No seu 20º aniversário, LiberTango convida Yamandu Costa, Hamilton de Holanda e Soraya Ravenle

Os 20 anos do Libertango serão celebrados em grande estilo no fim deste mês. O grupo formado pela família Caldi – Estela (piano), Marcelo (acordeom) e Alexandre (sopros) – receberá no Teatro de Arena da Caixa Cultural os ilustres convidados Yamandu Costa (violão), no dia 29; Soraya Ravenle (voz), no dia 30, e Hamilton de Holanda (bandolim), no dia 31 de março. Todos os espetáculos começarão às 19h, com ingressos a R$ 10 (R$ 5, a meia).

Maior expressão viva do tango no Brasil, o LiberTango se apresentará com dois dos maiores instrumentistas do mundo, o gaúcho Yamandu Costa e o carioca criado em Brasília Hamilton de Holanda, ambos fortemente influenciados pelo tango e pela música latina, além da atriz-cantora Soraya Ravenle, diva dos musicais e que vem interpretando um lado mais portenho de compositores brasileiros como Chico Buarque e Lupicínio Rodrigues. Os shows realçarão as cores portenhas presentes na música brasileira desde o século XIX.

O projeto também prevê a realização de uma palestra interativa para estudantes de música e interessados em geral no tema “Raízes do tango brasileiro e do tango argentino”, com abordagem sobre proximidades e influências na formação do tango na Argentina e do chamado “tango brasileiro”.

“”Libertango” é uma palavra inventada por Astor Piazzolla em forma de música, carregada de vigor e sentimento. Aqui no Brasil, nosso trio se apoderou completamente de seu significado, em 20 anos de existência. A nossa liberdade musical começou na própria admiração pela obra deste compositor argentino polêmico, amado e odiado em seu próprio país”, explica Marcelo Caldi, acordeonista do LiberTango.

Links de vídeos

LiberTango – “Libertango”: http://tinyurl.com/nqrlvkd

Gravação do 4º CD (Tabgos Hermanos): http://tinyurl.com/mcje9cq

Marcelo Caldi e Soraya Ravenle – “Desafio”: http://tinyurl.com/pog6ymj
LiberTango e Soraya Ravenle – “Los pájaros perdidos”: http://www.youtube.com/watch?v=ToMO7QGbGQE&list=PLlx0OSA8_JvQ-IDL-JJ6Y1EKo4Zyq1tnD&index=2
LiberTango e Soraya Ravenle – “Cristal-lilás”: https://www.youtube.com/watch?v=5If_3YLL7ts&index=3&list=PLlx0OSA8_JvQ-IDL-JJ6Y1EKo4Zyq1tnD

O grupo
O LiberTango é formado pela pianista argentina Estela Caldi e por dois de seus filhos, Alexandre (saxofones e flautas) e Marcelo (acordeom), ambos brasileiros e cariocas de nascimento. O grupo possui quatro CDs: “Tangos hermanos” (2013), “Porteño” (2010), “Cierra tus ojos y escucha” (2007) e “LiberTango – a música de Astor Piazzolla” (2005). Apresentou-se no Festival Internacional de Acordeom (MG) e no Festival Internacional Tango Brasil (RJ), além de vários festivais em RJ, SP, PR, GO e MG. Gravou e tocou com grandes instrumentistas como Yamandu Costa, Nicolas Krassik, Guto Wirtti, Luis Barcelos e Fábio Luna, além dos cantores Marcelo Rodolfo e Soraya Ravenle.

Marcelo Caldi – acordeonista
Alcançou projeção nacional em 2012, a partir das homenagens ao centenário de Luiz Gonzaga, mostrando um lado orquestral e sinfônico do rei do baião, tendo vencido o Prêmio Funarte e lançado o livro e o disco “Tem sanfona no choro”, edição do Instituto Moreira Salles. Compôs arranjos sinfônicos sobre temas gonzagueanos, cantados por Elba Ramalho e executados pela Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, Orquestra Petrobras Sinfônica e Orquestra Sinfônica do Recife. Apresentou-se ao lado de artistas como Gilberto Gil, Elba Ramalho, Chico César, Zé Calixto, Geraldo Azevedo e Fabiana Cozza, além de atuar como solista de acordeom em concertos com as orquestras Petrobras e Sinfônica do Recife.

Estela Caldi – pianista
Radicada no Rio de Janeiro desde 1969, a pianista Estela Caldi é considerada uma das maiores intérpretes de Astor Piazzolla na América Latina. Iniciou os estudos em sua terra natal, Argentina, onde se graduou no Conservatório de Música de Buenos Aires. Ganhou o título de mestre em piano no Brasil nos anos 1980, na UFRJ, com tese sobre “Rudepoema”, a maior e mais desafiadora peça composta por Villa-Lobos para piano. O sucesso do trabalho lhe rendeu o disco de piano solo “Villa-Lobos por Estela Caldi”. Gravou part. esp. em peças de Ronaldo Miranda e Caio Senna. Recentemente, realizou concertos de duo de piano com o filho Marcelo Caldi. Apresenta-se em duo com o saxofonista Leo Gandelman.

Alexandre Caldi – saxofonista e flautista

Compositor, arranjador e instrumentista, Alexandre Caldi é um dos raros representantes do

sopro brasileiro a incorporar influências latinas em sua obra de forma requintada e expressiva. É mestre em música pela Uni-Rio, com trabalho inédito sobre os contrapontos de Pixinguinha, e bolsista do Texas Music Festival (Houston, EUA) em 1994. Atua ainda produtor musical, professor e arranjador para formações de música popular e orquestra. Como arranjador, criou para várias orquestras em todo o Brasil, como Sinfônica da Bahia, Petrobras Sinfônica e Sinfônica de Londrina, entre outras.

Convidados

Yamandu Costa

Gaúcho de nascimento, Yamandu Costa é um dos guardiões das tradições musicais do Sul do

país, cuja principal característica está no diálogo com as influências argentinas e uruguaias. O tango e os ritmos latino-americanos estão, portanto, na base de formação do violonista, que, nesse show, interpreta peças próprias e de Astor Piazzolla, além de compositores de sua terra natal.
Dotado de uma sensibilidade musical e virtuosidade foras do comum, considerado a maior referência mundial do violão de sete cordas, Yamandu Costa é hoje um dos artistas mais solicitados em vários continentes, apresentando-se regularmente com orquestras de grande

prestígio, como Orquestra Nacional da França, Orquestra de Paris, MDR Leipzig Radio Symphony Orchestra, Orquestra Sinfonica Brasileira, Orquestra Filarmonica de Calgary, aolado de regentes consagrados, Kristjan Jarvi, Kurt Mazur, Roberto Minkzuc, entre outros. Nos últimos anos, ganhou vários prêmios de excelência e gravou mais de 20 CDs e dois DVDs

(Yamandu ao vivo, 2005, e Yamandu + Dominguinhos, 2007).

Hamilton de Holanda

Nascido no Rio de Janeiro, porém brasiliense de criação, Hamilton de Holanda se encontrou

com o tango desde a adolescência, pelas águas do choro, cujas influências europeias e africanas também ajudaram a formatar o ritmo argentino. Entre o choro carioca e o tango

portenho, Hamilton de Holanda celebra nesse show o repertório de Piazzolla e Gardel.

Com técnica soberba e brasilidade absoluta, seja no palco ou no estúdio, Hamilton tira o fôlego de qualquer um com suas interpretações e performances cheias de emoção. Sua versatilidade lhe permite se apresentar com propriedade em qualquer formação: solo, com orquestra, duo, power trio, quinteto entre outras.

Virtuoso, brilhante e único são alguns dos adjetivos na vida deste músico, que contagia plateias em turnês por todo o mundo, construindo uma carreira de inúmeros prêmios. Em sua trajetória consta o prêmio de melhor instrumentista por unanimidade, na única edição e nas duas categorias – erudito e popular, do Icatu Hartford de Artes 2001.

Soraya Ravenle

Primeira-dama do teatro musical brasileiro, a cantora-atriz niteroiense Soraya Ravenle vem

emprestando seu lado dramático para dar vida a tangos tradicionais, de Carlos Gardel, e mostrar um lado mais portenho de compositores brasileiros como Chico Buarque e Lupicínio

Rodrigues. Também bailarina, Soraya protagonizou uma série de grandes espetáculos do gênero nos últimos anos: “Dolores”, Prêmio Shell melhor atriz, 1999; “South American way”, de Miguel Falabela; “É com esse que eu vou” e “Sassaricando”, Sérgio Cabral e Rosa M. Araújo; “Era no Tempo do Rei”, Heloísa e Julia Seixas; “Ópera do malandro”, C. Buarque; “Opereta Carioca”, G. Gasparani; “Um violinista no telhado”, C. Moeller e C. Botelho, e vários outros. São ao todo 30 musicais, em 28 anos de carreira. O primeiro CD é de 2011, com músicas de P.C. Pinheiro, selecionado ao Prêmio da Música Brasileira. Na TV Globo, participou da recente novela “I love Paraisópolis”.

Serviço:

Tangos Hermanos – 20 anos do grupo Libertango

Local: Teatro de Arena da Caixa Cultural Rio de Janeiro

Endereço: Avenida Almirante Barroso, 25 – Centro- Rio de Janeiro

Datas: 29/3 (terça-feira), com Yamandu Costa (violão); 30/3 (quarta-feira), com Soraya Ravenle (voz), e 31/3 (quinta-feira), com Hamilton de Holanda (bandolim)

Horário: 19h
Ingressos: R$ 10 (R$ 5, a meia).

Capacidade: 176 lugares

Classificação etária: livre.

Informações: (21) 3980-3815

www.facebook.com/grupolibertango

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui