Terrorismo no cotidiano & Psicanálise: Um bate-papo

A Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ), com o intuito de dialogar com outras áreas do conhecimento e aspectos da vida cotidianapromoverá, no dia 5 de outubro, em parceria com o Midrash Centro Cultural, um bate-papo para reflexão sobre o terrorismo como fenômeno histórico, sociológico, psicanalítico e da cultura de massa. Participarão da discussão o jornalista e escritor Arthur Dapieve, o sociólogo da Educação Jaílson de Souza e Silva e o psicanalista da SBPRJ Bernard Miodownik, com mediação da psicanalista Maria Fernanda Borges, do Departamento de Difusão da Formação Psicanalítica da SBPRJ. 

 

Para Arthur Dapieveo impulso terrorista encontra, na cultura de massa, um campo fértil para a “espetacularização” de seus atos. Estabelece-se, então, na visão dele, uma dinâmica perversa entre o terrorismo e a curiosidade. 

“Vivências aterrorizantes estão presentes, em maior ou menor escala, ao longo do desenvolvimento emocional de todos os indivíduos e são parte integrante do desamparo primordial dos seres humanos. A partir dessa premissa, busca-se refletir, do ponto de vista psicanalítico e sociológico, no cotidiano e nas suas diversas manifestações nos planos individual e coletivo”, diz Bernard Miodownik. 

O evento ‘Terrorismo no Cotidiano & Psicanálise: Um Bate-Papo’ será no dia 5/10/16, às 20h, no Midrash (Rua Venâncio Flores, 184, Leblon). O ingresso custa R$ 30. Informações e reservas por e-mail: secretaria@midrash.org.br.

DEIXE UM COMENTÁRIO