Orquestra Petrobras Sinfônica lança versão de “Me Adora”, da Pitty

Música é o primeiro single do EP “O Clássico é rock”, projeto de democratização do gênero

O som pesado das guitarras vai ser substituído pela leveza dos violinos, flautas e violoncelos. Em mais um projeto inovador, a Orquestra Petrobras Sinfônica lança um EP com versões de hits do rock nacional interpretadas por um quinteto de cordas e metais. “O Clássico é Rock” chega aos players digitais no dia 9 de setembro, mas hoje (30/8), já é possível ouvir o primeiro single no Spotify e no YouTube. A canção escolhida foi “Me Adora”, da Pitty.

Produzido por Rafael Ramos, o EP traz ainda versões de “Flores”, do Titãs, “Vida Passageira”, do Ira!, e “Relentless Game”, parceria entre as bandas Scalene, vice-campeã da segunda temporada do Superstar, e a potiguar Far From Alaska, que acaba de receber o prêmio de “We are the future” (Artista Revelação) na primeira edição do International Midem Awards em Cannes, na França.

“O Clássico é Rock” é um projeto em parceria com a gravadora DeckDisc e faz parte de uma série de EPs com versões instrumentais de canções de diversos gêneros. Esta é mais uma das iniciativas da Petrobras Sinfônica, um dos maiores e mais conceituados conjuntos musicais da América Latina, para democratizar a música clássica e renovar o público do gênero. Entre elas, estão ainda os Concertos Secretos, série de apresentações-surpresa em parceria com a cervejaria Jeffrey que foi vencedora do Prêmio Profissionais da Música 2016, e o projeto “Ventura Sinfônico”. Em dezembro, 40 músicos do conjunto irão apresentar na íntegra o clássico álbum do Los Hermanos, ao lado de novos nomes da música brasileiras. Os ingressos para as apresentações esgotaram em apenas 15 minutos e já estuda-se a possibilidade de abrir novas datas extras.

Orquestra Petrobras Sinfônica - Divulgação
Orquestra Petrobras Sinfônica – Divulgação

Sobre a Orquestra Petrobras Sinfônica
Aos 44 anos, a Orquestra Petrobras Sinfônica se consolida como uma das mais conceituadas do país e ocupa um lugar de prestígio entre os maiores conjuntos musicais da América Latina. Criada pelo maestro Armando Prazeres, a orquestra conta com uma formação de mais de 80 instrumentistas e tem como Diretor Artístico e Regente Titular o maestro Isaac Karabtchevsky, o mais respeitado regente brasileiro e um nome consagrado no panorama internacional. A orquestra realiza a maior parte de sua temporada no Rio de Janeiro com suas séries tradicionais que homenageiam grandes nomes da pintura brasileira: DjaniraPortinari e Mestre Athayde, com cyberconcertos gratuitos em igrejas. Em 2014, esta série ampliou seus horizontes e chegou às cidades Cantagalo, Petrópolis, Friburgo e Niterói. Preocupada em democratizar o acesso a música clássica, a orquestra investe ainda nas séries Aliansce (concertos gratuitos nos shoppings do grupo) e Em Ação (apresentações gratuitas em espaços inusitados, como escolas e hospitais).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui