Museu de Arte do Rio promove a Semana da Cultura Surda

O Museu de Arte do Rio – MAR, sob gestão do Instituto Odeon, por meio da Escola do Olhar em parceria com a comunidade surda do Rio de Janeiro, promove pela primeira vez a Semana da Cultura Surda, entre os dias 20 e 25 de setembro. O evento é resultado de um diálogo continuado com a comunidade que teve início com uma série de atividades voltadas a esse público: batismo do museu em Libras, Conversa de Galeria, sarau, formação com professores em Libras, além do 1º Fórum de Cultura de Surda – encontro realizado em junho deste ano.

A Semana acontece durante o mês de setembro, conhecido pela comunidade surda como Setembro Azul – marcado por duas datas importantes: Dia do Surdo (26/9) e Dia Internacional dos surdos (30/9) –, e vem coroar o histórico de conquistas dessa comunidade, com uma extensa programação cultural e a publicação de documento gerado durante o Fórum de Cultura Surda, que aborda os debates realizados, ideias e interesses mapeados no encontro. Para celebrar a ocasião, o Museu ficará com suas luzes de fachada azuis, durante todo o mês.

No dia 20, terça-feira, uma roda de conversa sobre Cultura Surda e Educação abre a programação da Semana, às 14h.  Clarissa Guerretta, pós-graduada em Ensino, Tradução e Interpretação da Libras pela Universidade Federal de Rio de Janeiro (UFRJ); Heloise Gripp, mestre em Lingüística pela Universidade Federal de Santa Catarina e graduada em Letras -Libras pela Universidade Federal de Santa Catarina; Ulrich Palhares, pedagogo e assessor da diretoria da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (FENEIS); e Wagner Cabral, coordenador da FENEIS, são os convidados do bate-papo que vai abordar diferentes temas sobre o assunto: formação de professores, inclusão da Libras em na sala de aula e política sociocultural e educação para a comunidade surda.

Ainda como parte da programação, entre os dias 21 e 23, Rosana Grasse, professora pós-graduada no Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), ministrará o Curso Poesia em Libras, exclusivo para pessoas surdas, de 14h às 17h. Já no dia 24, o MAR convida professores e educadores para o encontro “A cor como questão”, como parte das ações da exposição “A cor do Brasil”. A atividade, que contará com intérprete de Português para Libras, busca investigar como o tema da cor se faz presente na História da Arte Brasileira – no passado e no presente. Haverá aindaintérprete de Português para Libras no Espaço da Criança, onde ocorre a intervenção Splashcletas, do artista Guilherme Teixeira, de 15h às 17h, nos pilotis do Museu.

A comemoração continua no dia 25, domingo, com uma caminhada em homenagem ao Setembro Azul e ao Orgulho Surdo, às 13h, no Boulevard Olímpico do Porto Maravilha – Praça Mauá, organizada pelo Centro de Integração de Artes e Cultura dos Surdos (CIACS). Na sequência, às 14h, acontece o MAR em Libras, como parte da programação mensal do Museu de Arte do Rio. Nesta edição, o público surdo poderá conferir a exposição “Leopoldina, princesa da Independência, das artes e das ciências”, com visita mediada em Língua Brasileira de Sinais pela arquiteta e professora do Instituto Nacional de Educação de Surdos, Vanessa Miro Pinheiro.

Após o percurso na mostra, ainda no domingo, os visitantes seguem para Praça Mauá para um encontro, às 16h, com informes, Piadas e apresentação da história do Movimento Orgulho Surdo. Para encerrar o dia, a cobertura fluida do MAR ficará azul, às 18h, em homenagem ao Movimento Orgulho Surdo.

Programação


20 DE SETEMBRO
, 14h
Roda de conversa sobre Cultura Surda e Educação

Formação de professores
Clarissa Guerretta

Inclusão da Libras em na sala de aula
Heloise Gripp

Política, sociocultural e educação para a comunidade surda
Ulrich Palhares e Wagner Cabral

21 a 23 DE SETEMBRO, 14h às 17h

Curso Poesia em Libras – exclusivo para pessoas surdas
Rosana Grasse

24 DE SETEMBRO

A cor como questão
A exposição A cor do Brasil apresenta trabalhos de artistas brasileiros e estrangeiros, de diferentes períodos e gerações, que possuem em comum o interesse pela cor em suas investigações artísticas. Neste encontro, busca-se investigar, num diálogo entre professores e educadores, como o tema da cor se faz presente na História da Arte Brasileira – no passado e no presente. A atividade é exclusiva para professores. Este encontro contará com intérprete de Português para Libras.

Espaço da Criança – Splashcletas
Das 15h às 17h

O artista Guilherme Teixeira realiza a intervenção, Splashcletas, na qual propõe aos participantes uma experiência de criação visual colaborativa com três bicicletas adaptadas para funcionar como máquinas de pintura. No Espaço da Criança, desenvolvido pela Escola do Olhar, artistas e educadores em residência desenvolvem experimentações com foco na arte e nas linguagens contemporâneas, estimulando a curiosidade, a descoberta, a reflexão, o fazer coletivo e a cultura do brincar. Na edição, haverá intérprete de Português para Libras.

25 DE SETEMBRO

Caminhada no Boulevard Olímpico do Porto Maravilha – Praça Mauá
Às 13h

MAR em Libras

Convidada: Arquiteta e professora Vanessa Miro Pinheiro (RJ)
Às 14h

Visita mediada em Língua Brasileira de Sinais que integra a programação mensal do Museu de Arte do Rio. A cada visita mediada, o museu convida uma pessoa surda que partindo do seu olhar e referências visita com o público uma das exposições em cartaz. Nesta edição, a exposição será “Leopoldina, princesa da Independência, das artes e das ciências”. A visita é em Libras traduzida para Português.

Encontro na Praça Mauá – Piadas, informes e história do Movimento Orgulho Surdo

Às 16h

DEIXE UM COMENTÁRIO