Produção brasileira recebe cinco indicações em festival internacional de Fashion Films

"Get High On Rock'n'roll", de Doug Clayton, traz top Talytha Pugliesi como protagonista

Cena gravada na Fabrika, ocupação abandonada no Alto da Boa Vista (Divulgação)
Cena gravada na Fabrika, ocupação abandonada no Alto da Boa Vista (Divulgação)

A produção brasileira “Get High On Rock’n’roll” agradou os jurados da 7ª edição do La Jolla International Fashion Film Festival, considerado o “Cannes” dos Fashion Films que acontece nos dias 29 e 30 de julho. Dirigido por Doug Clayton, sócio da Filme Ibiza, a produção foi indicada em cinco categorias: direção, atriz, direção de arte, sound design e edição . “Estamos felicíssimos com o reconhecimento. Nós concebíamos esse projeto há tempos, mas percebemos que para dar certo tínhamos que realizar um filme independente, tinha que ser autoral. Arriscamos e deu muito certo!”, comemora o cineasta que se inspirou na temática pós-punk inglesa do final dos anos 70 e início dos 80.

Uma das top models mais badaladas no cenário internacional, Talytha Pugliesi também está feliz com o reconhecimento. A paulista, que já fez campanhas para marcas importantes como Dior, Valentino e Chanel, teve sua primeira experiência como atriz no projeto e já foi indicada como a melhor em sua categoria. “Estou muito feliz. Não consigo nem explicar. Ser indicada no primeiro trabalho como atriz é sensacional. Senti uma confirmação que estou no caminho certo. Isso só me deixou mais empolgada para continuar estudando e buscando essa carreira nova que eu quero”, afirmou Pugliesi.

Em “Get High On Rock’n’roll”, Talytha é Annik, personagem inspirada na amante do cantor Ian Curtis, falecido vocalista da banda inglesa Joy Division. Nas cenas, o roqueiro – vivido Bernardo Mendes (conhecido por trabalhos em “Malhação”, “Dupla Identidade” e o blockbuster “Se Eu Fosse Você 2”) – vai se consumindo no vício pela música ao mesmo tempo que os cenários vão se transformando até que a jovem atinge o clímax.

As filmagens, realizadas no início de 2016, aconteceram dois em ambientes distintos: o sofisticado rooftop do Marina All Suites e na Fabrika, uma fábrica abandonado no Alto da Boa Vista mais conhecida pelas festas que acontecem lá, onde a produção teve uma atmosfera mais junkie. O filme ainda conta com João Appolinário como Stylist e tem fotografia assinada por João Faissal, responsável pela fotografia de institucionais do Greenpeace e BNDES, entre outros. A Direção de Arte é dividia pela dupla Nicolas Martins e Vinícius Mesquita, conhecidos por materializarem ideias na forma de objetos de cena e peças de arte. Thiago Mascarenhas assina a Produção. A edição foi realizada pelo Pedro Magalhães, a trilha pelo Renato Pagliaci e o sound design pelo sócio da Rádio ibiza, Rafael Gasparian.

DEIXE UM COMENTÁRIO