“No passinho do Tabajaras”, da Cia de Trabalho Abraço da Paz, chega ao Galpão Gamboa

A apresentação faz parte da 3ª semana da mostra Comunidade em Ação

Com o foco artístico totalmente voltado à produção teatral nas comunidades do Rio, o projeto Comunidade em Ação, parte do programa Fomento Cidade Olímpica da Secretaria Municipal de Cultura, chega a sua 3ª semana e convida a Cia de Trabalho Abraço da Paz para apresentar o espetáculo “No passinho do Tabajaras”. A peça tem duas sessões no Galpão Gamboa nos dias 20 e 21/08, sempre às 19h. As apresentações serão gratuitas com tradução em libra.

O espetáculo usa o funk como fio condutor da história e a coreografia como recorte das cenas. No enredo, o personagem Lequinho é um menino de origem humilde, cheio de sonhos, que, além de jogar futebol, adora dançar. Criado pela mãe na comunidade dos Tabajaras, Lequinho arruma seu primeiro emprego, onde e apaixona por uma jovem vendedora. No elenco artistas moradores de Bangu, Copacabana, Tijuca, Jacarepaguá, Caxias, São João de Meriti, Rocinha e Morros dos Cabritos.

A mostra é uma oportunidade para expandir o público e fortalecer o reconhecimento dessas companhias no cenário artístico carioca. Para Cesar Augusto, curador do projeto, apresentar uma mostra com espetáculos criados em comunidades durante as Olimpíadas é uma forma de revelar o Rio de Janeiro em toda a sua diversidade cultural. “Queremos que moradores do Rio e turistas tenham acesso à atividade cultural produzida nas comunidades. A ideia é fazer com que se conectem com os questionamentos desses jovens grupos”, acrescenta.

Ao longo de seus cinco anos de atividades, o Galpão Gamboa tem o objetivo de promover encontros entre as mais variadas formas de arte, atendendo ao público da Zona Portuária e de toda a cidade. Agora, com o Comunidade em Ação, a plateia poderá assistir trabalhos que focam em ações artísticas elaboradas e praticadas em comunidades do Rio de Janeiro. A mostra convidou produções estreladas por jovens artistas de diferentes localidades do Rio, incluindo Cidade de Deus, Vidigal, Complexo da Maré e Vila Cruzeiro, entre outras. Já passaram pelo espaço os espetáculos “Eles não usam tênis naique” da Cia Marginal e “O que será de nós daqui a 4 anos?” do grupo Os Arteiros. No encerramento, nos dias 27 e 28/08, será a vez de “Cidade Correria” do Coletivo Bonobando.

Galpão Gamboa:
Localizado na Zona Portuária da cidade, o Galpão Gamboa surge em 2011 como um espaço voltado a experimentações artísticas, para dar oportunidade a grupos e artistas de apresentarem seus trabalhos e para apresentar uma programação de qualidade e a preços populares, que atendesse aos bairros e comunidades do entorno, como Morro da Providência, Saúde, Santo Cristo, Centro e Gamboa. Espaço cultural e democrático, o Galpão Gamboa apresenta atividades de teatro, dança, circo, música, entretenimento e experimentação artística, que convivem harmoniosamente. O alcance do público, independentemente de classes sociais, abrangendo de crianças a idosos.

Todo esse processo de reurbanização da Zona Portuária e redescobrimento desse berço cultural carioca fez com a população de outras regiões voltassem a frequentar o Centro. E, sobretudo, possibilitou que a população local passasse a ter acesso facilitado a esses equipamentos culturais, privados e públicos. Numa relação de intercâmbio, onde os olhares se cruzam, se completam e se fundem num movimento em que não há zonas delimitadas, dar continuidade a essa convergência é o objetivo principal do espaço.

Serviço

“NO PASSINHO DO TABAJARAS”
Dias: 20 e 21/08
Duração: 60 minutos
Classificação: livre
Local: Galpão Gamboa – Teatro
Endereço: Rua da Gamboa, 279 – Centro – RJ
Ingressos gratuitos
Capacidade: 80 lugares
Tradução em libra

DEIXE UM COMENTÁRIO