SEC lança curso inteiramente online sobre Cultura e Gestão Cultural

Em mais uma ação integrada entre a Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro (SEC) e do Ministério da Cultura do Brasil (MinC) para qualificar a gestão cultural, no próximo dia 12 de julho serão abertas 800 vagas para o MOOC “Cultura e Gestão Cultural”. MOOC (Massive Open Online Course, na sigla em inglês) é  um curso massivo, aberto e online, planejado para atender a um grande número de alunos simultaneamente e destinado a aprimorar seus conhecimentos, com dinâmica cem por cento online.

O curso terá início no dia 27 de julho e seguirá até o dia 20 de setembro, com um programa que reúne conteúdos desenvolvidos especialmente para esta modalidade, propostos pela SEC e pelo MinC a partir da matriz do Curso de Formação de Gestores Públicos e Agentes Culturais.

As inscrições ficarão abertas até o dia 22 de julho ou até serem preenchidas 800 vagas, e podem ser feitas através deste endereço: http://sec.cecierj.edu.br/mooc

O material de estudo foi cuidadosamente selecionado pela especialista Eliane Costa, abrangendo os campos de Gestão Cultural, das Políticas Culturais, e da Cultura Digital. O MOOC “Cultura e Gestão Cultural” foi programado para atender 800 alunos, com carga horária de 60 horas e duração de oito semanas. Neste período, o gestor público ou privado, produtor ou pesquisador que atua no campo da cultura terá oportunidade de refletir sobre as formas de atuação na área, ao mesmo tempo em que terá acesso a subsídios teóricos e práticos.

O curso promove dinâmico exercício para consolidar as ideias apresentadas e estimular colaboração entre os cursistas, impulsionando a troca de experiências entre todos os  participantes. São oito semanas que refletem questões sobre o conceito de cultura e  políticas culturais nas sociedades contemporâneas, especialmente no Brasil.

As inscrições serão disponibilizadas gratuitamente para todo o país, com informe especial para embaixadas e consulados de 23 nações de língua portuguesa e espanhola na América do Sul, África e Ásia, objetivando integração e intercâmbio entre agentes culturais, artistas, arte-educadores e pesquisadores do Estado do Rio de Janeiro/Brasil, com outros países.

DEIXE UM COMENTÁRIO