Nelson Motta está entre os homenageados do Grammy Latin

Artistas como o argentino Ricardo Montaner, a mexicana Eugenia León serão homenageados com o prêmio à excelência musical da academia latina de gravação

Nelson MottaMiami – A Academia Latina da Gravação  acaba de  anunciar as personalidades que serão homenageadas com o Prêmio à Excelência Musical e com o Prêmio da Junta Diretiva. Os homenageados receberão suas premiações em uma cerimônia para convidados dia 16 de novembro, no Hotel Four Seasons Hotel Las Vegas, como parte da semana de comemorações da 17ͣ  Entrega Anual do Latin Grammy.

“É com imenso prazer que a Academia Latina da Gravação reconhece e homenageia um grupo tão diverso de personalidades com o Prêmio à Excelência Musical e o Prêmio da Junta Diretiva deste ano”, disse Gabriel Abaroa Jr, Presidente/CEO da Academia Latina da Gravação. “Cada trabalho individual dos homenageados na indústria da música latina provou ser indelével e sem dúvida continuará a inspirar nossas culturas e comunidades, ao mesmo tempo em que contribui para criar um legado artístico inestimável”.

O Prêmio da Junta Diretiva, que será entregue a Nelson Motta em novembro, foi concedido a outras duas personalidades que contribuíram de forma significativa no campo das gravações: Carlos Mejía Godoy, da Nicarágua, e o dominicano Rafael Solano Sánchez. Conhecido como a voz do povo da Nicarágua, Carlos Mejía usou a rádio contra a opressão politica em seu país e é compositor de vários clássicos. Rafael Solano Sánchez é autor de mais de 100 obras e renomado produtor de TV.

Jornalista, compositor, escritor, crítico musical, produtor e roteirista, Nelson Motta (paulista radicado no Rio desde os seis anos) participa da cena musical desde os tempos da bossa nova, ao lado de nomes como Edu Lobo e Dori Caymmi. Há exatos 50 anos foi vencedor do Festival Internacional da Canção com “Saveiros” (Motta /Dori Caymmi), interpretada por Nana Caymmi. Impulsionou o rock brasileiro e dirigiu e produziu cantoras como Elis Regina, Marisa Monte e Gal Costa. Compôs mais de 300 canções com parceiros como Lulu Santos, Rita Lee, Ed Motta, Marcus Valle e Erasmo Carlos. Motta trabalhou como diretor artístico da Warner Music, produziu projetos para a extinta PolyGram, e pode ser considerado como um dos primeiros artistas multimídia no Brasil.

Como escritor lançou os best-sellers “Noites Tropicais” e “Vale Tudo – O som e a fúria de Tim Maia” que, juntos, venderam mais de 300 mil cópias. Os romances “Ao Som do Mar e à Luz do Céu Profundo”, “O Canto da Sereia” e “Bandidos e Mocinhas”, além do livro de histórias “Força Estranha”, permaneceram na lista dos livros mais vendidos por semanas.

Em 16 de novembro serão entregues também os Prêmios à Excelência Musical a músicos com trajetórias de grande importância artística no campo da gravação.  Na edição 2016 os ganhadores são: o grupo vocal espanhol de música folk El Consorcio, com mais de 40 anos de carreira; a cantora mexicana Eugenia León, que soma 25 álbuns em 35 anos de sucessos; o cantor e compositor argentino Ricardo Montaner, que vendeu mais de 25 milhões de cópias em 40 anos de carreira;  a cantora Ednita Nazario, grande diva da canção de Porto Rico, e o artista ítalo-argentino Piero,compositor de canções com temática social e politica.

DEIXE UM COMENTÁRIO