O grupo “As marias da graça” estreia primeiro musical da carreira com direção de Sueli Guerra

O grupo As Marias da Graça – primeiro coletivo de mulheres palhaças do Brasil, que completa 25 anos em 2016 – estreia sua sétima criação autoral e o primeiro musical da carreira: “Um Musical de Palhaças – Cada Um com seu Quadril”. O espetáculo é dirigido por Sueli Guerra, tarimbada coreógrafa, diretora e bailarina – que assinou a direção de movimento de incontáveis musicais como ”Tim Maia – Vale Tudo”, “Oui Oui, A França é aqui”, “Era no Tempo do Rei” e o recente e premiado “O Beijo no Asfalto – O Musical”, ambos sob a direção de João Fonseca. A montagem, que revela os bastidores de um teste para musical através da vivência de três palhaças, se apresenta de 10 a 26 de setembro, no Centro Cultural Banco do Brasil, Teatro II, de sábado a segunda-feira, às 19h30.

Nesta nova investida do grupo conhecido pelo pioneirismo em seus projetos, as palhaças  Maffalda dos Reis ( Geni Viegas),  Indiana da Silva ( Karla Concá) e  Iracema ( Samantha Anciães) mostram-se multifacetadas com uma encenação que mescla dança, canto e a linguagem circense para externar as dores e as delícias que é passar pela audição de um musical. A comicidade e a singeleza da palhaça, somada a expressividade corporal dos números de dança – explorados pela direção de Sueli Guerra, garante um espetáculo dinâmico e engraçado ao evidenciar os desafios e as conquistas das artistas no desenrolar de um dia de avaliação cênica. Esquecer o texto, entrar no palco na hora errada, frio na barriga, impaciência do auditor, estão entre as diversas situações apresentadas pelo trio de atrizes.

O musical marca também a estreia de Sueli Gerra na palhaçaria – O fato das Marias serem as Marias, as palhaças que são, o trabalho que têm, já muda tudo, tira tudo do lugar, de uma maneira refrescante e instigante, em um desafio de mesclar pela primeira vez na minha trajetória a linguagem do palhaço e da dança– afirma a diretora com mais de 30 anos de carreira.

Na trilha sonora, dirigida por Marcelo Alonso Neves, não irão faltar referências aos musicais clássicos: Cabaret, Chicago, O Pirata, A Noviça Rebelde, Roberto Carlos e Frère Jacques.

-A gente sempre brincou nos camarins, durante nossas viagens, de cantar e simular um musical. Inicialmente queríamos fazer um só com músicas do Roberto Carlos, depois, a ideia foi ganhando corpo e somamos outras referências de musicais que gostaríamos de ter feito em nossa carreira até que, finalmente, nasceu ‘Um musical de palhaças- finaliza Samantha Anciães.

Sinopse
Três palhaças em um dia de audição musical.  No teste, elas passam por inusitadas e engraçadas situações como esquecer o texto, entrar no palco na hora errada, frio na barriga, enfrentar a impaciência do auditor. A trilha sonora homenageia musicais clássicos como: Cabaret, Chicago, O Pirata, A Noviça Rebelde, Roberto Carlos e Frère Jacques.

As Marias da Graça
O grupo foi criado em 1991 a partir de uma oficina de clown. Em sua formação inicial havia sete palhaças. Da formação original ficaram Geni Viegas, Karla Concá e Vera Ribeiro. São mulheres que trabalham o riso e escolheram a arte da/o palhaça/o para expressar o cotidiano feminino. Interferem assim, na visão tradicional deste universo artístico. Em 2003, Samantha Anciães integrou-se ao grupo e foi nesse ano que ele se institucionalizou e fundou As Marias da Graça Associação de Mulheres Palhaças que tem como missão valorizar a arte da mulher palhaça dentro da visão do feminino.

O repertório de espetáculos é formado por cinco peças: Tem Areia no Maiô: primeiro espetáculo do grupo, há 25 anos em cartaz; Pra Frente Marias: um espetáculo de rua que trata sobre um dos maiores temas nacionais, o futebol; O Bicho Vai Pegar: uma autêntica farsa de picadeiro, primeira incursão do grupo no mundo dos tradicionais espetáculos de circo-teatro; Zabelinha: um conto da tradição oral brasileira, no qual as palhaças interferem a partir da visão sobre as questões da mulher; e Duas Palhaças: Um rádio-teatro: Comédias do Coração, de Carmen Silva. Além de alguns números e esquetes. O grupo é também o idealizador e realizador do “Esse Monte de Mulher Palhaça – Festival Internacional de Comicidade Feminina”, que apresentou sua sexta edição em agosto deste ano.

SERVIÇO:

“Um Musical de Palhaças – Cada Um Com Seu Quadril”.
Temporada: 10/09 A 26/09
Dias\Hora: sábado a segunda-feria, às19:30
Local: Teatro II / CCBB
Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro / RJ   Tel: 21 3808-2020
Ingressos:  R$20,00 e R$10,00 (meia  entrada)
Funcionamento bilheteria: de 4ªf a 2ªf, das 9h às 21h
Duração: 70 minutos
Capacidade: 155 espectadores
Classificação: 14 anos.

FICHA TÉCNICA
Direção: Sueli Guerra. 
Direção musical: Marcelo   Alonso Neves. 
Preparação vocal: Zé Rescala. 
Palhaças:  Maffalda dos Reis ( Geni Viegas),  Indiana da Silva ( Karla Concá) e   Iracema ( Samantha Anciães). 
Direção de Arte: Teca Fichinski. 
Iluminação: Paulo César Medeiros. 
Produção: Pagu Produções Culturais
Apoio: Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.