Paraty ganha espaço dedicado à educação musical

foto: Acervo Sociedade Musical Santa Cecília
foto: Acervo Sociedade Musical Santa Cecília

Casa da Música, integrada à Casa da Cultura, será inaugurada em 17 de junho e vai incrementar programa que hoje atende 1.150 moradores da cidade.

No local, que também será sede da Banda Santa Cecília, serão oferecidos cursos de iniciação, formação e apreciação musical para crianças, adolescentes e adultos e aulas de prática de conjunto

Às vésperas de dezenas de milhares de turistas chegarem para a 14ª edição da Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) para celebrar a arte literária, os moradores da cidade também terão a oportunidade de festejar outra arte que faz parte da tradição regional: a Música. No dia 17 de junho, será inaugurada a Casa da Música, um ambiente dedicado à educação musical integrado à Casa da Cultura, no Centro Histórico. Instalada em um imóvel tombado, completamente restaurado e internamente adaptado, abrigará cursos livres e regulares e funcionará como sede da Banda Santa Cecília, mais tradicional da cidade, fundada em 1954. O conjunto fará uma apresentação na abertura, que seguirá as tradições das festas juninas, com cardápio típico. A festa começa às 19h.

Com a inauguração da Casa da Música, os moradores da região retomam um patrimônio histórico e ganham um espaço que estimula a criatividade e o conhecimento, valorizando suas raízes culturais. Sua implantação vai possibilitar a realização de novos projetos para o Programa Educativo de Música da Casa da Cultura, que hoje atende 1.150 alunos. “Nosso intuito é proporcionar aos paratienses uma experiência única de aprendizado, promovendo encontros lúdicos e a valorização da música regional”, destaca Gabriela Gibrail, superintendente da Casa da Cultura, instituição que vai incorporar a gestão da Casa da Música.

Funcionando de forma integrada à Casa da Cultura, o imóvel de 200 metros quadrados está dividido em duas salas de aula com isolamento acústico, um ambiente de leitura com acervo sobre música e uma sala para a Banda Santa Cecília, com entrada independente e um mezanino com acesso exclusivo. Serão oferecidos cursos de iniciação, formação e apreciação musical para crianças, adolescentes e adultos e aulas de prática de conjunto. Sede de dois grandes eventos musicais internacionais – Bourbon Jazz Festival e Festival Mimo –, Paraty busca se credenciar, com essa iniciativa, também como local de excelência no ensino de música. “A criação da Casa tem o objetivo de valorizar nossas tradições culturais, ao garantir condições para a Santa Cecília preservar seu rico acervo e dar aulas para novas gerações de músicos, e reafirmar nosso compromisso com a educação, ampliando e consolidando o Programa Educativo de Música, que é um sucesso”, diz o prefeito de Paraty, Carlos José Gama Miranda, mais conhecido como Casé, que também é integrante da banda Santa Cecília.

A Associação Paraty Cultural, gestora da Casa da Cultura de Paraty, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, realiza, desde 2014, o Programa Educativo de Música e Artes. A iniciativa foi ampliada para além dos muros da Casa da Cultura e, hoje, utiliza mais quatro espaços em outros bairros da cidade.

O projeto de restauro da Casa da Música é resultado de parceria entre a Prefeitura de Paraty e a Associação Paraty Cultural, que contou com o patrocínio do Grupo Globo, além do apoio da Fundação Roberto Marinho, da Comunitas e da Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Governo Federal.

Banda Santa Cecília
Ao ganhar uma Casa para chamar de sua, a Sociedade Musical Santa Cecília terá suas atividades garantidas em espaço apropriado. Uma das mais antigas instituições culturais de Paraty ainda em atividade, a Banda passa a ter sede definitiva, depois de 62 anos de existência. A Santa Cecília chegou a ocupar a casa antes da reforma, após ter utilizado imóveis alugados ou cedidos pela Paróquia de Paraty, por proprietários particulares ou pela Prefeitura, sempre de forma provisória.

Composta hoje por 16 integrantes, a Banda ocupará um espaço com entrada independente, anexo à Casa da Cultura, com sala para ensaios e local para guarda do acervo de partituras – há documentos que remontam ao início do século passado, herdados da tradição musical de Paraty. As salas de música levarão o nome dos dois fundadores da Santa Cecília, Maestro Potinho e Aldemar Duarte (que é autor do hino de Paraty). A Santa Cecília, que leva o nome da santa padroeira dos músicos, participa das principais festas da cidade, como a Festa do Divino e o Carnaval, com mais de 60 apresentações por ano. “A banda faz parte da cultura da cidade e, em todas as nossas apresentações, os turistas nos procuram buscando mais informações. Essa comunicação vai ficar mais fácil com a nova sede”, diz o presidente da Santa Cecília, Nildo Carvalho.

O imóvel histórico da Casa da Música foi doado para a Prefeitura de Paraty em 2004, já com o intuito de ser destinado ao ensino da música. Sua recuperação levou seis meses e possibilitou modernização da parte interna, com a colocação de isolamento acústico e divisórias móveis dividindo a sala principal em duas, enquanto o mezanino teve seu espaço interno expando. Por tratar-se de um bem tombado, a restauração exigiu cuidado redobrado, priorizando-se a recuperação dos elementos originais, com respeito aos materiais e à construção da época. 

Serviço:

Casa da Música
Inauguração: dia 17 de julho, às 19h
Rua Dona Geralda 282, Centro Histórico de Paraty.

DEIXE UM COMENTÁRIO