Última semana da exposição “Tatuagens urnamas e o imaginário carioca” no Museu Histórico Nacional

A exposição fica em cartaz até 01 de Agosto

Foto: Bruno Veiga

As “calçadas de pedras portuguesas”, tipo de pavimentação que ganhou as ruas da Europa e chegou a Brasil pela mão dos portugueses,  são as protagonistas da exposição que fica em cartaz até 01 de agosto, no Museu Histórico Nacional.

A exposição TATUAGENS URBANAS E O IMAGINÁRIO CARIOCA, parte das celebrações dos 450 anos do Rio de Janeiro, é apresentada pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro,através da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, e o Comitê Rio450.

A exposição está dividida em três módulos: histórico (com acervos de várias instituições, como o Museu da Cidade de Lisboa, Museu da Cidade e Castro Maya, além de registros relacionados aos calçadões de Copacabana e Ipanema), com curadoria de Solange Godoy; o módulo calceteiro, que contará com acervo do Museu dos Moldes de Lisboa, além de fotografias e filmes de várias épocas; e o módulo imaginário carioca, que reúne objetos inspirados nas calçadas do Rio de Janeiro.

Além de fotos históricas de Lisboa, Manaus, Brasília e do Rio de Janeiro (antigas e atuais), a exposição reúne instrumentos, mapas e peças assinadas por designers como  Lia Siqueira, Chicô Gouveia, Jacqueline Terpins,  Isabela Capeto, Leny Niemeyer, Antonio Bernardo, Oscar Niemeyer e Burle Max.

Nos dois meses em que ficou em cartaz, a exposição promoveu ainda um Curso de Qualificação de Mestres Calceteiros, com ​aulas ministradas por ​ mestres que trabalham na Prefeitura de Lisboa. O objetivo da Prefeitura foi reciclar o grupo de calceteiros e garantir a qualidade do assentamento de pisos em pedra portuguesa na cidade. Um seminário, realizado no Museu, discutiu caminhos e soluções para a questão da acessibilidade X adaptação das calçadas de pedras portuguesas.

No dia 01, no encerramento da mostra, o grupo de formandos do Curso vai construir uma nova calçada em frente ao Museu Histórico Nacional, reproduzindo com as pedras portuguesas o desenho  vencedor do  concurso realizado entre os alunos da Escola de Artes do Parque Lage.

TATUAGENS URBANAS E O IMAGINÁRIO CARIOCA
Museu Histório Nacional de 12 de julho a 01 de Agosto
Praça Marechal Âncora, s/nº
Próximo à Praça XV

Horários: Aberto ao público de 3º a 6º feira, das 10h às 17h30 e aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h. Não abrimos ao público nas segundas feiras, mesmo que seja feriado

Ingressos: R$ 8,00 (oito reais)Aos domingos, a entrada é franca.
Estão isentos de pagamento (mediante comprovação): crianças até cinco anos de idade; sócios do ICOM- InternationalCouncilofMuseum; funcionários do IPHAN e do IBRAM; alunos e professores das escolas públicas federais, estaduais e municipais; brasileiros maiores de 65 anos; guias de turismo e estudantes de museologia. Alunos agendados da rede particular de ensino e brasileiros entre 60 anos e 65 anos pagam a metade do valor. Disponível, ainda, ao valor de R$ 20,00 (vinte reais) o ingresso família, com direito a dois adultos e dois estudantes.

mhn.comunicacao@museus.gov.br
https://www.facebook.com/ MuseuHistoricoNacionalRJ
Telefones: 55-21-3299.0324 (Recepção), 3299.0311 (ASCOM) e 3299.0321 (Direção) .

Agendamento para visita guiada de grupos escolares: 21-32990360/61 ou 52 ou do emailmhn.educacao@museus.gov. br

DEIXE UM COMENTÁRIO