Dream Team do Passinho faz show no sábado, dia 25 de junho
Dream Team do Passinho faz show no sábado, dia 25 de junho

Vinte e um anos depois de lançar marcas como Alexandre Herchcovitch, Cavalera e Chilli Beans, o Mercado Mundo Mix, pioneiro no estímulo à economia criativa no Brasil, volta ao Rio de Janeiro, nos dias 25 e 26 de junho, na Fundição Progresso, com curadoria geral de Evangelina Seiler, ex-diretora artística da Casa França-Brasil, e um time de expertises como Roberta Sudbrack (gastonomia), Pedro Seiler (música), Marco Antônio Teobaldo (arte) e a dupla Tatiana Podlubny e João Sánchez (mercado editorial independente) para apresentar as novidades e a mistura criativa que sempre marcaram o evento, criado em 1994 por Beto Lago. O Mercado Mundo Mix ainda conta com a participação do Instituto-E, de Oskar Methsavah, e, pela primeira vez, a Casa Geração venderá seus produtos made in Vidigal ao público. O Mercado Mundo Mix tem patrocínio da Citroën do Brasil e apoio da Secretaria de Estado e de Cultura do Rio de Janeiro (SEC). Com entrada franca, o evento espera reunir 25 mil pessoas.

Casa Geração mostra a moda made in Vidigal
Casa Geração mostra a moda made in Vidigal

Na programação cultural, o destaque são os shows de Dream Team do Passinho, Mateus VK e Lila, no dia 25, e Quinteto de Metais da Orquestra Petrobras Sinfônica, Noites do Norte e Lucas Estrela (PA), no dia 26. Além do palco na Fundição, o Mercado Mundo Mix terá Mercearia de Arte com obras de mais de 20 artistas de Rio de Janeiro, São Paulo e outros estados, para incentivar jovens colecionadores. A cenografia será assinada pela Cenografia.net, da cenógrafa e diretora de arte Susana Lacevitz, e do diretor de produção Philippe Midani, especializados em cenografias para megaeventos, exposições, programas de TV e shows, como Festival Multiplicidade, Adriana Varejão, Zeca Pagodinho e  Sem Censura. A produtora cultural do Mercado Mundo Mix é a Automatica, de Luiza Mello, e toda a programação visual é assinada pela Dinamo, de Alex Souza.

 

A Bolha participa da Cápsula Gráfica
A Bolha participa da Cápsula Gráfica

O Mercado Mundo Mix ainda abriga uma feira de pequenas editoras, a Cápsula Gráfica, com curadoria de João Sanchez e Tatiana Podlubny e os principais nomes do setor, como A Bolha, Antonio Bokel,  Bendita Gambiarra, Cabuloza Wildlife, Cozinha experimental, Dodô Publicações, Editora Criatura, Estudio Baren, Fada inflada, Grafica Editora KADE , Grafatório, Inutensílios Poéticos, Josimar Freire, Mão na Lata, Marcelo Macedo, Norte Comum,  Pipoca Press, Pororoca, Rébus, Risotrip e Truque. O evento também terá uma série de atividades artísticas e culturais, como oficinas de design do Coletivo Gráfico e de agricultura urbana e jardinagem de guerrilha do Coletivo Organicidade.

Expositores

Vicente Perrotta: roupas não-binárias inspiradas em movimentos urbanos, artesanato, tropicália e etnia
Vicente Perrotta: roupas não-binárias inspiradas em movimentos urbanos, artesanato, tropicália e etnia
Rafaell Cavaglhyery (artes visuais para vestir)
Rafaell Cavaglhyery (artes visuais para vestir)

Gui Amorim e o jeans upcycling + A moda urbana da Nephew

O Mercado Mundo Mix traz um time de expositores, de São Paulo, que são as apostas de Beto Lago neste novo momento da moda brasileira e representaram o Mercado Mundo Mix no Chilli Beans Fashion Cruise. Entre as novidades, estão a D-Aura (street wear), do estilista Lucas Menezes, Vicente Perrotta (roupas e acessórios não-binários), Rafaell Cavaglhyery (artes visuais para vestir) e Gui Amorim (upcycling com jeans). A eles, juntam-se as melhores marcas independentes cariocas, como Sophos Rio (biojoias em lâminas de madeiras da Amazônia), Klatsch (pintura sobre bolsas e sapatos de couro) e 13Rée (óculos), dentre outras. A mineira e urbana Nephew é mais um dos destaques.

Joias do Pantanal, feitas com chifre de boi e o amarrado pantaneiro
Joias do Pantanal, feitas com chifre de boi e o amarrado pantaneiro

O Instituto-E irá apresentar o trabalho de sete grupos de artesãos de comunidades de Rio de Janeiro, Baixada, Itaperuna, São Paulo e Mato Grosso do Sul. O grupo Ateliê Casa Verde, do Complexo do Alemão, irá mostrar mochilas feitas de jeans e banners reciclados e bolsas de lona tingidas pelo processo de tie-dye. Os Artesãos Cariocas, do Pavãozinho, mostram echarpes e blusas de crochet, aventais feitos em patchwork, bijuterias, lenços pintados à mão e bowls de papier maché. Outros grupos de participam são Associação Ressurgir, de Rio Comprido, com coletes  longos de voil pintados à mão, o Grupo Ressurgir, de Queimados, com bolsas e blusas de tricô. De São Paulo, são dois grupos de bordadeiras, Bordando o Futuro, de Itaperuna, e Artesãs Linha Nove. O grupo Joias do Pantanal apresenta colares e pulseira de chifre feitas com amarrado pantaneiro.

 

Programação Musical

Mateus VK faz show no dia 25
Mateus VK faz show no dia 25

O palco do Mercado Mundo Mix tem curadoria do carioca Pedro Seiler, que é produtor cultural e um dos sócios-fundadores do Queremos!. Seiler já passou pela  gravadora Biscoito Fino, fez a produção de turnês nacionais de Maria Bethânia, Simone e Zelia Duncan, e assinou a curadoria de alguns dos mais importantes festivais jovens da atualidade, como Vivo Open Air (RJ e SP), Claro Cine (RJ), Vale Open Air (RJ), Invasão Paraense (BSB ), Invasão Baiana (RJ, SP e BSB), Sai da Rede (SP, RJ e BSB), Rider Weeekends, Rio Occupation (Londres) e do programa Experimente (Multishow).

Programação

Lila faz show no dia 25
Lila faz show no dia 25

Sábado, 25 de junho

16h – Lila

Com seu primeiro trabalho solo “Lila”, lançado em 2015, a cantora já foi uma das três indicadas pelo júri de especialistas do Prêmio Multishow como “Artista Revelação” e também escolhida como uma das apostas do Spotify para o ano de 2016. Ela é também uma das vocalistas do bloco Fogo & Paixão.

 

18h – Mateus VK

Cantor e compositor, Matheus VK também é vocalista do bloco Fogo & Paixão e tem lotado o Buraco da Lacraia , na Lapa, com o show dirigido por sua esposa, Daniela Gleiser, de “Amor & Sexo” e “Esquenta!”, e idealizado por Alê Youssef. No repertório estão sucessos de Celi Campelo, Luiz Caldas, Olodum, Bee Gees e Alípio Martins, além de composições de seus três discos solo.

20h – Dream Team do Passinho

O Dream Team do Passinho apareceu em um filme da Coca-Cola, ensinado o passinho da Beyoncé no Rock in Rio e, de lá pra çá, transformou-se em um furacão do pop-funk brasileiro, com clipes que têm milhões de visualizações, faixa em parceria com Ricky Martin, “Vida”, e música em trilha de novela da Globo,  “De ladin”. A Vocalista, Lellêzinha, também é atriz da Globo e participou de novelas como “Malhação” e “Totalmente Demais” .

Quinteto de Metais da Orquestra Petrobras Sinfônica, Noites do Norte e Lucas Estrela

Domingo, 26 de junho

14h30 e 16h – Quinteto de Metais da Orquestra Petrobras Sinfônica

Criado em 2000, o Quinteto de Metais da Orquestra Petrobras Sinfônica apresenta um repertório variado que contempla vários estilos e épocas, executando peças originais, arranjos e transcrições. O quinteto tem grandes momentos de interação com o público quando interpreta canções populares de Pitty, Falamansa e Grupo Revelação.

17h30 – Lucas Estrela

O paraense Lucas Estrela é músico, compositor e artista visual, uma versão 2.0 de uma linhagem de grandes guitarristas de Belém, como Mestre Vieira e Pio Lobato. Ele acaba de lançar seu primeiro disco, “Sal ou Moscou”, no qual mistura as duas grandes potências musicais paraenses: o tecnobrega e a guitarrada.

19h – Noites do Norte

Os cariocas do conjunto Noites do Norte apresentam um show com músicas autorais e os grandes clássicos de carimbó, brega, lambada, cumbia e guitarrada, ritmos típicos da região Norte do Brasil.

Mais sobre a Mercearia das artes

América, fotografia de Heberth Sobral, da série Playmobil
América, fotografia de Heberth Sobral, da série Playmobil

O curador da Mercearia das Artes do Mercado Mundo Mix é Marco Antonio Teobaldo, jornalista, curador e pesquisador que dirige a Galeria Pretos Novos de Arte Contemporânea e é também residente da Casa da Tia Ciata, na Região Portuária.

O espaço galeria terá obras de mais de 20 artistas que serão exibidas em um espaço de 200 m2, com despojamento e diversidade. O visitante poderá encontrar criações em suportes tradicionais, como pintura sobre tela, fotografia e escultura, e também pinturas sobre antenas parabólicas, instalações sonoras, arte urbana e bordados. O clima descontraído pretende atrair o público jovem e incentivar novos colecionadores.

Batman, fotografia de Alex Ferro
Batman, fotografia de Alex Ferro

Teobaldo preparou uma seleção especial com obras dos cariocas Alex Ferro, Amanda Seiler, Dani Soter, Fábio Carvalho, Flavio Lazarino, Geleia da Rocinha, Greiffe, Heberth Sobral, Isabel Löfgren, Paulo Mumia, Patricia Gouvea, Wellington Ferreiro, Tantão e Tia Lúcia, dos paulistanos Alto-Contraste, Carmen del Sol, Galo, Magrela, Ozi e Reynaldo Candia, e ainda de artistas de outros estados, como Guga Baygon (DF) e Leila Pugnaloni (PR), e até da Argentina, como é o caso de Juan Batalla.

Mais sobre a área de Food Trucks

Roberta Sudbrack e os food trucks
Roberta Sudbrack e os food trucks

Roberta Sudbrack foi a primeira chef de cozinha do Palácio da Alvorada, residência do Presidente da República, e foi eleita a melhor chef mulher no 50 Best América Latina. No Rio, é dona do restaurante que leva seu nome, no Jardim Botânico, e também do Da Roberta, em uma antiga borracharia da Rua Tubira, no Leblon, aonde explora o que entende por comida de rua, “conectada com o produtor, com o artesanato”. Ela também  comanda o SudTruck, caminhão no qual vende cachorro-quente.  

No dream team de trucks da Roberta, estão o bolinho molhado e o cardápio de dinning americano do Brauni, a tapioca artesanal da Tapí, os espetos do Steak-me, o hambúrguer com molho caseiro do Monsieur B Burger, os pratos com costela do Ribz, as batatas-fritas rústicas da Frites, os cogumelos frescos e criativos da Cogu, o pato com cerveja artesanal da Delfina, os pães sem farinha branca, açúcar refinado e conservantes da Bendetta  e os crepes da Creperia Cliché.

Mais sobre as oficinas

Oficina Desenhão com o Coletivo gráfico
Dias 25 e 26 de junho
das 14h às 17h
Público-alvo: crianças a partir de 8 anos de idade, jovens e adultos.

O Coletivo Gráfico é composto por oito artistas que atuam nos campos de artes plásticas, design e moda. As ações incentivam a autoria compartilhada e a colaboração, misturando gravura, xilogravura, litografia e serigrafia. No Mercado Mundo Mix,  as crianças criarão enormes cartazes que serão apropriados pelo grupo por meio de técnicas de modulação, projeção e ampliação. Os cartazes serão utilizados para intervenções no próprio evento.

Oficinas com o Coletivo Organicidade
O coletivo de agricultura urbana busca soluções simples e sustentáveis, utilizando técnicas de jardinagem para projetos de paisagismo comestível e medicinal. Além das oficinas, o coletivo irá comercializar cosméticos da Viridis Produtos Naturais e o shampoo Ishtar, medicinal, feito com extratos naturais e óleos essenciais.

Sábado, 25 de junho

16h – Jardinagem de guerrilha

Produção e distribuição de bombas de sementes contendo variedades de adubos verdes e sementes de reflorestamento para ações de plantio urbano.

Contribuição consciente: R$ 15

Domingo, 26 de junho

14h – Conhecendo o maravilhoso mundo das Plantas alimentícias não-convencionais (PANCs)

Bate-papo sobre as PANCs, as plantas medicinais e as sementes crioulas, seguida de uma caminhada de identificação, observando as espécies que brotam espontaneamente na área urbana.

Contribuição consciente: R$ 15

16h – Jardinagem de guerrilha

18h – Oficina de agricultura urbana e compostagem doméstica

Roda de conversa sobre os diferentes tipos de hortas urbanas, as soluções para os diferentes tipos de espaço e a importância da reciclagem do resíduo orgânico doméstico.

Contribuição consciente: R$ 25

 

 

Oficina Passinho com Os Descolados

Dançarinos Felipe Salsa e Anderson Kipula

Dia 25 de junho

das 14h30 às 15h30

Público-alvo: crianças, jovens e adultos.

O grupo Os Descolados foi criado na Favela Fumacê, na Zona Oeste do Rio,  e vai ensinar, no Mercado Mundo Mix, o passinho carioca, uma mistura de frevo, break, kuduro, Michael Jackson, teatro e acrobacia que é uma das maiores expressões da juventude, hoje, no Rio de Janeiro.

Mais sobre a curadora Evangelina Seiler

Evangelina Seiler é curadora e consultora de arte e, entre os anos de 2009 e 2014 , foi presidente e diretora artística da Casa França Brasil no Rio de Janeiro, inserindo a instituição no circuito internacional de arte com uma programação dinâmica e de qualidade. Como curadora, já realizou exposições no Brasil e no exterior, tendo passado pelo Centro de Arte Contemporânea de Genebra, na Suíça, e trabalhado com artistas como Cristina Iglesias, Cristian Boltanski,  Giovanni Anselmo, Gilberto Zorio, Kiki Smith, Juan Munoz, Tony Oursler, entre os internacionais, e Jac Leirner, Waltercio Caldas, Iole de Freitas, Hélio Oiticica, Laura Lima, Daniel Senise e Miguel Rio Branco, entre os brasileiros.

A curadoria geral do Mercado Mundo Mix não foge à sua biografia. “Os segmentos artísticos se completam, estimulam os sentidos e aguçam o interesse dos diferentes públicos, estabelecendo questionamentos sobre o limite e o lugar que cada um destes ocupa”, explica.

DEIXE UM COMENTÁRIO