“Procure Uma Saída” no Planetário da Gávea

Quantas vezes você já escutou; “… isso pode virar uma peça de teatro…” é a partir de uma ideia, um texto, uma imagem, que a arte de fazer algo, começa. A peça surgiu da necessidade de buscar em inúmeros lugares, um espetáculo com apenas dois personagens, foi então, que uma “identidade” da peça foi sendo construída. O que falar? Ser diferente? Fazer a diferença? Quem eles são? Uma rua sem saída, ou em uma avenida movimentada? Em cima ou em baixo de uma ponte? Apenas um buraco negro, uma espécie de bueiro, e dentro dele, um vapor d’água que não se dissipa facilmente para o ambiente. O magro jornalista que se acha gordo e o gordo que se acha gordo. É a busca constante pela resposta; a porta de entrada serve como saída? A espera da explosão das memórias daquele lugar, um milésimo de segundo e quinta se torna sexta feira e, talvez, o recomeço.

Sinopse
Naquele avião, que você não perdeu, as máscaras eram apenas um símbolo que representava “oxigênio”. O ogro é apenas uma”divindade infernal”? Tal ser que muda de características, na literatura, mesmo dentro do próprio país, faz você repensar nas ideologias. Que ideologias? Essa forma de dualidade que está presente em um buraco negro, no meio do nada ou no meio de tudo. Um gordo que se acha gordo, normal. Um magro que se acha gordo, normal. Não, não sei. Achar uma saída, talvez, seja o melhor caminho. Caminho ou uma corda bamba? E para qual lado cair? Quando há dualidade nas respostas, é sem dúvida, alguém que está cheio de perguntas. É sexta feira, dia que o gordo corre duas quadras, e sente-se pesado, está passando mal, mas é esse sentimento que lhe agrada para continuar. A estória se repete de duas maneiras, com o magro, que se acha gordo. As diferenças estão espelhadas, em frente ao espelho, de que maneira você se vê? Aquele percurso do dia a dia, que você faz durante três anos, e só reparou hoje que o prédio de oito andares foi construído. A rotina é algo que não, que sim, que existe. R – O – T – I – N – A, emuma quinta feira, que após um milésimo de segundo ser torna, talvez, sexta. Ande, caia nesse buraco onde o vapor d’água não se dissipa facilmente, e procure uma saída.

Serviço:

Procure Uma Saída
Companhia: Cia Aqueles Dois
Gênero: Experimental 
Autor: Thiago Soares
Produtora Executiva: Mayara Luana Voltolini 
Elenco: Thiago Soares e Rick Teixeira. 
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos.
Onde: Teatro Maria Clara Machado – Avenida Padre Leonel França, 240 – Planetário da Gávea.
Quando: 25/03/2016 às 20h00
Preço: R$30,00 (½ entrada: R$15,00)

DEIXE UM COMENTÁRIO