“Que Mal Eu Fiz a Deus?”

Comédia que levou 12 milhões de pessoas aos cinemas franceses, estreia no Brasil dia 6 de agosto

Retratar temas polêmicos como preconceito, religião e conservadorismo nem sempre tem o resultado esperado, mas Philippe de Chauveron, diretor e roteirista da produção francesa “Que Mal Eu Fiz a Deus?” acertou em cheio no tom de seu mais novo filme. Exibido no Festival Varilux de Cinema Francês deste ano, a comédia levou mais de 12 milhões de pessoas aos cinemas franceses e entra em cartaz no circuito nacional dia 6 de agosto.

Na França, o filme se tornou o maior sucesso de bilheteria de 2014 e o sexto maior sucesso francês da história. Foi considerado pelos críticos franceses um hino à homogeneização do país, que ocupa a 5ª posição na lista de países com o maior número de população imigrante. Pierre Vavasseur, do Le Parisien, escreveu: “E se os problemas fossem resolvidos pelo humor? […] É preciso dizer todo o bem que se pensa desse filme, pois ele é simplesmente repleto de humanidade, inteligência e revigorante generosidade”.

Na trama, Claude (Christian Clavier) e Marie (Chantal Lauby) formam um casal muito tradicional. Católicos e pais de quatro filhas, o maior desejo deles é que cada uma se case com alguém que se encaixe em seus parâmetros conservadores. Mas para a desilusão dos dois, as três mais velhas escolhem maridos de etnias e religiões diferentes: Rachid, um advogado muçulmano de origem argelina; David, um empresário judeu; e Chao, um investidor chinês. Em nome da harmonia familiar, o casal se esforça, mas não consegue esconder o desconforto. A última esperança é Laure, a filha mais nova.

Com distribuição da Pandora Filmes, a comédia sobre preconceitos e expectativas sociais, conta ainda no elenco com Ary Abittan, Medi Sadoun, Frédéric Chau, Noom Diawara, Frédérique Bel, Julia Piaton, Émilie Caen, Elodie Fontan, Pascal Nzonzi, Mpho Kamate e Tatiana Rojo.

Sinopse
O casal Verneuils tem quatro filhas. Católicos, conservadores e um pouco preconceituosos, eles não ficaram muito felizes quando três de suas filhas se casaram com homens de diferentes nacionalidades e religiões. Quando a quarta anuncia o seu casamento com um católico, o casal fica nas nuvens e toda a família vai se reunir. Mas logo eles vão descobrir que nem tudo é do jeito que eles querem.

Ficha Técnica
Direção: Philippe de Chauveron
Roteiro: Philip Chauveron e Guy Laurent
Fotografia: Vincent Mathias
Produção: Romain Rojtman
Som: Eric Tisserand, Michel Kharat, Serge Rouquairol
Edição: Sandro Lavezzi e Germain Boulay
Música: Marc Chouarain
Distribuição no Brasil: Pandora Filmes

Elenco
Christian Clavier – Claude Verneuil
Chantal Lauby – Marie Verneuil
Ary Abittan – David
Medi Sadoun – Abdul Rashid Mohammed
Frédéric Chau – Pierre Paul Ling Chao
Noom Diawara – Charles Koffi
Frédérique Bel – Isabelle Verneuil
Julia Piaton – Odile Verneuil
Émilie Caen – Ségolène Verneuil
Elodie Fontan – Laure Verneuil
Pascal Nzonzi – André Koffi
Mpho Kamate – Madeleine Koffi
Tatiana Rojo – Viviane Koffi

Sobre o diretor
Diplomado pela ESEC em 1986, Philippe de Chauveron começa no cinema como roteirista. Em 1995, escreve “As Trufas”, de Bernard Nauer, uma comédia com Jean Reno e Christian Charmetant. No mesmo ano roteiriza “Danslacourdesgrands”, de Florence Strauss. Escreve em 1997, “Bingo”, para Maurice Illouz. Passa à direção em 1999 e lança “Os Parasitas”, o qual também foi responsável pelo roteiro. Philippe de Chauveron escreve e dirige em 2004 “L’Amouraux Trousses”, com Jean Dujardin. De Chauveron volta ao roteiro por alguns anos, escrevendo pela primeira vez uma série, “LesBleus : premiers pasdansla Police, em 2007. Depois, roteiriza o futuro sucesso de público que será “Neuillysamère!”. Em 2010, volta à direção com a adaptação do desenho em quadrinhos popular de Godi e Zidrou, “O Aluno Ducobu”, cujo roteiro ele modela totalmente. Com o sucesso do filme, ele faz um novo episódio, “As Férias de Ducobu”, no ano seguinte, cuja história original ele já tinha escrito no ano anterior.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui