)

O corpo está em resistência, mas não em sofrimento, se recompõe e se engaja em partituras e repetições onde o público é cúmplice. A ação cênica aborda questões sobre [olhar e ver] [aprisionamento e soltura] [compartilhamento e solidão] [exilamento e pertencimento].

Com um figurino totalmente dourado inspirado nos cobertores usados pelos exilados em trânsito, o performer desenha com seu corpo a cada dia sua poética que pode incluir caranguejos, Iemanjás, camas de gato, velhas em um lago e ilhas perdidas.

Que qualidades de movimento são produzidas por um corpo preso por elásticos? E por cordas? Onde o corpo atlético atravessa o corpo circense e o do bailarino? Como diluir o uso da força em prol da fluidez e leveza?

Valéria Martins atua há 32 anos na área de cultura com consolidada carreira na linguagem do circo e projetos multidisciplinares. Por 24 anos também foi diretora artística, de produção, figurinista e empresária da Intrépida Trupe.

Seu trabalho é norteado pela pesquisa e diversidade, tendo fomentado muitas ações de intercâmbio, produção e ações efetivas.

Como resultados felizes e bem sucedidos:

Projeto Coleções, coleções em campo, Zona de Lançamento apresentados em locais e eventos de precioso valor cultural: Palácio Gustavo Capanema-RJ / Inhotim-MG / Parque Lage-RJ/Mostra de Arte de São Paulo-SP / Quadrienal de Praga – Prêmio Triga de Ouro–República Tcheca / Campo de Santana-RJ / Museu de Arte do Rio – MAR-RJ.

Guilherme Veloso é acrobata, professor de aéreos e ex-atleta olímpico, atuante em circo há 9 anos e estudioso de dança há 8 anos. Fundador da Base Dinâmica, espaço que prioriza a pesquisa e estudo de movimento em circo e dança e sua diversidade no sentido mais amplo possível. O espaço se tornou referência para os melhores profissionais da cidade, bem como intercâmbios internacionais e diálogos com universidades. Foi intérprete-criador em Projeto Coleções e Zona de Lançamento, de Valéria Martins.

FICHA TÉCNICA

Concepção, Direção e Pesquisa: Valéria Martins
Performer e Pesquisa: Guilherme Veloso
Fotos: Cabbet Araújo
Identidade Visual: João Roma e Vitor Lifsitch – Studio UmporUm 
Produção Executiva: Cida de Souza e Damiana Guimarães 

SERVIÇO

Espetáculo Redoma
Data: De 19 a 21 de agosto de 2016
Dias e horários: 6ª feira às 21h, sábado às 18h e 21h, domingo às 20h
Local: Mezanino do Sesc Copacabana
Ingressos: R$ 5 (associado do Sesc), R$ 10 (meia), R$ 20 (inteira)
Endereço: Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, Rio de Janeiro
Informações: (21) 2547-0156
Bilheteria: aberta de terça a domingo, das 15h às 21h
Classificação indicativa: 10 anos
Duração: 60 minutos
Lotação: 52 lugares
Gênero: Performance cênica

DEIXE UM COMENTÁRIO