Mariana Baltar retoma projeto Tresvarios em show no BNDES

Cantora interpreta músicas do álbum Tresvarios com participação dos compositores Mauro Aguiar e Luiz Flávio Alcofra

Mariana Baltar (foto: Silvana Marques)
Mariana Baltar (foto: Silvana Marques)

Mariana Baltar retoma o projeto ‘Tresvarios’ em única apresentação, dia 25 de agosto, na série ‘Quintas no BNDES’, no Espaço Cultural BNDES. A cantora recebe seus parceiros Luiz Flávio Alcofra e Mauro Aguiar para relembrarem os grandes momentos do trio e as canções inspiradas do CD de mesmo nome.

O repertório é recheado: tem samba, choro, valsa, marcha-rancho e canção. “Tresvarios”, “Sem par”, “Na mesma moeda“, “Ponto cego”, “Incinero”, entre outras da dupla Luiz Flávio Alcofra e Mauro Aguiar, se somam a “Luz negra”, de Nelson Cavaquinho e Irani Barros, “Risque”, de Ary Barroso, e “Basta de clamares inocência”, de Cartola.

Alcofra assina a direção musical e conduz os fraseados de violão brasileiro, enquanto Mauro Aguiar, em participação especial, canta com Mariana alguns de seus temas. O time se completa com Rui Alvim (sopros), Pedro Aune (baixo acústico) e André Boxexa (bateria e percussão).

A apresentação é gratuita, com retirada de ingressos pela internet ou na recepção do Espaço Cultural BNDES, no dia do espetáculo, a partir das 18h. Cada pessoa receberá apenas um ingresso com lugar marcado, estando o número de ingressos disponíveis sujeito à lotação máxima do teatro.

Mais aqui: http://migre.me/uCvUV

Mauro Aguiar explica como começou a ideia do CD Tresvarios: “Tresvariar: estar fora de si, delirar. Diz lá o Aurélio com autoridade. E foi assim numa mesa de bar da Lapa, entre delírios gustativos e sonoros, que os parceiros Luiz Flávio Alcofra e Mauro Aguiar decidiram dar corpo ao Tresvario. Aguiar colocou suas cartas na mesa: as letras; Alcofra cobriu-as com melodias inspiradas. Faltava a voz. Um nome chegou e com naturalidade e se agregou aos dois: Mariana Baltar. Sua voz que transita com desenvoltura pelas searas do samba, do choro, e da música mais moderna, caiu como uma luva para as canções-crônicas de Alcofra-Aguiar.

Tresvarios: Mauro Aguiar, Mariana Baltar e Luiz Flávio Alcofra (foto: Silvana Marques)
Tresvarios: Mauro Aguiar, Mariana Baltar e Luiz Flávio Alcofra (foto: Silvana Marques)

O resultado dessa parceria ímpar está no CD Tresvarios, no qual Mariana Baltar canta 14 temas da nova dupla de compositores, passeando por sambas (enredo, sincopados, canção), choro, valsas, marcha-rancho, fox, e canções engendradas entre o onírico e o real, que pagam um tributo merecido aos universos musicais de um Lupicínio, como em “Curto Circuito”, ou o devido mergulho melancólico de “Sem Pai nem Mãe”, em que a herança blanquiana da poesia de Mauro e a destreza melódica de Luiz se alinhavam”.

Sobre Mariana Baltar  

Mariana Baltar (foto: Silvana Marques)
Mariana Baltar (foto: Silvana Marques)

Desde 2010, Mariana Baltar participa de projetos envolvendo jovens compositores da MPB. Em 2012, cantou parte desse repertório no show Música Exploratória Brasileira, no Le Poison Rouge, em Nova Iorque e, em seguida, mergulhou nesse projeto especial de sua carreira: a gravação do CD Tresvarios com músicas inéditas da dupla Luiz Flávio Alcofra e Mauro Aguiar. A cantora e bailarina carioca pesquisa há tempos o nosso cancioneiro e seu segundo trabalho, lançado pela Biscoito Fino, Mariana Baltar, de 2010, é reflexo da mistura entre o novo e as preciosidades da MPB, com músicas inéditas de Thiago Amud, Edu Kneip, Zé Paulo Becker, além de regravações de Assis Valente e Wilson Moreira. A estreia fonográfica foi em 2006 e o primeiro CD, “Uma dama também quer se divertir”, teve o reconhecimento do público, da imprensa e a cantora foi indicada ao Prêmio TIM 2007, na categoria Revelação. Durante cinco anos, esteve no circuito da Lapa e adjacências, no Rio, animando os sábados do Centro Cultural Carioca, do qual foi uma das sócio-fundadoras. No teatro, atuou como atriz e cantora nos musicais “Ary Barroso – do Princípio ao Fim”, “Império” e “Geraldo Pereira, um escurinho brasileiro”.

Serviço:

Mariana Baltar  – “Tresvarios”
Participação especial: Mauro Aguiar
Quintas no BNDES
Local: Espaço Cultural BNDES – Avenida República do Chile, 100 – Rio de Janeiro – RJ
Tel.: 0800 702 6337
Data: dia 25/08/2016, quinta-feira
Horário: 19 horas

Ingressos: distribuição com entrada franca a partir das 18 horas, sendo 150 ingressos reserváveis pela internet (www.bndes.gov.br), a partir de 19 de outubro (segunda-feira), e 150 ingressos distribuídos no dia do show, por ordem de chegada.

Capacidade: 386 lugares (com acessibilidade para portadores de necessidades especiais de locomoção e poltronas duplas especiais)

Classificação etária: livre para todos os públicos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui