Papai está na Atlântida

Premiado texto mexicano é encenado pela primeira vez no Rio de Janeiro

Dois irmãos vivem sua infância e tentam reorganizar suas vidas, depois da ida do pai para os Estados Unidos. Esse é o ponto de partida para a dramaturgia do autor mexicano Javier Malpica, que pela primeira vez será encenado no Brasil. Papai está na Atlântida é a mais nova produção da Tentáculos Espetáculos, com direção de Guilherme Delgado, e com Daniel Archangelo e Ricardo Gonçalves no elenco. O espetáculo fará sua primeira temporada no Teatro Eva Herz (Subsolo da Livraria Cultura / Rua Senador Dantas 45 – Cinelândia).

Texto premiado no México e nos E.U.A., Papai está na Atlântida faz uso do universo bem humorado e lúdico da infância para trazer à tona um dos assuntos mais importantes da atualidade: a migração. Basta uma rápida olhada nos noticiários pelo mundo para deparar-se com a proposta de um muro entre México e Estados Unidos, com o crescente xenofobismo na Europa; além das inúmeras tragédias, resultantes da tentativa desesperada de cruzar fronteiras em busca de melhores condições de vida.

No Brasil, temos vivenciado os dois lados da questão. No passado, recebemos muitos estrangeiros. Depois disso, nas últimas décadas, muitos brasileiros foram em busca de oportunidades na Europa, Japão ou Estados Unidos. Hoje em dia, essa situação prossegue, ao mesmo tempo em que bolivianos, haitianos e angolanos vêm para cá. Temos vivenciado os dois lados da moeda, daí a importância de trazer esse texto e essa temática para nossos palcos. Explica Delgado

Papai está na Atlântida traz ótimas performances dos atores Daniel Archangelo e Ricardo Gonçalves, além de um trabalho visual extremamente cuidadoso assinado por Ricardo Rocha, Luiz Paulo Barreto, e pelo próprio Guilherme Delgado. Papai Está na Atlântida é uma peça para dois atores adultos, que através do jogo de cena, interpretam duas crianças. A peça inteira é sustentada na relação entre os dois. Vale lembrar que a Tentáculos Espetáculos vem de uma experiência extremamente satisfatória com a dramaturgia latinoamericana. Sua última montagem – Dois Amores e um Bicho, do venezuelano Gustavo Ott – foi um sucesso de crítica e público no Rio de Janeiro.

Nossa ideia é continuar a busca por dramaturgos contemporâneos ainda pouco conhecidos no Brasil, mas fartamente premiados em seus países. O México tem uma produção cultural gigantesca, que não chega no Brasil. Fazer a garimpagem de obras assim, é fundamental para o teatro do Rio de Janeiro. Argumenta Delgado

Vale conferir: Papai Está na Atlântida no Teatro Eva Herz – Rio de Janeiro – de 11 de agosto a 17 de setembro.

Javier Malpica:
Nasceu em 1965, na Cidade do México. Publicou várias novelas, romances e livros infantis, tendo recebido vários prêmios por seu trabalho. Traduzido em vários idiomas, premiado por sua literatura, Malpica tornou-se um dos principais dramaturgos infantis contemporâneos. Com sua escrita precisa, angariou prêmios por sua dramaturgia também para o público adulto, sua peça: Papai está na Atlântida!, foi premiada em vários festivais no México e nos Estados Unidos.

Tentáculos Espetáculos:
Criada pelo diretor Guilherme Delgado, pelo ator Daniel Archangelo, e pelo iluminador Luís Paulo Barreto, a Tentáculos Espetáculos é responsável pelas montagens de “Nariz!”, de Gogol; “Aproximação à natureza morta”, de Thomas Bernhard; “Além as estrelas são nossa casa”, de Abel Neves e “O Sósia”, de Friedrich Durrenmatt e “Dois Amores e um bicho” – Gustavo Ott. Maiores Informações em www.tentaculosespetaculos.com.br .

Ficha Técnica:

Autor: Javier Malpica
Direção: Guilherme Delgado
Elenco: Daniel Archangelo e Ricardo Gonçalves
Cenografia: Guilherme Delgado e Ricardo Rocha
Figurino: Ricardo Rocha
Iluminação: Luiz Paulo Barreto
Realização: Tentáculos Espetáculos
Comunicação: Aline Peres
Art Designer: not.a.pipe
Fotos: Luiz Luz

Serviço:

Papai está na Atlântida
Temporada: de 11 de Agosto a 17 de Setembro de 2016
Horários: 19h (quintas, sextas e sábados)
Local: Teatro Eva Herz (Rua Senador Dantas 45 – Centro / Dentro da Livraria Cultura).
Capacidade: 178 lugares (4 lugares para cadeirantes)
Bilheteria: Tel.: (21) 3916-2600
Ingressos: R$ 60 (inteira), R$ 30 (meia entrada para os casos previstos em lei)
Duração: 80 minutos
Classificação: 12 anos

 

DEIXE UM COMENTÁRIO