Paulo Ho mostra o som dos ciclos de sua vida no Teatro Ipanema

O cantor e compositor Paulo Ho sobe ao palco do Teatro Ipanema para apresentar o show do seu primeiro álbum ´Ex-companheiro´, no dia 19 de agosto (sexta)

“O show acompanha a mesma ideia e estética do disco e de vídeos como o da música ‘Guerra de Gorila’. A ideia de ciclos, trajetórias de histórias que formam a vida”, conta Paulo. ”Sempre vejo a vida como uma composição de círculos. Portanto, o roteiro do show é cíclico e dividido em três partes: fim de um ciclo e começo de outro; reflexão, vivência e análise; despedida. O show termina como se pudesse recomeçar a partir do mesmo ponto”.

O público vai assistir um show essencialmente de rock, por vezes experimental, onde Paulo e a banda procuram abrir e explorar a sonoridade do récem-lançado primeiro álbum do artista ‘Ex-companheiro’. É um show composto por um desenho dramatúrgico, criado a partir de experiências do próprio intérprete. 
Já as versões de músicas de outros autores serão trazidas para a atmosfera do trabalho de composição, formando uma unidade composta por faixas contínuas. “Foram escolhidas por traduzirem e incorporarem a dramaturgia do show”, revela o artista. “Foi um desafio transformar essas músicas sonoramente, a apresentação é inspirada tanto na linha rock progressivo, quanto na linha dance e pop”.

As versões incluem “Sobre a violência” do diretor do espetáculo, Lucas Vasconcellos, “Tenha calma” (Djavan), “Tabu” (Gustavo Cerati), “A cor do desejo” (Ney Matogrosso), “Repetition” (Information Society) e “De tanto amor” (Roberto Carlos).

“Minha ideia foi a de fazer um show realmente dramatúrgico, mas sempre privilegiando a música, que teve influência tanto de Cazuza e Gustavo Cerati, quanto de Djavan e Roberto Carlos”, conclui Ho.

O Álbum
As 10 faixas de “Ex-companheiro” trazem uma sonoridade marcante, misto de delicadeza e fúria. A música de Paulo é um crescente delírio rítmico-poético, formando, de forma dramatúrgica, um ciclo de reflexão autobiográfica.

O disco é uma ‘ópera pop’, com influências que vão desde o pop, passando pelo rock experimental, chegando ao erudito, tudo permeado por intervenções eletrônicas. “Ex-Companheiro” traz faixas amalgamadas, formando uma constante de pensamento musical e poético. O uso variado da voz é a base da composição sonora e os demais delírios musicais foram criados por Paulo e pelo multi-instrumentista e amigo Lucas Vasconcellos.

FICHA TÉCNICA

Voz: Paulo Ho
Baixo e sintetizador: Guila
Bateria e programações eletrônicas: Marcelo Vig
Teclado: Ricardo Rito
Guitarra: Thiago Vivas

Direção musical: Lucas Vasconcellos
Direção artística: Paulo Ho
Produção: Juan Guimarães

Luz: Juan Guimarães e Raphael Cassou
Som: Maurício Meloni

Comunicação visual: Juan Guimarães
Fotos de divulgação: Flora Pimentel, Rodrigo Simas e Felipe Leopardo

SERVIÇO

Teatro Ipanema
Rua Prudente de Moraes, 824 – Ipanema
Rio de Janeiro – RJ

19 de agosto, sexta-feira, às 20h30

INGRESSOS
Inteira: R$ 30,00/Meia:R$ 15,00/Convite amigo: R$ 10,00*

*(mandar email para paulohoproducao@gmail.com)

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui