Microteatro RJ realiza segunda edição em novembro

Depois do sucesso da primeira edição em 2014, evento volta a ocupar o Castelinho do Flamengo a partir do dia 4 de novembro. Com curadoria plural, artistas encenam espetáculos de até 15 minutos com o tema “Pela Família” e trazem frescor ao panorama teatral do Rio de Janeiro.

Formato inovador nascido em Madri e com mais de cem edições realizadas em todo o mundo, o Microteatro retorna ao Rio de Janeiro em novembro, todas às sextas e sábados a partir do dia 4 e seguindo até o dia 26. O projeto reúne cinco micro-obras teatrais de até 15 minutos, para no máximo 15 espectadores, representadas simultaneamente em pequenos ambientes. Serão várias apresentações por noite.

Com o tema “Pela Familia”, a segunda edição do Microteatro RJ consolida o formato no contexto brasileiro. A curadoria é formada por Lucas Paraizo (jornalista e roteirista de cinema e TV),Fernanda Bond (diretora, atriz e acadêmica) e Julia Mariano (roteirista e documentarista).

A proposta do trio foi reunir, para esta segunda edição, artistas com diferentes visões e métodos de criação oriundos de diferentes áreas artísticas, como: teatro, performance, cinema, artes plásticas e dança.

As cinco micro-obras desta edição contam com a direção e dramaturgia de Adriano Guimarães – Coletivo Irmãos Guimarães -, Allan Ribeiro, Eryk Rocha, Gabriela Carneiro da Cunha, Marina Vianna, Marco André Nunes e Pedro Kosovski. Os atores/ bailarinos que participam desta edição são Álamo Facó, Carolina Virguez, Cristina Amadeo, Denise Stutz, Gatto Larsen, Léa Garcia, Luiza Arraes, Ricardo Santos e Wilson Rabelo. (ver documento em anexo sobre as obras)

Os artistas ocupam o Castelinho durante o mês de outubro para os ensaios e criam as micro-obras em cinco diferentes cômodos que, juntos, configuram uma casa familiar,com: sala, quarto, banheiro, cozinha e área de serviço. Durante as apresentações, o espectador percorre esses espaços, escolhendo a ordem e os espetáculos que irá assistir, e as micro-obras se repetem em looping até oito vezes ao longo da mesma noite. O formato propicia uma rica experiência de troca entre os espectadores e com os artistas durante e depois das apresentações. Acompanhando a programação principal acontecem os Micro-shows e o Micro-cine.

Com a escolha do tema, o projeto busca discutir num espaço cênico os desdobramentos do conceito de família: “A família é o microcosmo de uma sociedade e reflete as mudanças da estrutura social ao longo do tempo. A problematização do conceito no âmbito artístico é especialmente relevante neste momento de ampliação de seus limites e paradigmas”, explica a curadoria.

A 1ª edição carioca do Microteatro aconteceu em 2014, também no Castelinho do Flamengo, com o tema Pela memória e foi recebida com entusiasmo por um público de mais de 3.500 espectadores em quatro finais de semana, promovendo uma experiência nova no panorama teatral da cidade.

A segunda edição do projeto conta com a presença dos espanhóis Yolanda Barrasa, fundadora e diretora do Microteatro por dinero e também do iluminador Fernando Canelón que assina a luz do Microteatro madrilenho.

Criado em 2009 por um grupo de autores, diretores e atores espanhóis o Microteatro por dinero, em Madri, é sucesso de público e crítica, com edições no México, Estados Unidos, Costa Rica e Argentina. Ao longo de 6 anos o projeto já foi visto por mais de 45.000 mil espectadores mensais.

Serviço:

Microteatro RJ
Datas: Sextas e sábados, 04 e 05; 11 e 12; 18 e 19; 25 e 26 de novembro
Horário: abertura dos portões às 18 hs. Inicio dos espetáculos: 19 hrs

Local:
Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho – Castelinho do Flamengo
Praia do Flamengo – 158
Rio de Janeiro (RJ)
(21) 2205-0655
Evento gratuito

Direção Geral e Curadoria: Fernanda Bond, Julia Mariano e Lucas ParaizoDireção de Produção: Alessandra Castañeda
Realização: Jurubeba

DEIXE UM COMENTÁRIO