Solar de Botafogo recebe Fleeting Circus e Clashing Clouds para o Dia da Música

Segunda edição do festival promove a música autoral

Fleeting Circus (foto: Carolina Caffé)
Fleeting Circus (foto: Carolina Caffé)

O 18 de junho é dia de celebrar a música, e o Rio de Janeiro não poderia ficar de fora. A Cidade Maravilhosa e São Paulo serão palcos da efervescente cena independente, apresentando trabalhos autorais em vários espaços culturais – é o festival Dia da Música. Um desses palcos é o do Solar de Botafogo, que recebe as bandas Fleeting Circus e Clashing Clouds. Expoentes do rock made in Rio, elas vão apresentar as canções de seus bem recebidos discos.

Quem abre a noite é a Fleeting Circus, a partir das 20h. O show marca o encerramento da turnê de seu primeiro álbum, homônimo, fechando um ciclo que começou em Nova York, quando a banda lançou o trabalho em 2014. De lá para cá, a Fleeting conquistou uma nova maturidade sonora, que vai explorar no próximo trabalho, já em fase de pré-produção.

Formada em 2011, no mesmo ano a Fleeting Circus começou a conquistar espaço na mídia com o lançamento de seu EP, que chegou a ter a canção “Fake Station” incluída na trilha sonora da novela Guerra dos Sexos, da TV Globo. Em 2014, a vivência que a estrada e os palcos trouxeram para a Fleeting Circus fez com que o disco de estreia se tornasse inevitável. Produzido pela própria banda, o álbum passou pela mixagem de Matt Wallace, que produziu trabalhos como “Angel Dust”, do Faith No More e “Songs About Jane”, do Maroon 5. E foi masterizado por Jonathan Wyner, que colaborou em vários álbuns de David Bowie, incluindo os icônicos “Ziggy Stardust and the Spiders from Mars” e “Heroes”, e “Bleach”, do Nirvana.

Nos últimos dois anos, as canções do disco ganharam destaque e também novas versões. O single “Ghost Writer” se tornou parte da trilha sonora da novela Alto Astral. Já a música “Skylight” ganhou um clipe futurístico e “Pino” foi uma das canções escolhidas para a série Fleeting Cave Sessions, com gravações realizadas em estúdio ao vivo. A Fleeting Circus é Taynã Frota (vocal e guitarra), Rodrigo Seven (guitarra), Daniel Seven (bateria), Felipe Vianna (vocal e guitarra) e Lucas Faria (baixo).

Para encerrar a noite em alta, às 22h a Clashing Clouds sobe ao palco do Solar de Botafogo e apresenta o som do seu primeiro disco, “Pig”, lançado em 2015. Formada por Fabio Figueira (vocal), Bruno Menescal (guitarra e vocal), Luis Felipe Leão (guitarra e vocal), Gabriel Mendes (baixo) e Makio Idogawa (bateria), a Clashing Clouds revela forte influência do movimento pós-punk, mas sem deixar de beber da fonte de nomes como Beatles, David Bowie e The Doors.

Essa é a segunda edição do Dia da Música, que tem por objetivo levar artistas a palcos do Rio e São Paulo para apresentarem seus trabalhos autorais. A inspiração veio da Fête de la Musique, festival que nasceu na França e fez surgir outros eventos similares em mais de 700 cidades do mundo todo. Apenas em sua primeira edição no Brasil, foram mais de 100 shows realizados pelo Dia da Música.

Serviço

Dia da Música com Fleeting Circus e Clashing Clouds
Data: 18/06
Horário: 20h
Local: Solar de Botafogo
Endereço: Rua General Polidoro, 180 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ
Classificação: 18 anos
Entrada: R$40 (inteira) / R$20 (meia)