“O que Restou do Sagrado”, de Mário Bortolotto, no Castelinho do Flamengo

Primeiro trabalho em conjunto do Grupo Fragmento e Tartufaria de Atores, O que Restou do Sagrado, estreia dia 4 de novembro no Castelinho do Flamengo com sessões gratuitas.

Cumprindo temporada até dia 9 de dezembro, a peça fica em cartaz às quartas-feiras, 20h30 com distribuição de senhas a partir das 20h.

Escrito por Mário Bortolloto, em 2004, o espetáculo é composto por 7 personagens que questionam o caráter de Deus e o poder divino do perdão. É um “Entre Quatro Paredes” em rotação acelerada. Como na fábula de Jean-Paul Sartre, pessoas que não se conhecem são confinadas em um espaço para se torturarem mutuamente com confissões terríveis. O texto jorra como um vômito, o ritmo e o tom dos atores têm a urgência do punk- rock. Trata-se de salvar a humanidade através do arrependimento.

Mas para isso é preciso antes provar a existência de Deus. Partindo da frase de Santo Agostinho: “Deus permitiu o mal para dele extrair o bem”, Bortolotto trata da maldade do mundo e da ausência de intervenção divina como pedagogia de Deus.

Em “O que Restou do Sagrado” encontramos a possibilidade de fazer um teatro que questiona e modifica, na medida em que trata de um tema que interessa a todos de uma forma abrangente e única. O texto mostra a relação entre Deus e o homem, além de investigar sua existência. Confinados numa igreja, todos têm até o clarear do dia para se arrepender e salvar o mundo lá fora da fúria de Deus. Mas para isso precisam confessar seus piores pecados e arrepender-se genuinamente. Os personagens enfrentam seus próprios medos enquanto se acusam mutuamente.

O que Restou do Sagradoestreou, com o Grupo Fragmento e Tartufaria de Atores, em 2014 na Casa Hoffman (Festival de Curitiba) com grande sucesso de público e crítica, ganhando apresentação extra e ainda em 2014 participou do  FETUBA (MG).

(Clique nas imagens para ampliar)

[justified_image_grid]

SINOPSE
A salvação da raça humana depende de sete indivíduos descrentes confinados em uma igreja. Eles precisam confessar seus piores pecados, arrependerem-se e pedirem perdão. Como convencê-los a fazer isso? E, mais difícil, como conseguir seus arrependimentos sinceros?

SERVIÇO 

O que restou do Sagrado

Estreia: 4 de novembro
Local: CASTELINHO FLAMENGO Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho
Endereço: Praia do Flamengo 158 Flamengo
Horário: Quarta-feira – 20h30
Temporada: De 4 de novembro até 9 de dezembro
Classificação indicativa: 16 anos 
Entrada Gratuita (distribuição de senhas a partir de 20:00)
Duração: 50 min. 
Gênero: Drama 

FICHA TÉCNICA
Texto: Mário Bortolotto
Direção: Nirley Lacerda
Elenco: Ana Carolina Dessandre, Daniel Bouzas, Diogo de Andrade Medeiros, Fábio Guará, Elio de Oliveira, Lucas Tapioca, Nara Parolini e Monique Vaillé
Cenário: Diogo de Andrade Medeiros
Iluminação: Paulo César Medeiros
Figurino: Patrícia Muniz
Direção de Produção: Monique Vaillé
Design: Elio de Oliveira
Realização: Grupo Fragmento e Tartufaria de Atores
Apoio: Casa da Glória 

DEIXE UM COMENTÁRIO