O futuro aos macacos pertence

Editora Aleph lança O planeta dos macacos, romance que deu início a uma das franquias mais bem-sucedidas do cinema

O Planeta dos Macacos
O Planeta dos Macacos

Uma das mais importantes obras da cultura pop, originalmente lançada em 1963 e base do roteiro de oito adaptações para o cinema, o livro O planeta dos macacos, do romancista francês Pierre Boulle está sendo lançado pela editora Aleph.

O clássico, que já vendeu milhões de exemplares em todo mundo, recebe uma nova edição, com extras que vão impressionar os mais fiéis fãs: um posfácio do escritor e jornalista Bráulio Tavares, uma entrevista com o autor do romance para revistaCinefantastique, na qual ele comenta as adaptações para o cinema, e uma matéria sobre Pierre Boulle feita pela BBC. 

CapaA história se passa em um futuro não muito distante, apresenta a trajetória de Ulysses, um jornalista que parte com uma tripulação de cientistas para uma missão de descoberta de novos planetas.

 Em sua busca, os astronautas pousam em um local muito parecido com a Terra, um lugar repleto de florestas luxuriantes e com clima ameno, um pretenso paraíso, que apesar de muito atrativo, não é o que parece.

A maior diferença entre a Terra e Soros, nome dado ao planeta descoberto, são seus habitantes. Enquanto aqui os seres humanos se desenvolveram, dominaram a natureza e os outros animais, em Soros, os macacos exerceram esse papel, e os homens são animais tão pouco desenvolvidos que mal se comunicam entre si, e servem aos símios como carregadores, cobaias e animais de estimação.

Mesmo com um “quê” de história de entretenimento, na obra, Boulle revisita algumas das questões mais antigas da humanidade: O que define o homem? O que nos diferencia dos animais? Quem são os verdadeiros inimigos da espécie humana? Desde as primeiras páginas até o final surpreendente – ainda mais impactante que a famosa cena final do filme de 1968 –, O planeta dos macacos é um romance de tirar o fôlego e justifica seu lugar entre os clássicos da cultura pop e principalmente da ficção científica.

Drops Aleph:
A primeira adaptação para o cinema, feita em 1968, tinha no papel principal Charlton Heston, um ícone do cinema na década de 60. Em 2001, o livro foi novamente adaptado por outro grande nome: Tim Burton;

O filme O planeta dos macacos (1968), ganhou o Oscar de melhor maquiagem, na primeira vez em que esta categoria foi concedida;

No Brasil, o autor Saulo Adami é considerado um dos maiores especialistas na franquia. Seus conhecimentos sobre o filme e o livro são encontrados na obraDiários de Hollywood onde ele retrata a experiencia de participar de convenções ao lado dos atores e técnicos do filme e até o seu dia de macaco, quando pode conhecer a cidade dos macacos, maquiado como um deles;

O planeta dos macacos teve quatro continuações, todas pela Fox. São elas: De volta ao planeta dos macacos (1970), Fuga do planeta dos macacos (1971), A conquista do planeta dos macacos (1972) e A batalha do planeta dos macacos(1973). Posteriormente, ganhou novas adaptações como em O planeta dos macacos (2001) e a trilogia O planeta dos macacos: a origem (2011), O planeta dos macacos: o confronto (2014) e O planeta dos macacos 3 (previsto para 2016);

A capa desta edição foi criada por Pedro Inoue, diretor artístico da revista canadense Adbusters e responsável pelas capas de 2001: uma odisseia no espaço, Laranja Mecânica e Neuromancer – 30 anos.

unnamed (5)Pierre Boulle nasceu em 1912 em Avignon, França. Depois de formar-se em engenharia foi viver no Extremo Oriente. De 1936 a 1939 trabalhou em uma plantação de seringueiras na Malásia estabelecendo-se depois na Indochina francesa (Vietnã). Em 1941, com a ocupação da França, entrou para o exército da França Livre, servindo como agente secreto. Ajudou o movimento de resistência na China, na Birmâ­nia (hoje Myanmar) e na Indochina. Com uma obra que reflete sua vida movimentada, escreveu, entre mais de vinte títulos, entre eles vários roteiros de filmes, incluindo as duas continuações de O planeta dos macacos lançadas em 1970 e 1971. A nous deux Satan (1992), foi seu último livro.
 
Título: O planeta dos macacos
Autor:  Pierre Boulle
Tradução: André Telles
Nº de páginas: 216
Preço de capa: R$ 36,00
Editora: Aleph 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui