Mamãe, bota pra quebrar!

Após o sucesso de O papai é pop, de Marcos Piangers, a jornalista Ana Cardoso mostra em A mamãe é rock os desafios de um casal moderno para criar os filho

A mamãe é rock é um livro para as mães perfeitas, aqueles seres amorosos que nunca gritam, que fazem bolinhos sem glúten para as crianças, arrumam os brinquedos e nunca pulam o banho das filhas.  Esqueça tudo isso. A mamãe é rock é um livro sobre mães de verdade, que vivem todo dia na corda bamba. Foi pensando em situações verdadeiras, mas sem perder o senso de humor, que a jornalista Ana Cardoso deu vida a um livro de crônicas que toca do início ao fim o ritmo que só as mulheres com filhos entendem. A Mamãe é rock chega dia 1º de julho nas livrarias pela editora Belas-Letras.

Não, o livro não trata de gostos musicais, mas mostra esse lado – como a própria autora escreve – “in/tenso” que é a maternidade. Não é um livro de lamentações. Muito pelo contrário: traz histórias sobre os malabarismos que um casal jovem e moderno precisa fazer para criar os filhos.

A autora divide as verdades sobre  ser mãe de duas meninas em tempos de empoderamento feminino. Sendo assim, nada mais justo que criá-las para reconhecer a força que possuem como mulheres e “botar para quebrar” quando devem. E também ensiná-las a reconhecer que as famílias estão mudando.

“Em 2015, quando meu marido lançou o livro O papai é pop e foi convidado para ir ao Rio, no programa da Fátima Ber­nardes com a família, fiquei em Porto Alegre trabalhando e a Anita roubou a cena. Sem se preocupar muito com o linguajar, nem com o que o público costuma ouvir da boca das crianças, ela soltou o verbo: “Eu acho uma porcaria machista essa história de meni­na ter que andar de rosa e menino de azul”. E ainda emendou numa campanha por fraldários em banheiros masculinos.[…] Anita virou meme.” (p. 03)

Ana é, em alguns momentos, sarcástica com as regras impostas pela sociedade – claramente não adequadas para a correria do dia a dia de qualquer mãe. Em outros, divide ótimas dicas.

A família pop rock tenta mostrar que todo esforço vale a pena para criar os filhos. Ao mesmo tempo, Marcos Piangers lança O papai é pop 2 com novas histórias sobre Anita e Aurora. Difícil não se identificar. 

SOBRE A AUTORA Ana Cardoso é jornalista e nasceu em Curitiba em 1977. Mudou-se para Florianópolis em 1999, onde trabalhou com esportes radicais na Rádio Atlântida por seis anos, pesquisou rádios e assentamentos do MST e concluiu um mestrado em Sociologia Política. Aos 26 virou feminista, aos 27 casou com o também jornalista Marcos Piangers, aos 28 teve sua primeira filha, Anita. A segunda, Aurora, nasceu sete anos depois. Vive em Porto Alegre desde 2006, envolvida até o último fio de cabelo com pesquisas sociológicas, grupos feministas e a família.

A mamãe é rock
Ana Cardoso
ISBN 9788581743288
Assunto: crônicas
Número de páginas: 112
Formato 15x21cm
Editora Belas-Letras
Preço de capa: R$ 24,90

DEIXE UM COMENTÁRIO