Trio Djansa lança, dia 7 de janeiro, seu EP de estreia com show na Casa da Gávea

Sérgio Granha e Wellington Coelho formam o trio com Iury Lucarna

Trio (Foto: Marcos Hermes)
Trio (Foto: Marcos Hermes)

No início de janeiro, o Trio Djansa faz o lançamento de seu EP, o primeiro trabalho que marca a parceria dos músicos Iury Lucarna (vocal e composições), Sérgio Granha(guitarra e baixo) e Wellington Coelho (percussão). O trio, criado a partir do encontro de três integrantes da atual formação do grupo Farofa Carioca, no qual Sérgio e Wellington são dois dos fundadores, promete um show dançante, cheio de suingue e experimentações.

Nos dias 7 e 21 de janeiro, o Trio Djansa faz os shows de lançamento do EP, na Casa da Gávea, RJ. Com influências de reggae, salsa, rock e samba rock, além das quatro canções inéditas do EP, também estão no repertório músicas que estão em fase de finalização, como “Champanhe”, “Se liga amor“ e “Cerebral” (todas de Iury Lucarna), além de “Jacaré” (Sérgio Granha e Seu Jorge). Os shows contarão com Carlos Moura (trombone), como músico convidado (parceiro nas faixas do EP) e Morgan Stern, que faz participação especial (pesquisador e músico americano é parceiro de Wellington no estudo de ritmos africanos).

Na primeira semana de janeiro, chegam às redes sociais e aos canais de distribuição de música por streaming (Deezer, Spotfy, etc.) as quatro faixas do EP: “Por toda Guanabara”, “O Véio”, “Pode chegar” e “Pra que lembrar”, todas de autoria de Yuri Lucarna. Até junho de 2016, a banda pretende lançar um álbum.

Como nasceu o Trio Djansa
O primeiro encontro dos três músicos se deu em 2013, quando o Farofa Carioca gravou a música “Pode chegar”, composta por Iury Lucarna. Nessa ocasião, os três começaram a se aproximar. Em 2014, Wellington organizava todo mês um sarau num bar na Barra da Tijuca, onde Sérgio e Iury também eram presenças constantes.

As afinidades e interesses musicais começaram a se dar em outros encontros informais que os três músicos faziam.  Em julho de 2015, Iury passou a ser integrante fixo do Farofa Carioca. Em paralelo a agenda de shows e compromissos do Farofa, Sérgio, Iury e Wellington seguiam se encontrando para tocar, despretensiosamente, até que começaram a surgir novas músicas.

Foi também nesses encontros que surgiu o nome Djansa, que significa “saudação”, nascido a partir de um papo entre Wellington e Iury. O nome é inspirado no ritmo africano Djansa e no djamb, um instrumento de percussão.

Iury Lucarna, voz e composições
Começou na música aos 15 anos, na igreja evangelica. Começou a compor com 18 e montou algumas bandas, de black music, reggae, rap, rock.ç, onde gravou algumas de suas musicas.

Mas foi nas noites e bares que Iury se aprofundou na música, aperfeiçoando o som.

Em 2013 conheceu Sergio Granha e Wellinton Coelho atraves de um amigo, Alex Silveira Monteiro. onde formaram o Trio Djanja.

Sérgio Granha, na guitarra
Formado em engenharia, trabalhou em supermercado e foi feirante. Cheguei a ter uma lutieria, que construía instrumentos musicais.

Em 1996, trabalhou no teatro, com uma peça sobre Orestes Barbosa, que foi apresentada no Teatro Casa Grande. Dali surgiu o Farofa Carioca, grupo no qual que está até hoje. No Trio Djansa, ele troca o baixo pela guitarra e vê o projeto como oportunidade de uma nova experiência musical, a ser compartilhada com todos.

Wellington Coelho, na percussão
Nasceu em família de músicos. Seu avô tocava sax e seu tio, que o criou, era seresteiro.

Começou profissionalmente em 1988, no grupo cultural Agbara Dudu, com o qual gravou o único LP de blocos afro do Rio, “Terreiros e Quilombos”. Paralelamente ao trabalho como músico, Wellington era educador nos CIEPs da Mangueira, Belfort Roxo, São João de Meriti e na Fundação São Martinho. Também participou da mostra “África”, realizada no CCBB-Rio.

Em 1998, ajudou a criar a banda Farofa Carioca. Atualmente, integra a formação da banda e toca no projeto de rock Mr. Catra & os Templários. Junto com Sérgio Granha e Iury Lucarna criou o Trio Djansa.

Janeiro de 2016.

Serviço Show Trio Djansa:

Data: Dias 7 e 21 de janeiro de 2016 (quintas-feiras)
Local: Casa da Gávea
End: Praça Santos Dumont, 116 – sobrado – Gávea
Site: http://www.casadagavea.org.br/
Abertura da Casa: 20 horas
Horário do Show: 21 horas
Capacidade: 130 pessoas
Tel para informações: (21) 2239-3511
E-mail: casadagavea@terra.com.br
Classificação etária: 12 anos
Preços: R$ 15,00 (meia e lista amiga) e R$ 30,00 (inteira)
Formas de pagamento: Cartões de débito ou dinheiro
Local de venda de ingressos: Na bilheteria da casa (de 2ª a 6ª, das 10h às 20h; sábados e domingos, das 17h às 22h). 

Trio Djansa é:

Iury Lucarna
(vocal e composições)
Sérgio Granha (guitarra e baixo)
Wellington Coelho (percussão)

Faixas do EP Trio Djansa
“Por toda Guanabara” (Iury Lucarna)
“O Véio” (Iury Lucarna)
“Pode chegar” (Iury Lucarna)
“Pra que lembrar” (Iury Lucarna)

Ficha Técnica – EP Trio Djansa
EP gravado no Estúdio Z (gravado por Stanley Zvaig)
Mmixado por Paulo Cima no Estúdio Sol
Masterizado no The Mastering Studio, Nashville, EUA.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui