No Dia do Cozinheiro alimente a curiosidade das crianças

Que cardápio! de Tatiana Belinky provoca o pequeno leitor com receitas inusitadas

CapaCozinhar é uma das mais antigas atividades humanas. Já a curiosidade infantil existe desde que o homem existe. No dia 10 de Maio, comemora-se o Dia do Cozinheiro e, para a data, a Editora Mundo Mirim, apresenta o livro Que Cardápio!, escrito por Tatiana Belinky e ilustrado por Lézio Júnior.

Você já comeu strogonoff de gafanhoto? E suflê de crocodilo? Por meio de brincadeiras como essa, Tatiana Belinky provoca o leitor com receitas inusitadas. Se você achou esses pratos um pouco estranhos, aceite o convite de Tatiana Belinky para saborear outras iguarias ainda mais inusitadas.

A obra indicada para crianças de até 6 anos traz como eixos temáticos “imaginação”, “alimentação”, “poesia” e “rimas”. Além de estimulá-las nessa fase de muita curiosidade e descobertas, inclusive na hora de comer.

FICHA TÉCNICA
Autor: Tatiana Belinky
I.S.B.N.: 978-85-617-3079-6
Formato: 22 x 20cm
Edição: 1ª
Indicação: Pré-leitor (até 6 anos)
Número de Páginas: 32 págs
Ano: 2011
Preço: R$ 29,90

Tatiana Belinky
Nasceu em São Petersburgo, Rússia. Emigrou com a família para o Brasil quando tinha apenas 10 anos. Hoje, seus livros são publicados por várias editoras e estão em quase todas as escolas, diveryindo, instruindo, formando leitores. Gosta de escrever textos alegres, tristes e até mesmo de terror. Concorda totalmente com a neta Nirah, hoje uma adulta, que disse o seguinte quando tinha aoenas 7 anos: “história que não dá pra rir, que não dá pra chorar, que não dá pra ter medo, não tem graça…”.

Lézio Júnior
Formado em jornalismo se tornou cartunista, caricaturista e ilustrador porque gosta muito de desenhar a contar histórias de um jeito bem-humorado. Já recebeu vários prêmios e atualmente trabalha no jornal Diário da Região, de São José do Rio Preto. Também publica seus desenhos nas revistas Veja e Rolling Stone e já colaborou com os jornais Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, O Pasquim 21 eo Diário de São Paulo. Este é o primeiro livro que ilustra, e diz que começou com o pé direito: “desenhar uma história da Tatiana Belinky realmente é um grande privilégio”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui