Tuca Andrada estrela o show “Orlando Silva – Nada Além” no Teatro Oi Casa Grande

Orlando Silva Nada Além (foto: Aline Macedo)
Orlando Silva Nada Além (foto: Aline Macedo)
O show “Orlando Silva – Nada Além” é composto por 21 músicas marcantes da carreira desse grande cantor brasileiro, entre elas “Carinhoso”, “Atire a primeira pedra”, “Lábios que beijei”, “Sertaneja”, “Aos pés da cruz”, “Abre a janela”, “Nada Além”. No palco, junto com Tuca Andrada estarão cinco músicos convidados: Berval Moraes (contra baixo), João Bittencourt (piano e acordeon), Cassius Theperson (bateria), Caio Cezar Sitonio (violão) e Rodrigo Revelles (sax alto e flautas). Nos poucos diálogos com a plateia, Tuca fará menção de uma época, da importância de Orlando Silva para a música brasileira, de como influenciou toda uma geração, incluindo Lúcio Alves, Ciro Monteiro, João Gilberto e Caetano Veloso. Com direção musical de Marcelo Alonso Neves, direção artística de Inez Viana e direção de produção de Claudia Marques, o show “Orlando Silva – Nada Além” será apresentado em três únicas apresentações nos dia 13 e 14 de agosto, sábado às 21:30h e domingo às 17h e 19:30h, no Teatro Oi Casa Grande.
 
– O cara gravou tudo de melhor. Estou contente por prestar essa homenagem e mostrar o Orlando pelos olhos do Tuca. Esse show é uma demonstração de paixão pelo Brasil, de amor pelo nosso país. Em um momento em que estamos precisando muito disso –, diz Tuca Andrada, que está gravando “A Lei do Amor”, próxima novela das 21h da TV Globo.
 
Em 2004, Tuca Andrada estrelou o musical “Orlando Silva – O cantor das multidões”, que fez grande sucesso. Por mais de 3 anos, viajou em turnê por mais de 40 cidades e foi visto por cerca de 300.000 pessoas, com temporadas prorrogadas no Rio e em São Paulo.
 
– Naquela ocasião, Tuca prestava uma linda homenagem ao cantor das multidões cantando seu repertório e contando um pouco a história de Orlando e dos anos dourados da Rádio Nacional, entre outras. Agora, com o show estamos mais livres para cantar e tocar seu repertório, sem preocupação com duração ou formato específico para dramaturgia. Talvez, após seus 100 anos de nascimento estejamos mais próximos do que seria uma apresentação do Orlando Silva –, diz o diretor musical Marcelo Alonso Neves.
 
Orlando Silva não é apenas mais um grande cantor brasileiro, ele é um divisor de águas dentro da MPB. Perdeu o pai cedo, vitimado pela gripe espanhola e logo teve que começar a trabalhar para o sustento da família. Já nessa época era conhecido pelos vizinhos e amigos por sua voz ímpar e sempre foi incentivado a tentar a carreira no rádio. Foi descoberto pelo compositor Bororó, nos corredores da Radio Cajuti, que imediatamente o apresentou a Francisco Alves que impressionado com a sua voz resolveu lança-lo. Foi sucesso imediato e a cada canção lançada na sua voz seu prestígio aumentava. Era uma mistura de Francisco Alves e Silvio Caldas, os dois grandes nomes da época, mas imprimia um estilo próprio que encantava as plateias. É reconhecido não só como um excelente cantor, mas como um criador dentro da musica brasileira. Todas as gerações de cantores depois dele foram influenciadas pelo seu canto e por sua força interpretativa. Orlando Silva influenciou artistas como João Gilberto e Caetano Veloso e se pode encontrar ecos de sua arte até hoje em dia.

– Orlando Silva foi ídolo absoluto de uma época, e que deveria estar até hoje sendo homenageado junto à Frank Sinatra, Billie Holiday e Edith Piaf, só para citar outros gênios nascidos em 1915, mesmo ano que Orlando nasceu –, comenta a diretora Inez Viana. 
Roteiro musical do show “Orlando Silva – Nada Além”
 
Pour Vous Madame – Erastótenes Frasão e Cristóvão de Alencar
Cidade Brinquedo – Silvino Neto e Plínio Bretas
A Jardineira – Benedito Lacerda e Humberto Porto
Abre a Janela – Arlindo Marques Junior e Roberto Roberti
Preconceito – Marino Pinto e Wilson Batista
Curare – Bororó
Sertaneja – Rene Bitencourt
Magoas de caboclo – J. Cascata e Leonel Azevedo
Lábios que beijei – J. Cascata e Leonel Azevedo
Carinhoso – João de Barro e Pixinguinha
Súplica – Deo, Jose Marcilio e Otavio Gabus Mendes
Nada Além – Custódio Mesquita e Mário Lago 
Meu consolo é você – Nassara e Roberto Martins
Rosa – Otavio de Souza e Pixinguinha
Dama do Cabaré – Noel Rosa
Errei Erramos – Ataulfo Alves
Aos pés da cruz – Marino Pinto e Zé da Zilda
Atire a primeira Pedra – Ataulfo Alves e Mario Lago
Alegria – Assis Valente e Durval Maia
Céu Moreno – Uriel Lourival
Nada Além – Custódio Mesquita e Mario Lago
 
Ficha técnica
 
Show: “Orlando Silva – Nada Além”
Intérprete: Tuca Andrada
Direção Musical: Marcelo Alonso Neves
Direção Artística: Inez Viana
Direção de Produção: Claudia Marques
Roteiro: Fabrício Branco
Músicos: Berval Moraes (contra baixo), João Bittencourt (piano e acordeon), Cassius Theperson (bateria), Caio Cezar Sitonio (violão) e Rodrigo Revelles (sax alto e flautas)
Direção de Arte: Claudia Marques
Iluminação: Ana Luzia Molinari De Simoni
Assessoria de Imprensa: Ney Motta
Realização: Fábrica de Eventos
 
Serviço
 
Teatro Oi Casa Grande. Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon, Rio de Janeiro. tel. 2511-0800
Únicas apresentações: 13 e 14 de agosto
Horários: Sábado (13/8) às 21:30h e Domingo (14/8) às 17h e 19:30h
Ingressos: Plateia Vip – R$ 100,00 inteira e R$50,00 meia / Plateia – R$ 80,00 inteira e R$ 40,00 meia / Balcão – R$60,00 inteira e R$30,00 meia / Camarote – R$ 100,00 inteira e R$ 50,00 meia
Bilheteria: 3ª e 4ª das 15h às 20h, 5ª e 6ª das 15h às 21h30, sábado das 12h às 22h e domingo das 12h às 19h30
Capacidade de público: 950 lugares
Duração: 70 minutos
Classificação: Livre

DEIXE UM COMENTÁRIO