Turnê nacional do Guns N´Roses, UFC e outros espetáculos internacionais podem ser pagos com Dotz

Grande parte dos brasileiros reduziu ou até eliminou os gastos com o lazer para ajustar o orçamento ao atual momento econômico. Mas é difícil resistir a alguns eventos. A nova turnê do Guns N’ Roses é um deles. Os shows acontecerão em 8/11, em Porto Alegre, dias 11 e 12 em SP, 15/11 no Rio, 17/11 em Curitiba e dia 20, em Brasília. Para garantir que o público não perca esse show histórico, a produção decidiu aceitar a troca de Dotz, pontos do maior programa de fidelização do varejo brasileiro, por ingressos. A próxima edição do UFC, em Brasília, também vai adotar a mesma estratégia.

“Esses dois grandes eventos internacionais mostram uma tendência que vem se consolidando no mercado cultural de forma geral. É preciso se adaptar à realidade econômica do país. Para o público, uma dica é ganhar Dotz nas despesas cotidianas, como supermercado, posto de gasolina e farmácia, e aproveitar para trocar por divertimento”, diz Leandro Torres, Diretor Regional da Dotz.

Com a atual instabilidade econômica, o brasileiro tem cortado despesas e focado nas contas essenciais: alimentação e saúde. Quem não abre mão de diversão está encontrando formas de curtir sem gastar dinheiro. Cada vez tem mais gente usando pontos de programa de fidelidade para garantir ao lazer. A Dotz, que tem 19,4 milhões de clientes no país, registrou aumento de 94% nas trocas de pontos por itens ligados ao entretenimento, no comparativo entre janeiro e agosto de 2015 e o mesmo período desse ano.

Angélica Moreira da Silva, de 46 anos, é um deles. Ela troca todos os Dotz que acumula por sessões de cinema ao lado do marido. A administradora carioca está entre os 39% de brasileiros que deixaram de gastar com lazer para manter itens prioritários, como alimentação, transporte e saúde, de acordo com a pesquisa nacional da Boa Vista Serviço Central de Proteção ao Crédito. A estratégia de Angélica ganha cada dia mais adeptos. “É muito bom, num momento de crise, poder se divertir sem gastar nada”, garante ela, que já fez mais de 44 trocas por ingressos no cinema.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO