Primeiro episódio da nova temporada de Marcos já está no Youtube

A websérie brasileira, que concorre ao prêmio de melhor série internacional para internet em festivais nos EUA, entra em nova fase. Nela, os personagens vivem os perrengues do bandido comum – ao contrário da vida surreal dos famosos narcotraficantes de Narcos, série de sucesso da Netflix

São Paulo – O primeiro episódio da segunda temporada de MARCOS já está no ar (https://www.youtube.com/watch?v=2D_tRUtb7mk). Nele, Marcos [“Já disse que é Marco, p*rra!”, como diria o próprio], protagonista da websérie, mostra que não tem planos de ficar sem grana por muito tempo. Ao todo, a nova temporada terá nove partes.

Obra do 1quarto – coletivo audiovisual, a websérie foi selecionada entre as 20 melhores de 2016, categoria Muestra Paralela, no Buenos Aires Web Festival. Neste ano, também foi indicada e concorre ao prêmio de melhor série internacional na Seattle Web Fest e na Miami Web Fest, nos EUA, eventos nos quais figura como única representante brasileira.

Tamanho reconhecimento é fruto de um trabalho que começou no final de 2015, quando os integrantes do 1quarto resolveram apostar na ideia e lançaram a primeira temporada da série, com 12 episódios. Na época, aderiram à plataforma Instagram e conseguiram, sem divulgação, 78 mil visualizações: “Tínhamos uma boa audiência nessa mídia, consequente das esquetes em vídeo que postávamos. Daí, produzir uma websérie para o aplicativo foi natural e, ao mesmo tempo, motivador. Já que, no país, ninguém tinha feito isso ainda”, afirma Diogo Severo, fundador do coletivo e intérprete de Marcos.

Confira vídeos da primeira temporada, cada um com cerca de 15 segundos: https://www.youtube.com/playlist?list=PLxXfFdmIGOID52ishbGjC30JvRcwnJb2Q

Sem limitação de tempo, um dos fatores pelos quais o coletivo decidiu trocar de plataforma, no YouTube, os novos episódios passam a ter dois minutos de duração cada. Com isso, será possível aprofundar um pouco mais a história dos personagens e trabalhar melhor com as diversas referências ao cinema e às séries de televisão que os integrantes do coletivo tanto gostam. A pitada de humor da websérie fica por conta dos roteiristas Rafael Campos e Erick Clepton, comediantes premiados. Rafael Campos venceu, em 2011, concurso para novos talentos do humor, promovido por Rafinha Bastos, com espetáculo “Se Maomé não vai à montanha, a montanha traz Maomé”. Já Clepton, acumula os prêmios de finalista do Festival Progresso com Humor e também de roteirista, dado pela roteirista.com, pela obra O Grande Vazio.

O ajuste de foco da mídia foi outro fator de peso para a mudança de plataforma, já que no Instagram a fotografia é quem manda. Além disso, o YouTube oferece suporte aos criadores de conteúdo audiovisual.

Agora, depois de um mês intenso de gravações e trabalhos de edição, fica a expectativa: “Nessa nova temporada, buscamos aumentar a qualidade do conteúdo e aprender, assim como fazemos com cada série que produzimos. Esperamos que o público goste”, finaliza Severo.

Ficha técnica MARCOS
Roteiro: Erick Clepton, Rafael Campos

Áudio: Henrique Moré
Direção: Diogo Severo e Raphael Oss Moré
Edição: Diogo Severo
Artes: Diego Bordignon

DEIXE UM COMENTÁRIO