Um passeio histórico por Engenho de Dentro

Praça do Trem (Divulgação)
Praça do Trem (Divulgação)

Engenho de Dentro, um bairro que traz nuances do Rio de Janeiro antigo, com muitas construções do século XIX. Em que moradores se encontram no fim de tarde nas calçadas para conversar. Onde a bola de futebol quica pelo chão de paralelepípedo e faz a alegria dos “peladeiros”. Mas o bairro também sofreu algumas mudanças, remodelado pelas obras estruturais da cidade, como a construção da via expressa Linha Amarela e do estádio Olímpico Nilton Santos (o Engenhão). Antes uma parte de três engenhos da época do império, o Engenho de Dentro atualmente detém uma das mais antigas estações de linha férrea da cidade. Será sob estas narrativas que os professores da Estácio Rodrigo Rainha e William Martins se debruçarão no dia 26 de junho para contar detalhes do bairro, em mais um passeio gratuito do Rolé Carioca, o quarto do ano.  Quem quiser saber mais sobre estas e outras preciosidades históricas do bairro, é só chegar às 9h da manhã em frente ao estádio Engenhão, ponto de encontro do passeio e onde a equipe do Rolé Carioca estará presente.   

O roteiro pensado pelos professores seguirá o seguinte traçado: Engenhão, Museu do Trem, Estação do Trem do Engenho de Dentro, Igreja Nossa Senhora da Conceição e São José, Associação Cristã de Moços (ACM), Hospital Pedro II e Praça Amambaí. Com duração de aproximadamente 2h30min, o passeio conduzirá o público presente à história e curiosidades do bairro, como o bloco O Que é Que Vou Dizer Lá Em Casa e a escola de samba Arranco do Engenho de Dentro, a origem do nome Engenho de Dentro, a arquitetura marcante do Hospital Pedro II, as moradias caracterizadas pela construção da casa em cima das lojas, entre outras pérolas deste bairro que é um achado histórico  dentro do subúrbio carioca.

Um outro ponto a se destacar é o Museu de Imagens do Inconsciente, localizado no Instituto Nise da Silveira. Criado em 20 de maio de 1952, no Centro Psiquiátrico Pedro II (atualmente chamado Instituto Municipal Nise da Silveira), no Engenho de Dentro, Rio de Janeiro, por iniciativa da psiquiatra Nise da Silveira. Quem viu recentemente o filme Nise da Silveira – A Senhora das Imagens, com Glória Pires, poderá saber mais sobre o estabelecimento criado pela médica.

Não deixe de ir e chamar os amigos para participar, pois fatalmente perderão o trem da história – como diz Jorge Benjor na música homônima ao bairro, “Engenho de Dentro, quem não saltar agora, só em Realengo”.

 

foto: Pedro Kirilos - Riotur
foto: Pedro Kirilos – Riotur
Estrada de Ferro D. Pedro 2 em 1881( BN Digital)
Estrada de Ferro D. Pedro 2 em 1881( BN Digital)

PONTOS A SEREM VISITADOS

Engenhão – Estádio Nilton Santos
Construído para os Jogos Pan-Americanos de 2007, foi erguido pela prefeitura no antigo terreno da Rede Ferroviária Federal e encontra-se arrendado ao Botafogo até 2027.  Inicialmente inaugurado como Estádio Olímpico João Havelange, o local teve seu nome mudado a pedido do Botafogo em fevereiro de 2015, tornando-se então Estádio Nilton Santos em homenagem ao ex-jogador do clube.

Praça do Trem
A ideia é revitalizar as construções do passado para dar ao local uma unidade. A grande área de convivência, com cerca de 40 mil metros quadrados, será construída ao lado do estádio (feito em parte do terreno das antigas oficinas ferroviárias). E o projeto utilizará justamente os galpões — hoje símbolo do abandono — como ponto de atração dos moradores para a praça. Prevista para ser inaugurada em 2015, a obra da nova praça incluirá, ainda, paisagismo, instalação de um mobiliário urbano, reparos de drenagem e reforma das calçadas.

Museu do Trem
0 Museu do Trem, administrado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Rio de Janeiro (Iphan-RJ), foi inaugurado em fevereiro de 1984. Instalado no antigo galpão de pinturas de carros da Estrada de Ferro Pedro II que após a proclamação da República passou a se chamar Estrada de Ferro Central do Brasil, localiza   se nas oficinas do Engenho de Dentro, bairro que se desenvolveu a partir da ferrovia. Reformado e adaptado, o galpão abriga um valioso acervo, que vai de mobiliário até locomotivas.

Estação do Engenho de Dentro
Foi inaugurada em 1873. No local se estavam as oficinas da Central (depois RFFSA). Também está localizado nas cercanias o museu do Trem, no qual se encontra a mais antiga locomotiva do Brasil, a Baroneza, que inaugurou a linha de Guia de Pacobaíba em 1854.

Igreja Nossa Senhora da Conceição e São José
Desde a época em que funcionava do outro lado da estação, em uma capela provisória, até a aquisição, em 1919, do atual terreno, a paróquia sempre contou com o esmero de paroquianos para, em 1956, enfim, ser edificada a atual igreja matriz. Com criatividade, conseguiram arrecadar fundos para a obra. Os moradores mais antigos da região contam que o primeiro pároco, cônego Antonio Jerônimo de Carvalho Rodrigues, construiu no terreno um pequeno parque de diversão, então chamado de mafuá, e juntava o dinheiro proveniente da bilheteria.

ACM
Fundada em Londres, Inglaterra, em 6 de junho de 1844, a Young Men Christian Association (YMCA) / Associação Cristã de Moços (ACM) foi criada por um grupo de jovens, entre eles George Williams, durante a Revolução Industrial. A ACM – Engenho de Dentro foi fundada em 1983 com objetivo de atender a família, e a comunidade com suas atividades de esporte lazer e atividades sociais. No terreno onde está localizado a ACM era o famoso cinema Belair que tendo lugar para aproximadamente mil pessoas fazia a alegria dos moradores da região até a década de 1970.

Hospital Pedro II
O Hospício Pedro II, inaugurado no Rio de Janeiro em 1852, foi o primeiro hospital psiquiátrico do Brasil e o segundo da América Latina. Até o início do século XIX, os “alienados mentais” não recebiam qualquer tipo de tratamento. Se fossem calmos ficavam vagando pelas ruas, se fossem agressivos ficavam presos e acorrentados em cadeias.Somente nos meados do século XIX é que as Santas Casas de Misericórdia brasileiras passaram a receber e cuidar de doentes psiquiátricos.

Linha Amarela
A Linha Amarela faz parte do projeto das linhas policromáticas elaborado pela equipe do urbanista grego Constantínos Apóstolos Doxiádis a pedido do governador do extinto estado da Guanabara, Carlos Lacerda. Que originalmente foi projetado por Lúcio Costa para ser uma linha de metrô ligando o bairro do Méier a Barra da Tijuca. A via expressa, inaugurada em 1997, também faz parte deste plano que consiste na construção de vias de trânsito rápido em 5% do território do município do Rio.

Praça Amambaí
De tamanho médio e aconchegante, a praça é bem conservada, tem playground, jardins e mesas, onde muitos idosos passam as manhãs no jogo de cartas. Sem falar na arborização em abundância! Uma área de lazer valiosíssima, que dá prazer em saber que existe e que continua dentro dos padrões normais de funcionalidade. As casas no entorno da Praça Amambaí e ao longo da Rua Alberto Leite são construções dos tempos áureos do subúrbio: casas amplas, varandas enormes, muros baixos, arquitetura exclusiva e, na grande maioria delas, a figura de algum santo religioso no topo da fachada

ROLÉ – 4ª EDIÇÃO
“O Rolé Carioca é um sistema integrado de comunicação de conteúdos históricos” – assim o projeto é definido por um dos diretores do Estúdio M’Baraká, idealizador e realizador do projeto. Inaugurado em 2013, o Rolé Carioca já atingiu a marca de 70 km percorridos em 21 passeios gratuitos, promovendo as histórias da cidade para um público estimado em 15 mil participantes. Hoje o projeto conta com um portal com informações sobre todos os passeios: www.rolecarioca.com.br – onde também são encontrados artigos, entrevistas, dicas culturais e curiosidades sobre os bairros.

Novidades no Rolé 2016
Este ano, o projeto Rolé Carioca terá uma série de desdobramentos: inauguração da série “Rolezinho Carioca”, com duas edições formatadas para alunos da rede pública; uma exposição e mais três passeios extras temáticos. Também será lançando um guia impresso, para que cariocas e visitantes possam dar seus Rolés pelo Rio sempre que quiserem.

Os outros locais (bairros) escolhidos para em que o Rolé vai passar nesta quarta temporada são:  Copacabana, Circuito Porto, Del Castilho e Laranjeiras. O local do último passeio, será escolhido por votação no site do projeto (www.rolecarioca.com.br), o público é que vai decidir, entre os roteiros já realizados, onde quer passear.

Os passeios se consolidam em 2016 como uma das opções mais interessantes de conhecer a história da cidade. A experiência sensorial de percorrer os locais e a transmissão oral do conhecimento fizeram com que o público se apropriasse do Rolé Carioca. Além da história e curiosidades sobre os locais visitados, o público acaba percebendo problemas atuais: conservação de seu patrimônio, mobilidade urbana, gentrificação, trânsito, paisagens naturais etc. E o Rolé Carioca acaba contribuindo para que o público faça um inventário afetivo do município, proponha mudanças e faça cobranças à administração pública. Assim, juntos, público e evento seguem reescrevendo a história e zelando pela cidade.

Calendário do Rolé 2016

  • Santa Teresa – 24 de abril
  • Maracanã – 22 de maio
  • Urca Especial Rolé do Amor – 12 de junho
  • Engenho de Dentro – 26 de junho
  • Copacabana – 31 de julho
  • Del Castilho – 28 de agosto
  • Circuito Porto – 25 de setembro
  • Laranjeiras – 30 de outubro
  • Bairro + Votado no site – 27 de novembro

PATROCINADORES
Pelo quarto ano, os patrocinadores do Rolé são a Prefeitura da Cidade do Rio, a Secretaria Municipal de Cultura e a Universidade Estácio, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, destacando seu curso de história. Como copatrocinador e abrindo espaço para mais amores cariocas, está o site de relacionamento Par Perfeito. A H. Strattner é apoiadora do projeto.

Estácio
Um dos maiores e mais conceituados grupos de ensino superior da América Latina, a Estácio atua há 46 anos no país. A instituição possui cerca de 5 mil funcionários, corpo docente de 9 mil professores e mais de 500 mil alunos matriculados. Está presente em 22 estados e no Distrito Federal. Com mais de 90 campus, a instituição oferece diversos cursos presenciais e à distância de Graduação Tradicional, Tecnológica e Licenciatura nas áreas de Ciências Exatas, Biológicas e Humanas, cursos de pós-graduação lato sensu presenciais e à distância, cinco cursos de Mestrado e três cursos de Doutorado (Direito, Odontologia e Educação), avaliados com elevados conceitos de qualidade pelo MEC (Capes), educação corporativa e cursos de extensão. A Estácio aposta na tecnologia e na inovação como diferenciais que ampliam e transformam as oportunidades de aprendizado dos seus alunos e proporcionam as melhores soluções para as empresas e seus colaboradores.

Parperfeito
O site de relacionamento Par Perfeito tem o prazer de patrocinar o projeto do Rolé Carioca 2016, pois acreditamos que o Rolé tenha a mesma essência que o nosso site de relacionamento: uma ocasião para unir pessoas num contexto de diversão e cultura. Além disso, não podemos esquecer que o Par Perfeito é 100% carioca, o que resultou em apoiarmos um projeto que visa explorar os cantos menos conhecidos dessa cidade maravilhosa!

H. Strattner
H. Strattner oferece produtos e serviços inovadores na área da saúde. Tem forte participação no desenvolvimento da medicina no país através da promoção e patrocínio de cursos, simpósios e congressos que visam difundir conhecimento para diversas especialidades médicas e regiões do país. “Iniciamos nossa empresa no Rio e poder apoiar um projeto tão bacana como o Rolé Carioca, que oferece cultura, lazer e integração entre diferentes pessoas é uma grande alegria”.

Secretaria Municipal de Cultura
A Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro acredita no poder de integração da atividade artística. Por isso, investe no fomento à arte e à cultura e na qualificação de sua extensa rede de equipamentos culturais, que conta com quase 60 equipamentos, entre teatros, centros culturais, museus, bibliotecas, lonas e arenas espalhados por toda a Cidade. Com uma política pública focada na territorialização dos investimentos e das ações, a Secretaria Municipal de Cultura busca democratizar o acesso ao financiamento público para a Cultura e oferecer apoio para fazedores de todas as regiões da Cidade.

REALIZAÇÃO

Estúdio M’Baraká
Criado por Isabel Seixas e Diogo Rezende, o estúdio M’Baraká completa 10 anos em 2016.  O estúdio tem foco na criação e planejamento de projetos culturais misturando arte, estratégia e design. O estúdio desenvolve projetos multiplataformas a partir da interação com parceiros de diferentes segmentos, e se destaca por sua metodologia que envolve um criterioso atendimento às etapas de criação, pesquisa, planejamento estratégico e direção de arte. Desde 2013, a economista Larissa Victorio faz parte da sociedade. Os projetos do grupo se diferenciam e os sócios acreditam na criação de experiências relevantes, que gerem conhecimento e valor para seus públicos.

www.mbaraka.com.br

Divulgação

SERVIÇO

Rolé Carioca – Engenho de Dentro
Dia 26 de junho – domingo, às 9h
Grátis – Sem inscrições
Duração: aproximadamente 2h30min
Contato: 21 22085952

DEIXE UM COMENTÁRIO