O Violão Carioca

Na Cadência do Choro é o tema deste ano

O projeto “O Violão Carioca” faz sua estreia no CCPJ-Rio no dia 17 de junho, 19h, com estrada franca. O tema deste ano é Na Cadência do Choro.  No palco se apresentam: o Grupo de Choro do AMC, os Violões da UFRJ e o violonista Paulo César Botelho.

O VIOLÃO CARIOCA
O projeto teve sua primeira edição realizada em 2013, com o intuito de revelar aos moradores da cidade o quanto a cultura do Rio de Janeiro influenciou os diversos compositores que elegeram o violão na qualidade de instrumento de criação e o quanto a geografia e a cultura da cidade os influenciaram.

Embora o Rio de Janeiro seja um dos mais importantes berços da cultura do país, poucos cariocas conhecem a história da música composta em nossa cidade. Não se trata de indicar um compositor representativo de um bairro, escola de samba ou instituição cultural relevante, mas de relacionar os elementos constitutivos do espaço geográfico que nos cerca – bairros, instituições sociais, características geográficas, pensamentos locais e pessoas – ao desenvolvimento social e cultural de nossa cidade.

Nosso programa visa preencher esta lacuna por meio da oferta de atividades sobre a música carioca, em especial o Violão, a um público que teve pouco acesso e vivência à riqueza deste conteúdo e conhecimento.

Assim, o espetáculo proposto  visa aproximar os apreciadores e interessados ao trabalho de artistas contemporâneos. Por intermédio do violão, o projeto O Violão Carioca pretende lançar um olhar sobre a história da música criada na cidade do Rio de Janeiro e reforçar a construção da identidade carioca com base na História e na Memória da própria cidade.

NO PALCO DO CCPJ-RIO

Grupo de Choro AMC
O encontro de jovens instrumentistas com a obra de mestres como Pixinguinha, Cartola, Chiquinha Gonzaga, Jacob do Bandolim, Nelson Cavaquinho, Candeia, Altamiro Carrilho e tantos outros. O grupo já esteve em Paris se apresentando na UNESCO.

Violões da UFRJ
Formado em 2003 a partir da iniciativa do professor Bartholomeu Wiese, o Violões da UFRJ, grupo composto inicialmente por oito estudantes do Curso de Violão da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro, foi reunido inicialmente para realizar uma apresentação no programa Sala de Concerto da Rádio MEC. Um ano depois já contava com diversas apresentações, com destaque para ‘A Semana da Cinelândia’, realizado pela Câmara dos Vereadores e a Inauguração do Projeto de Revitalização do Passeio Público, promovido pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

Com sua identidade mais consolidada, em 2005, o grupo iniciou uma nova pesquisa de repertório que culminou, no ano seguinte, com a gravação do primeiro CD, com apoio da UFRJ e da Rádio MEC.

Em 2007 obteve a aprovação do projeto Concertos Universitários, do convênio da UFRJ com o Banco do Brasil, que consistiu na apresentação de recitais em cursos superiores de música, salas de concerto e teatros da região sudeste.

No ano seguinte recebeu o Prêmio da Fundação Universitária José Bonifácio (FUJB) de melhor ‘Projeto de Extensão’ concedido pela UFRJ com o projeto Violão e Novas Identidades.

 O ‘Violões da UFRJ’ retorna agora em 2016 com uma nova formação buscando integrar outros instrumentos ao conjunto, como o cavaquinho, bandolim e a viola de 10 cordas, conhecida também como viola caipira:Luiz Benevente,  André Pamplona, Pedro Cantalice, Hugo Farias, Samuel Johnny, Marlon Iuri, Vicente Miranda e Claudio Pereira.

Paulo César Botelho
Violonista atuante nas áreas de performance, composição e arranjo. Suas obras têm sido apresentadas em importantes espaços culturais no Brasil e no exterior, tais como: Teatro Amazonas, Sala Cecilia Meireles, Salão Leopoldo Miguez e Escuela Municipal de Música Pablo Casals (Espanha). Atuou nos palcos ao lado de grandes nomes da música como: Turíbio Santos, Durval Ferreira, Elton Medeiros, Galo Preto, Bartholomeu Wiese, Marcos Ariel e Adamo Prince. Mestrando em violão e pedagogia instrumental pela UFRJ, onde desenvolve pesquisa sobre as relações entre a técnica estendida na obra violonística e a transformação estética do repertório brasileiro.

SERVIÇO:

O Violão Carioca – Na Cadência do Choro

Data: 17/06

Horário: 19h

Distribuição de senhas: 18h30

Local: Sala Multiuso / CCPJ-Rio

Rua Dom Manuel, 29, Centro, Rio de Janeiro – RJ

Capacidade: 60 lugares

Entrada Franca

Classificação Livre

DEIXE UM COMENTÁRIO