O homem de uma banda só

Alexandre Klinke lança primeiro CD no Brasil, morando no Canadá

Alexandre Klinle (foto: Divulgação)
Alexandre Klinle (foto: Divulgação)

Lugares é o segundo álbum de Alexandre Klinke, paulista que deixou o Brasil há oito anos para morar em Vancouver (Canadá). Mas é o primeiro que ele lança oficialmente em terras tupiniquins. Neste álbum, a saudade do Brasil já não é mais tão latente como em Terreiro (2013), mas ainda persiste, já que deixar família e amigos de longa data para trás e construir uma nova vida em outro país é sempre muito complicado. O disco acaba tratando desse limbo de morar em um lugar, mas ter a cultura e raízes em outro.

“Vir pro Canadá me trouxe muitas coisas boas, me ajudou a dar foco na minha carreira musical, fiz novos amigos, conheci coisas novas e um jeito de pensar diferente. Imigração é uma experiência intensa. Sinto-me dividido entre dois lugares, uma espécie de limbo. Em Lugares as letras refletem um jeito diferente de pensar essa saudade, um pouco mais conformado, mais acostumado com minha nova casa. Vivendo aqui por tanto tempo já comecei a criar raízes e apreciar mais o lugar que estou”, conta Alexandre.

As canções navegam, portanto, entre momentos de nostalgia, como em “Lugar”, em que relembra espaços extremamente brasileiros: “O mato queima no Cerrado, a linha do horizonte avermelhou/O rio cortando o pasto ameniza o sol debaixo do Equador”, canta. Compara a vida do Brasil e do Canadá em “Avesso”; traz a falta de chão, e o sentimento abstrato de viver entre dois lugares em “Distração” e “Cabeça-coração”.

Alexandre também explora lugares e sentimentos que ainda não conheceu como na canção “Roma”, que é um belo resumo do que o disco é.

“Fui para Roma em 2013. Desde criança eu sonhava em conhecer esse lugar. Comecei a escrever uma letra sobre essa viagem, e me dei conta de que a “Roma” que eu tinha na cabeça antes de ir para lá era completamente diferente da cidade mesmo. Então a letra passou a ser sobre outra coisa, sobre lugares que a gente imagina, cria na cabeça usando de base relatos de outras pessoas, fotos, livros. Também sobre sonhos que tenho de viagens que eu nunca fiz, imagens bem vivas e detalhadas que quando acordo eu quase acredito que já estive lá em carne e osso”.

A música já ganhou videoclipe, que você pode assistir aqui e que teve direção do montador e filmmaker Bojan Bodruzic

O processo
Feito com bases eletrônicas, o disco não é apenas mais um disco de música eletrônica, é sim uma mistura de sons e ritmos brasileiros. Dentro das bases que deram início a Lugares, ele foi inserindo instrumentos e voz. Entraram baixo elétrico, instrumentos de percussão, incluindo caixa de fósforos e garrafas de cerveja, viola caipira, pífanos, flautas indígenas e misturou comsintetizadores, samplers e outras texturas eletrônicas.

Todos os instrumentos foram tocados por Alexandre, que acabou também gravando, produzindo e mixando o disco sozinho. Uma maneira bem solitária de se fazer um álbum.

“Fazer um disco sozinho foi ruim e bom ao mesmo tempo. Eu gosto de tocar todos os instrumentos, e o fato de eu ser o único músico dá um senso de coesão forte aos arranjos. Sou um tremendo fã de Stevie Wonder, e em muitos de seus discos ele toca quase todos os instrumentos. Isso foi uma inspiração também. Por outro lado senti a falta de tocar com outras pessoas. Colaborações geralmente trazem outras ideias, outra pegada nas músicas que expandem bastante a ideia inicial. No fim o fato de eu ter feito tudo sozinho foi mais por uma questão prática e falta de tempo”, explica Alexandre.

Parte dessa solidão também veio da reviravolta que estava prestes a enfrentar. Antonio, o bebê, estava a caminho e o estúdio que tinha em casa ia precisar se transformar em um quarto. Foi o que aconteceu e tudo afinal, mudou mesmo.

Mais sobre Alexandre Klinke
Alexandre Klinke é um músico paulista que atualmente mora em Vancouver (Canadá). Seu trabalho mistura as tradições musicais do Brasil com rock, pop, jazz e música eletrônica. Além de compor e gravar como um artista independente, ele é compositor de trilhas sonoras e designer de som.

Discografia:
2011 – Loop Folklórico (EP)
2013 – Terreiro
2014 – In Her Place (Trilha Sonora Original)
2016 – Lugares 

Links
www.alexandreklinke.com
www.facebook.com/alexandreklinke.music

Na mídia
Alexandre já foi destaque na lista do Embrulhador com Terreiro e entrou na lista de Melhores Discos da Música Brasileira de 2013.

Sua música já foi destaque no Bandcamp Weekly Show por duas vezes. Em 2014, o curador do programa Andrew Jervis descobriu o EP “Checklist/Tempo” e tocou a canção “Tempo” num programa especial de música brasileira. Neste ano, Lugares foi lançado no site com destaque no programa e com entrevista.

Terreiro e Lugares também foram destaques em programas como Terrasonic e Kev Beadle Solar Radio Show, entre outros.

Sobre Lugares:

Músicas

1.       Lugar
2.       Roma
3.       Distração
4.       Jogo Arriscado
5.       Avesso
6.       Cabeça-Coração
7.       Musiqueletrônica
8.       Navegando

Todas as músicas foram compostas e tocadas por Alexandre Klinke. Masterização Graemme Brown.

O disco está disponível para audição no Bandcamp, Spotify, Deezer e para venda no iTunes e Amazon.

DEIXE UM COMENTÁRIO