Um drama em três versões para “Palavras da chuva”, de Tennessee Williams

Peça apresentada na Capital retratando as dores do amor e do abandono é protagonizada por três duplas de atores – um casal heterossexual e outros dois homossexuais (masculino e feminino) – em diferentes sessões nos dias 14, 15 e 16 de setembro, no Teatro Bruno Kiefer

Clique na imagem para salvar em alta resolução. Crédito: Luan Cardoso
Clique na imagem para salvar em alta resolução. Crédito: Luan Cardoso

Para se aproximar do entendimento da peça As Palavras da Chuva talvez seja necessário conhecer antecipadamente a proposta do grupo Teatro da Rotina. A montagem, que será apresentada noPorto Alegre Em Cena, entre os dias 14 e 16 de setembro, no Teatro Bruno Kiefer, é um bom exemplo do trabalho da companhia (coletivo dedicado à pesquisa e produção de obras performáticas). O roteiro versa sobre um casal encharcado pela chuva que lentamente devaneia sobre amor e abandono, com boa dose de loucura. Em As Palavras da Chuva, o auge da experimentação foi criar uma peça em três gêneros.

As Palavras da Chuva apresenta uma investigação psicanalítica sobre tempos afetivos, com dois personagens delirantes. E esse casal, na verdade, são três. Na direção de Leonardo Medeiros, o texto de Tennessee Williams ganhou versões homossexuais (masculino e feminino). Assim, o público pode assistir ao alucinado e encharcado diálogo entre um casal homem/mulher, homem/homem e mulher/mulher. As três versões serão apresentadas em sequencia, com dez minutos de intervalo, durante o festival.

Sobre um palco sombrio e totalmente em água rasa, como não poderia deixar de ser, o texto menos conhecido de Tennessee Williams é jogo com a relação sensorial entre espectador, palco e obra teatral. Em São Paulo, a peça esteve em cartaz na sede da companhia ininterruptamente de novembro de 2014 até maio de 2016.

A obra
Talk to Me Like the Rain and Let Me Listen, de Tennessee Williams (autor de Um Bonde Chamado Desejo e Gata em Teto de Zinco Quente) é repleto de evocações ao poder simbólico da água e as relações do líquido primordial com a doutrina psicanalítica, levando horas à vida, horas ao sexo e outros sentimentos.

O perfil do diretor
Leonardo Medeiros, mais conhecido como ator de cinema e TV, é diretor desde os anos 1980, tendo dirigido mais de 15 peças de teatro desde então. Fundou em 2012, com um grupo de jovens atores paulistas, o Teatro da Rotina, coletivo dedicado à pesquisa e produção de obras performáticas.

Ficha técnica
Direção: Leonardo Medeiros / Texto: Tennessee Williams / Elenco: Antonio Motta, Bia Paganini, Letícia Tomazella, Marcos Reis e Matheus Prestes/ Iluminação: Beto Bruel / Trilha sonora original: Edson Secco / Cenografia: Leonardo Medeiros / Figurino: Rafaela de Oliveira / Realização: Teatro da Rotina / Duração: 55 minutos (cada versão do espetáculo) / Recomendação etária: 16 anos

SERVIÇO

AS PALAVRAS DA CHUVA – CHUVA G – CHUVA L (SP)

Inspirada em obra de Tennessee Williams, com direção de Leonardo Medeiros, realização do Teatro da Rotina e atuação de Antonio Motta, Bia Paganini, Letícia Tomazella e Marcos Reis

Dias 14, 15 e 16 de setembro

Quarta, quinta e sexta, às 18h

Teatro Bruno Kiefer – Casa de Cultura Mário Quintana (Rua dos Andradas, 736 – Centro)

Ingressos (válidos para assistir às três versões em um mesmo dia)

R$ 80 inteiro/ RS 40 promocional*

Vendas

Site: www.ingressospoaemcena.com.br

Telefone: (51) 3030.1500 (ramal 512): de segunda a sexta, das 9 às 18h

Loja Myticket do Moinhos de Vento (Rua Padre Chagas, 327, loja 6): de segunda a sexta, das 9h às 18h; e sábados, das 10h às 15h.

Formas de pagamento

Na loja My Ticket: dinheiro, Visa e Master (crédito e débito) – em uma parcela.

Internet: Visa, Master e Dinners – em até três parcela (com taxa de conveniência de 20% sobre o valor da compra). A entrega dos ingressos será feita por e-mail até 30 minutos após a finalização da compra.

*Desconto promocional de 50% válido por CPF para

– Estudantes, professores e classe artística (1 ingresso)*****
– Pessoas com deficiência (1 ingresso)****
– Pessoas com mais de 60 anos (1 ingresso)
– Clube do Assinante ZH (até 2 ingressos)**
– Clientes do Cartão Petrobras (até 2 ingressos)**
– Força de trabalho da Petrobras (até 2 ingressos)*
– Clientes da Panvel (1 ingresso)**
– Comerciários SESC (1 Ingresso)***
– Funcionários da Prefeitura Municipal de Porto Alegre (1 ingresso)*
– Funcionários da Braskem (1 ingresso)*

– Funcionários do sistema FIERGS (1 ingresso)*

*mediante apresentação do crachá
**mediante apresentação do cartão
*** mediante apresentação da carteira do SESC
****mediante documento ou laudo comprobatório

******meia-entrada para estudantes: em conformidade com a lei 14.612 é necessária apresentação de Carteira de Identificação Estudantil, bem como documento de identidade.

DEIXE UM COMENTÁRIO