Primeira exposição individual da publicitária Bruna Pastorini terá obras desenvolvidas em atelier de artista consagrada mundialmente

Mostra também vai inaugurar galeria do Manifesto, em Copacabana

A residência artística que Bruna Pastorini fez em Buenos Aires, no atelier da premiada artista plástica argentina Alicia Candiani, entre abril e maio deste ano, foi um divisor de águas para esta carioca de 28 anos. Bruna, que se dedica às artes há três anos, era a única brasileira no concorrido atelier e dividia a atenção dos instrutores com franceses, belgas, canadenses, entre outros que queriam aprimorar seus conhecimentos. Era um trabalho intensivo, com a produção de telas, aprendizagem de novas técnicas, dicas profissionais, visitas a exposições, entre outras ações que transformaram sua cabeça em uma usina de ideias. O resultado poderá ser visto agora, a partir do dia 27/7, com a inauguração da primeira exposição individual de Bruna Pastorini, que vai mostrar ao público sua técnica mista que engloba aquarela, nanquim e colagem, que se transformam em desenhos contemporâneos. A mostra também servirá para a abertura do espaço cultural do Restaurante Manifesto (Av. Nossa Senhora de Copacabana 22), na Zona Sul do Rio de Janeiro, como local de exposições e exibições de novos artistas.

Bruna Pastorini se formou aos 21 um anos em propaganda e Marketing pela ESPM. Logo depois de formada, entrou na nbs, uma das maiores agências do Rio de Janeiro. Foi na nbs que deu seus primeiros passos na propaganda e, ao longo dos 6 anos em que ficou na agência, trabalhou como planejadora para grandes marcas como Coca-Cola, Oi, Bobs, CCAA, Club Med, O Boticário, entre outros. Foi na nbs também que, por apoio de seus amigos de trabalho, começou a investir em sua arte. Depois de ficar 6 anos na nbs,atualmente está na Agência 3, como planejadora da conta de Coca-Cola. 

Nesta exposição, batizada de ‘Descobertas’, serão expostos 20 trabalhos, com formatos variados, que podem chegar a 1m x 1m. Bruna, moradora de Copacabana, é formada em Comunicação e trabalha como publicitária, mas sonha mesmo em ser artista profissionalmente. Já vinha apresentando seu trabalho artístico às pessoas através de redes sociais e conseguindo vender suas obras por conta do forte impacto que as telas causavam nas pessoas.

Bruna Pastorini
Bruna Pastorini

– A arte me leva a um processo de autodescoberta. Daí o nome da exposição. É sobre o processo de descoberta interior da artista provocado pela arte, pela própria descoberta artística, que se dá com a mistura de materiais e estilos. Esse processo de descoberta fica claro no trabalho que será exposto. Onde, ao longo do processo de residência artística, fui capaz de desenvolver e descobrir diferentes caminhos criativos para trabalhar. A exposição no Manifesto apresentará ao público esses caminhos – comenta Bruna.

Bruna conta que sempre gostou de desenhar, desde criança. Na miscelânea de técnicas, entre nanquim, aquarela e colagens, já usou até mesmo lápis de cor para dar um efeito diferenciado.

– Sou autodidata. Me desenvolvi testando materiais e diferentes traços, aprimorando meus métodos. E as pessoas gostavam, elogiavam, encomendavam para suas casas. A pintura nasceu como um hobby para mim, há três anos, mas agora é minha forma de me expressar verdadeiramente, mostrar meus sentidos através de uma tela. É como um mergulho dentro de você mesmo para que consiga emergir com ideias novas e muitas vezes até estilos diferentes – acrescenta Bruna Pastorini.

Sobre Alicia Candiani
O atelier da artista visual que promoveu uma grande revolução no trabalho de Bruna Pastorini fica no bairro Colegiales, em Buenos Aires. Todas as nuances desta nova fase de Bruna poderão ser conferidas na exposição “Descobertas”, que começa no dia 27/7. Aqui, vale conferir a importância de Alicia Candiani no cenário internacional. Artista visual, curadora independente e gestora cultural, Alicia já recebeu muitos prêmios, sendo um dos dois artistas que oficialmente representaram a Argentina no International Bienal de Artes de Pequim (BIAB 2010) na China e foi eleita representante de artistas internacionais como membro do Conselho de Southern Graphic Conselho Internacional dos Estados Unidos (2008-2010).

Investigações e estudos sobre a arte múltipla e teóricas, expandidas em gráficos e digital na América Latina lhe renderam convites da UNESCO e da Biblioteca do Congresso da Nação, em Washington DC, nos Estados Unidos, e também tem sido chamada para apresentá-los em congressos internacionais na Alemanha e Inglaterra, México, Canadá, entre outros.

Candiani integrou o júri internacional do XIII San Juan Bienal de Gravura Americana Latina e no Caribe, Puerto Rico (2001);Internacional Trienal 3ª Graphic Inter-Kontakt-Grafik em Praga (2001); La Joven Estampa , Havana, Cuba (2003); a 4ª egípcia Gravura Trienal Internacional no Cairo, Egipto (2003); IV Internacional Trienal dos Urais, na Rússia (2004); Bienal Internacional de Guanlan, China (2009), entre outras.

SERVIÇO

Exposição ‘Descobertas’
Primeira individual da artista visual Bruna Pastorini
Dia 27/7/2016
Evento de abertura da exposição – das 19h às 24h
Apresentação de 20 telas, inaugurando o espaço cultural do Restaurante Manifesto
Endereço – Av. Nossa Senhora de Copacabana 22
Período da exposição – de 27/7 a 27/9 de 2016
Tel do restaurante – (21) 2051-1910
Dias e horários de visitação – De segunda a quinta-feira, das 12h às 24h. Sextas, sábados e domingos, das 12h à 1h30.
Entrada franca
Classificação livre

DEIXE UM COMENTÁRIO