Mascotes ajudam na construção do aprendizado em sistema de ensino bilíngue

Johnny e Julie criados pelo Twice acompanham alunos no dia a dia da sala de aula e em casa

Ensinar de maneira lúdica e vivenciar a língua inglesa de uma forma prática é uma das propostas do sistema de ensino bilíngue Twice. Para a empresa, aprender inglês não significa apenas aprender a língua inglesa, e sim conviver com uma outra cultura. Assim, com a missão de estimular a produção oral dos alunos, não somente no ambiente escolar, mas também durante o convívio familiar foram criados os mascotes Johnny e Julie.

Os personagens possibilitam as crianças a levarem o inglês para dentro de casa, envolvendo toda a família na proposta bilíngue. Com autorização prévia dos pais, os bonecos passam o fim de semana na casa de cada uma das crianças com tarefas a serem realizadas. O principal objetivo da atividade é relembrar em casa, o que ela aprendeu em sala de aula.

Cada escola parceira tem um critério para trabalhar os mascotes. As professoras pedem para os alunos escreverem o que eles fizeram com o personagem. Dessa forma pode ser trabalhado o verbo no passado, por exemplo. Algumas crianças traduzem em desenho, pois ainda não sabem ler nem escrever. Um adulto fica responsável por registrar por escrito os momentos e as experiências da criança com o mascote.

O aluno Theo Lima de uma das escolas parceiras – complexo educacional, o Contemporâneo – escreveu um livro contando como foi sua experiência com o Johnny. Ele escreveu em inglês e colou fotos para ilustrar. Foi um sucesso!

Para a idealizadora do sistema de ensino e coordenadora geral do projeto, Ana Maria Gurgel, a ideia é que através de canções e atividades lúdicas os pais podem acompanhar e perceber a evolução dos filhos no aprendizado da língua inglesa. “Isso é o que a gente chama de aprendizagem significativa. Não pode ser simplesmente só levar pra casa. É levar o mascote para fazer as atividades que a professora solicita”, conta.

Sobre o Twice:
A história começa a ser escrita com esta palavra: integração. E são várias as integrações ao longo do caminho. A primeira delas se dá entre o Twice e a escola que o adota. O sistema de ensino bilíngue respeita os valores da instituição que o recebe e se adapta à sua estrutura operacional. O sistema complementa o projeto pedagógico na língua materna, potencializando o ensino como um todo. Juntos, somando forças, multiplicamos os resultados.

No chamado bilinguismo por imersão, o mesmo conteúdo ensinado na língua materna é, diariamente, revisado e ampliado em inglês nas disciplinas de ciência, matemática, estudos sociais, história, geografia e língua. Assim, a informação alcança o aluno de forma diversa e contextualizada, enredada em situações que trazem a realidade da criança para dentro da sala de aula. Tudo vira conhecimento mais rápido quando o conteúdo é atrelado à sua utilidade, a teoria à sua prática, e a escola ao seu grande potencial: o de janela para o mundo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui