Marcus Alvisi dirige dois espetáculos de Feydeau na Glória

Com a Pulga Atrás da Orelha - Foto: Alvaro Victor
Com a Pulga Atrás da Orelha - Foto: Alvaro Victor

Numa curta temporada, o diretor Marcus Alvisi apresenta dois textos de Georges Feydeau, Costureiro de Madame e Com A Pulga Atrás da Orelha, a partir do dia 20 de junho no Espaço Sergio Britto, na Glória. Os dois espetáculos acontecem nas mesmas datas, mas em horários consecutivos.  Admirador confesso do dramaturgo francês, Alvisi tem uma justificativa para encenar os dois textos ao mesmo tempo. “Queria muito mostrar ao público o jovem Feydeau através do Costureiro de Madame (1897), e o Feydeau maduro, Com A Pulga Atrás Da Orelha (1907). Vendo o autor dominando a técnica do vaudeville, estilo com o qual ficou particularmente famoso. Para os que não conhecem, tenho certeza, será uma revelação. Para os que já conhecem, nunca é demais revisitá-lo”, diz o diretor.

Filho do romancista Ernest Feydeau, Georges Feydeau escreveu 39 peças ao longo de 35 anos de carreira em que através de seu humor irresistível renovou a técnica do vaudeville e elevou seu padrão literário, divertiu as plateias parisienses e tornou-se universalmente admirado. Por tudo isso, Alvisi fez questão de seguir à risca as indicações dos textos. “Para os atores sempre digo: antes de ser engraçado se deve ser verdadeiro, porque essas são comédias de situação, onde o autor já entrega uma estrutura totalmente resolvida em termos cênicos. É uma comédia com fraternidade humana. Temos que acreditar nesses personagens. Aqui não cabe representar, mas interpretar substantivamente seus personagens”, garante o diretor.

COSTUREIRO DE MADAME
Em Costureiro de Madame, Molina passa a noite tentando encontrar a amante no baile do teatro Municipal. A esposa descobre ao acordar que seu marido não dormiu em casa. Tendo que dar explicações claras à sua mulher, o marido inventa ter passado a noite na casa de Barcelos, que se encontra moribundo, mas imediatamente após esse relato Barcelos bate à porta e entra saudável e sorridente. Seguem daí enganos e desenganos para Molina convencer a esposa, quiproquós beirando a loucura num ateliê de costura onde ele se disfarça de costureiro, e por pura fatalidade do destino, bem ao estilo do autor, todos vão se encontrar. 

COM UMA PULGA ATRÁS DA ORELHA
Em Uma Pulga Atrás Da Orelha, um bom burguês tem sua fidelidade testada pela mulher em um bordel no qual, como em um universo paralelo, é confundido com um empregado, sósia seu; juntem-se a isso um fanho que recobra a fala por encanto, dois ou três maridos ciumentos, criados e prostitutas e um ritmo alucinante e se entende como Feydeau é precursor do teatro do absurdo.  

COSTUREIRO DA MADAME e COM A PULGA ATRÁS DA ORELHA
Direção e Trilha Sonora – Marcus Alvisi
Textos – George Feydeau
Adaptação Costureiro da Madame – Ângela Leite Lopes
Tradução Com a Pulga Atrás da Orelha – Gianni Ratto
Cenografia – Lorena Lima
Figurinos – Maria Duarte
Iluminação – Wilson Reiz
Assistente de Produção – Lucas Rangel
Fotografia – Álvaro Victor
Projeto Gráfico – Rita Ariani
Direção de Produção – Marcia Quarti

SERVIÇO:

Costureiro de Madame

Elenco: Gustavo Henrique, Ian Braga, Babi Carvalho, Camilla Albuquerque, Isabel Lima, Luciana Danfer, Martha Tupper e Conrado Nilo.

Local: Espaço Sergio Britto – Instituto CAL de Arte e Cultura – Rua Santo Amaro 44, Glória – Tel.: 3916 7500

Horário: sábados às 19 h e domingos às 18 h
Preço: 30 reais
Classificação etária: 16 anos
Duração: 90 minutos
Lotação: 70 lugares

Com a Pulga Atrás da Orelha

Elenco: Adriano Ferreira, Alain Catein, Bia Zarattini, Arthur Meneses, Eliane Carmo, Gustavo Henrique, Gustavo Yamada, Marcelo Moreira, Maria Montera, Nina Vasconcelos, Sofia Benjamin e Guilherme Melca 

Local: Espaço Sergio Britto – Instituto CAL de Arte e Cultura – Rua Santo Amaro 44, Glória – Tel.: 3916 7500

Horário: sábados às 21 h e domingos às 20 h
Preço: 30 reais
Classificação etária: 16 anos
Duração: 120 minutos
Lotação: 70 lugares
Temporada de 20 a 28 de junho de 2015

DEIXE UM COMENTÁRIO