Matheus Nachtergaele chega ao Teatro Sérgio Porto, após concorrida temporada de estreia

“Processo de Conscerto do Desejo” traz o ator de volta ao palco com espetáculo em homenagem à mãe, a poeta Maria Cecília Nachtergaele

Matheus Nachtergaele (foto: Marcos Hermes)
Matheus Nachtergaele (foto: Marcos Hermes)

“Processo de Conscerto do Desejo”, com o ator Matheus Nachtergaele, chega ao Teatro Sérgio Porto de 4 a 27 de março, de 6af a domingo, sempre às 20h30, após duas concorridas temporadas no Teatro Poeirinha (24/11 a 17/12/2015 e 12/01 a 24/02/2016). A montagem, no qual Matheus recita textos de Maria Cecília Nachtergaele, mãe do ator, falecida em 1968, segue, a partir de abril, para apresentações em festivais de teatro, como o Festival de Teatro de Curitiba (2 e 3 de abril) e o festival Gamboavista (maio), no Rio de Janeiro.

O espetáculo, que no início de 2016 abriu o 22º Janeiro de Grandes Espetáculos – Festival Internacional de Artes Cênicas de Pernambuco (8 e 9/01) teve, em julho de 2015, sua primeira récita. Matheus e o violonista Luã Belik apresentaram, no Festival de Teatro de Ouro Preto e Mariana, um recital com músicas que compuseram juntos, poemas de autoria da poetisa Maria Cecília e canções por ela adoradas.

Na segunda etapa do processo, nas duas temporadas no Teatro Poeirinha (RJ), Matheus passa a dizer os textos de Maria Cecília em primeira pessoa, numa operação delicada de possessão e homenagem, acompanhado pelos músicos Luã Belik (violão), com participação especial do violinista Henrique Rohrmann.

A construção desse espetáculo, segundo o ator (e diretor), acontecerá diante do público: ”Preciso das pessoas, como observadores emocionados disso tudo. Quero ir consertando meu desejo de acordo com essa emoção, dia após dia. Como na vida. Como no teatro. Isso, só o teatro pode nos trazer. Temos um horário alternativo, um ator, um violão, lindos poemas e a canção. Tudo pequenininho para a grandeza do essencial: artista e espectador em oração profana”

Processo de Conscerto do Desejo | Por Matheus Nachtergaele
Poucas palavras se confundem tanto em nossa língua quanto ‘concerto’ e ‘conserto’. Aqui, elas se mesclam vertiginosamente. A palavra desejo, em filosofia, seria a tensão em direção a um fim de onde se espera satisfação. Tradicionalmente o desejo pressupõe carência, ou alguma forma de indigência: Um ser que não carecesse de nada, não desejaria nada. Seria um ser perfeito, um Deus. Por isso a filosofia, tantas vezes, considera o desejo como característica primeira do ser imperfeito, do ser finito. Quero consertar meu desejo com poesia, num concerto. Explico: minha Mãe, a poeta Maria Cecília Nachtergaele, faleceu quando eu era um bebê de três meses. Dela, me restaram seus poemas, lindos e maduros, escritos de uma jovem mulher moderna e triste, e essa veia que me marca a testa quando rio ou choro muito. Em “Processo de Conscerto do Desejo”, acompanhado pelo jovem violonista Luã Belik e do violinista Henrique Rohrmann, direi finalmente os poemas que guardei nos olhos e na alma como única herança dela. O espetáculo é simples assim: Um homem (que por acaso é um ator) diz no palco as palavras escritas por sua mãe. Um violão (não por acaso, pois Maria Cecília amava os violões) o companha. É só isso, se isso for pouco. 

Ficha Técnica Artística

Desejo: Maria Cecília Nachtergaele
Conscerto: Matheus Nachtergaele
Concerto: Luã Belik
Conserto: Miriam Juvino

Ficha Técnica 

Textos: Maria Cecília Nachtergaele
Direção e Interpretação: Matheus Nachtergaele
Violão: Luã Belik
Violino: Henrique Rohrmann
Produção: Miriam Juvino
Corpo: Natasha Mesquita
Voz: Célio Rentroya
Iluminação: Orlando Schaider
Artes visuais: Cláudio Portugal e Karina Abicalil
Divulgação: Silvana Cardoso (Passarim Comunicação)
Contra-regra: Cedeli Martinusso
Assessoria: A Gente Se Fala Produções (www.agentesefala.com.br)
Realização: Pássaro da Noite Produções

 

Serviço:

“Processo de Conscerto do Desejo” | Com Matheus Nachtergaele
Músicos: Luã Belik (violão) | Henrique Rohrmann (violino)
Recital | Poesia | Drama
Temporada: de 4 a 27 de março de 2016 | de sexta-feira à domingo
Horário: 20h30
Dias: 4, 5 e 6 | 11, 12 e 13 |18, 19 e 20 | 25, 26 e 27 de março
Local:  Teatro Sergio Porto
Endereço: Rua Humaitá, 163 – Humaitá, RJ | Entrada pela Rua Visconde de Silva s/n
Telefone: (21) 2535-3846
Preço: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)
Classificação etária: 16 anos
Lotação do teatro: 98 lugares
Duração do espetáculo: 60 minutos
Horário: quarta-feira a domingo, das 17h às 20h30.
Facebook: www.facebook.com/esergioporto
Site: http://entresergioporto.com/

DEIXE UM COMENTÁRIO