Natura Musical apresenta Cátia de França no lançamendo do disco Hóspede da Natureza no Circo Voador

Noite também tem shows de Pietá e Nó Cego com Júlia Vargas

Cátia de França (foto: Eric Gomes)
Cátia de França (foto: Eric Gomes)

No dia 11 de outubro, terça-feira, véspera de feriado, sobe ao palco do Circo Voador uma das cantoras mais talentosas da música brasileira. Cátia de França vai apresentar ao público músicas que fizeram parte dos 40 anos de carreira e as inéditas do novo disco Hóspede da Natureza (Porangareté/Natura Musical). Além da artista paraibana, a banda Pietá faz a abertura e Nó Cego prepara o encerramento com a cantora Júlia Vargas nos vocais. A pista será embalada pela DJ Tata Ogan e apresentação por Fabiano Freitas. Os concertos acontecem em 11 de outubro (terça-feira), a partir das 22h. Ingressos a R$30.

Cátia de França está de volta ao Rio. Em quatro décadas de carreira, a cantora paraibana nunca deixou de se inspirar pela literatura em suas canções. Isso ficou mais claro no mais novo trabalho – o álbum “Hóspede da Natureza” bebe da bíblia hippie “Walden (A vida nos Bosques)”, de Henry David Thoreau. Expoente da música regional brasileira, a trajetória de Cátia é marcada por parcerias com nomes como Zé Ramalho, Elba Ramalho, Jackson do Pandeiro e Clementina de Jesus, além da gravação de três LPs e três CDs. Recentemente, para celebrar o lançamento do novo álbum, a trovadora gravou o vídeo de “Grandezas Pantaneiras” durante a turnê de lançamento em Recife (PE).

Para abrir o show, a banda Pietá traz canções rítmicas e melódicas. Formada em 2012 por Frederico Demarca, Rafael Lorga e Juliana Linhares, o grupo faz uma homenagem para a música brasileira no primeiro disco “Leve o que quiser”, que tem parcerias com Marcelo Fedrá, Thiago de Mello e Renato Frazão. Também atores, os músicos apresentam no trabalho um percurso dramatúrgico que passeia do regional nordestino ao samba carioca, marcado principalmente por fronteiras diluídas e embalos polifônicos.

Cátia de França (foto: Eric Gomes)
Cátia de França (foto: Eric Gomes)

O encerramento fica por conta de Nó Cego e Júlia Vargas. Misturando a MPB e todas as matrizes como xote, baião, galope e samba, o trabalho da banda é mostrar ao público que a raiz do Brasil é especial. Com Cátia de França como uma das influências, os músicos mostram a origem comum entre a canção regional do Nordeste e a MPB urbana e carioca.

A história do Nó Cego com Cátia de França começou ainda 2002, quando a banda gravou “Estilhaços” e “Os galos”, ambas canções de Cátia, em seu disco de estreia. Dois anos depois, o grupo foi a João Pessoa conhecer a cantora e se apresentar ao lado dela pelo Nordeste. No final de 2005, Rodrigo Garcia, viola caipira e violão do Nó Cego, montou seu estúdio caseiro e convidou Cátia para gravar em São Pedro da Serra, distrito de Nova Friburgo. O resto é história: o resultado da gravação é o álbum “Hóspede da Natureza”, que só foi finalizado e lançado em julho com o apoio do edital Natura Musical. Garcia assina como produtor do disco.

O projeto inclui lançamento do disco e turnê de lançamento e foi selecionado pelo Edital Nacional Natura Musical 2015. “O Natura Musical atua na renovação e preservação da música brasileira desde 2005, com um histórico de valorização de artistas consagrados por meio do patrocínio a novos álbuns que se tornam marcos em suas carreiras. Nos últimos anos participamos de lançamentos de Elza Soares, Ney Matogrosso, Nação Zumbi e agora estamos ao lado de Cátia de França neste momento relevante de sua carreira”, diz Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura.

Completando o clima de intimidade e sintonia musical da noite, a cantora Júlia Vargas e a Pietá têm suas carreiras ligadas ao Porangareté. O selo lança “Hóspede da Natureza”, e tem como sócio o próprio Rodrigo Garcia, Chico Chico e Maria Eugênia, mantendo vivo o legado de Cássia Eller.

Na pista, DJ Tata Ogan também inclui no set um gostinho de cada região do país. Por meio das batidas eletrônicas, ela exibe criatividade, ao mostrar a mistura da música mundial com a melodia brasileira.

O Circo Voador é um espaço cultural que fica no bairro boêmio da Lapa, no Rio de Janeiro. Inaugurada em 1982, a casa é um dos pontos de encontro dos amantes de música e cultura na cidade.

Os ingressos para Cátia de França e convidados podem ser adquiridos no site Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br/compras/?id=53236) ou na bilheteria do Circo (somente dinheiro). A meia-entrada é válida para todos que levarem 1kg de alimento não-perecível. A classificação é de 18 anos.

Serviço

Cátia de França no Circo Voador
Data: 11/10
Horário: 22h
Local: Circo Voador – Rua dos Arcos, s/n – Lapa – Rio de Janeiro/RJ
Entrada: R$30 (inteira) e R$15 (meia-entrada com 1kg de alimento não-perecível)
Classificação: 18 anos

DEIXE UM COMENTÁRIO