Quaternaglia Guitar Quartet na Sala Cecília Meireles

A Sala Cecília Meireles, um espaço da Secretaria de Estado de Cultura, apresenta dentro da série “Sala Música de Câmara”, sexta-feira, dia 26 de fevereiro, às 20 horas, o Quaternaglia Guitar Quartet.  Este concerto faz parte da temporada artística da Sala Cecília Meireles 2015/2016 patrocinada pela PETROBRAS.

Programa

I PARTE

Heitor Villa-Lobos (1887-1959)        Choros n. 5 “Alma brasileira” (1925)  

arranjo: João Luiz

Bachianas Brasileiras n.9 (1945)

arranjo: Thiago Tavares

(I-Prelúdio / II- Fuga)

Almeida Prado (1943-2010)            XIV Variações sobre o Tema de Xangô  

 (1961-2003)*

Ronaldo Miranda (1948)                 Suíte n. 3 (1973)  

            arranjo: Chrystian Dozza                        

(I- Allegro / II-Allegretto / III-Lento / IV-Allegro gracioso)

II PARTE

Sergio Molina (1967)                        Canção sem fim para sons sem palavras (2014)*

João Luiz (1979)                    Kirsten – toada (2014)*   

Paulo Bellinati (1950)           Maracatu da Pipa (2004)*  

Chrystian Dozza (1983)       Sobre um tema de Gismonti (2012)*

* peças dedicadas ao Quaternaglia

Serviço:

QUATERNAGLIA GUITAR QUARTET – Sexta-feira, 26 de fevereiro, 20 horas
Largo da Lapa, 47 –  Centro
Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada para estudantes e idosos)
Classificação etária: livre
(+55) 21 2332-9223
(+55) 21 2332-9224
contato@salaceciliameireles.rj.gov.br
www.salaceciliameireles.rj.gov.br
www.ingresso.com

 

O Quaternaglia Guitar Quartet (QGQ) tem sido aclamado como um dos mais importantes quartetos de violões da atualidade, tanto pelo alto nível de seu trabalho camerístico como por sua importante contribuição para a ampliação do repertório. 

Em mais de vinte anos de atuação, o grupo – formado pelos violonistas Chrystian Dozza, Fabio Ramazzina, Thiago Abdalla e Sidney – vem estabelecendo um cânone de obras originais e arranjos audaciosos, o que inclui a colaboração com compositores como Leo Brouwer, Almeida Prado, Egberto Gismonti e Paulo Bellinati. 

O quarteto tem se apresentado em cidades como New York, Chicago, Los Angeles, Dallas, Lisboa, Porto, Buenos Aires e em mais de 15 estados brasileiros, além de ministrar masterclasses e palestras a convite de instituições como Universidade de Yale, Jacobs School da Universidade de Indiana em Bloomington e Conservatório de Coimbra. 

Com o lançamento do CD Xangô, na temporada 2015-16 o grupo tem realizado turnês pelo Brasil, Estados Unidos e Europa. Os músicos do Quaternaglia utilizam três violões de seis cordas e um violão de sete cordas especialmente construídos pelo luthier carioca Sérgio Abreu.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui