Organização apresenta cardápio da 33ª Oktoberfest

Além da gastronomia o público conheceu os patrocinadores da maior festa alemã no Brasil

Uma das grandes atrações da Oktoberfest é a gastronomia, que todos os anos atrai turistas do Brasil e do exterior interessados em provar a culinária típica da nossa região, harmonizada com diversos estilos de chopes. Em 2016, o cardápio da maior festa alemã do Brasil que acontecerá entre os dias 05 a 23 de outubro terá mais opções. As novidades foram apresentadas na última quinta-feira, dia 18, no evento Sabores da Oktober que aconteceu no Eisenbahn Biergarten em Blumenau, Santa Catarina.

O Sabores da Oktober também foi uma oportunidade de conhecer quais serão os patrocinadores da festa. A 33ª Oktoberfest terá pelo segundo ano consecutivo o patrocínio da Eisenbahn, marca de Cerveja especial pertecente ao grupo Brasil Kirin, uma das maiores empresas de bebidas do país com tecnologia japonesa. Além da cervejaria o evento contará com patrocinio das empresas Sky, Bradesco, Guia Fácil e apoio da Hering.

“Estamos muito felizes em participar de mais um edição da Oktoberfest. A cerveja Eisenbahn nasceu e se fortaleceu em Blumenau. Por isso, temos um carinho e relação extremamente ímpar com a região e suas tradições. A Eisenbahn está em casa. Para nós, nossa casa é o que nos define. Nossa participação na edição de 2015 só reforçou esse direcionamento. Uma prova disso, é nossa presença e investimentos em Blumemau, como a inauguração do Eisenbahn Biergarten no ano passado. Localizado no setor 4 do parque vila germânica, o espaço tem cerca de 4,5 mil metros quadrados e foi construído pela brasil kirin para abrigar os eventos da comunidade e do mundo cervejeiro” afirma Alexandre Candido, gerente de marketing de cervejas especiais da Brasil Kirin.

Um dos destaques desse ano é um espaço com alimentação funcional com foco em Glúten Free. O ponto se encontra em processo licitatório e empresa vencedora será conhecida em breve. Serão servidos pratos como Escondidinho de Linguiça Blumenau e Aipim, Escondidinho de Abóbora com Carne Desfiada, Escondidinho Vegetariano, Pudim de Sagu e Torta. Tudo livre de glúten.

As opções salgadas que entram no cardápio esse ano são o Hambúrguer de Carne Bovina, Choripan (pão francês com lingüiça defumada), Hambúrguer de Bacon, Spanserkelbraten (leitão assado), Schweinshaxe (carne suína assada) e os pães de queijo recheados com Linguiça Blumenau e Kreuterkaese, com peperoni e queijo fundido de páprica, com requeijão e com gorgonzola e bacon. A Oktober contará com duas novidades doces: Bananenstrudel, Bananenstrudel com Sorvete e Waffle de sabor Nutella.

A 33ª Oktoberfest mantém o formato da gastronomia adotado em 2015, que leva o conceito Haus. Todos os pontos de alimentação possuem nomes de acordo com o prato oferecido, como por exemplo, Schweine Haus (Casa do Porco) e Wursthaus (Casa da Linguiça). O conceito e o gastronomia receberam a consultoria do Senac, que pelo segundo ano consecutivo assina o cardápio da festa.

Trazer novidades e aprimorar a festa é sempre importante e o Senac sente-se extremamente honrado em participar desse processo. O conceito Haus e o novo cardápio representaram um acréscimo na satisfação dos visitantes e a valorização da culinária alemã . Além disso, trouxe uma gastronomía mais voltada as famílias. Para se ter uma ideia, a venda de doces cresceu 191% se compararmos o ano de 2015 ao ano de 2014“, destacou o diretor do Restaurante Escola do Senac, Fábio Ricci.

O cardápio completo está disponível no site da festa, no www.oktoberfestblumenau.com.br.

A maior festa alemã brasileira
A Oktoberfest teve sua primeira edição em 1984 e logo demonstrou que seria um evento para entrar na história. Em apenas 10 dias de festa, 102 mil pessoas foram ao antigo Pavilhão A da Proeb, número que na ocasião representava mais da metade da população da cidade. O consumo de chope foi de quase um litro por pessoa. No ano seguinte, a festa despertou o interesse de comunidades vizinhas e de outras cidades do país. O evento passou então a ser realizado em dois pavilhões.

O sucesso da Oktoberfest consolidou-se na terceira edição, e tornou-se necessário a construção de mais um pavilhão e a utilização do ginásio de esportes Sebastião da Cruz – o Galegão – para abrigar os turistas vindos de várias partes do Brasil, principalmente da região Sudeste, e também de países vizinhos. O evento acabou fazendo de Blumenau o principal destino turístico de Santa Catarina no mês de outubro, mas, para quem não sabe, a Oktoberfest não é só cerveja. É folclore, memória e tradição. Durante 19 dias de festa os blumenauenses mostram para todo o Brasil a sua riqueza cultural, revelada pelo amor à música, à dança e à gastronomia típica, que preservam os costumes dos antepassados vindos da Alemanha para formar colônias na região Sul.

A cultura germânica o turista confere pela qualidade da festa, dos serviços oferecidos, através de sociedades esportivas, recreativas e culturais, dos clubes de caça e tiro e dos grupos de danças folclóricas. Todos eles dão um colorido especial ao evento, nas apresentações, nos desfiles pelo centro da cidade e nos pavilhões da festa por onde circulam, animando os turistas e ostentando, orgulhosos, os seus trajes típicos. É por essa característica que a festa blumenauense, versão consagrada da Oktoberfest de Munique, transformou-se, a partir de 1988, numa promoção que reúne mais de 600 mil pessoas por ano. E foi, também, a partir dela que outras festas surgiram em Santa Catarina, tendo a promoção de Blumenau como carro-chefe, fato que acabou por tornar o território catarinense no caminho preferido dos turistas no mês de outubro.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO